Publicidade

Bola de cristal

O Brasil convive com uma crise sanitária, um desastre humanitário como nunca se experimentou, mas a vida segue e as pessoas vão fazendo especulações e desenhando cenários futuros em diversas áreas. Claro que ninguém tem bola de cristal, mas há elementos o bastante em bases de dados (algumas delas bem falhas, é verdade) para se olhar para frente e tentar desenhar o que mostra o horizonte distante. Nesse tipo de exercício, tendo por sedimento as pesquisas eleitorais do fragor da hora, aponta-se um cenário em que a velha polaridade tucano-petista inaugurada em 1994 se manteria sob a roupagem atual de Lula versus Bolsonaro. Porém, há que se considerar as variáveis de rejeição e aceitação dos dois nomes postos no centro desse ringue eleitoral ainda distante. O ponto em comum é que nenhum deles atinge um terço dos eleitores, mas ambos frequentam a casa de metade mais um de rejeição, para se usar o texto constitucional que define a ida para o segundo turno. Se tanto Lula quanto Bolsonaro têm uma rejeição superior a 50% mais 1, é de se esperar que não seja absolutamente segura a ida dos dois para o segundo turno. Bolsonaro, aliás, submetido às intempéries próprias de quem está no poder, pode ter ainda mais diminuídas as suas chances eleitorais. E ai, resta uma candidatura fora do espectro político bipolar – ou que assuma um dos polos da disputa. Esse é um ponto a ser considerado desde logo, porque há um espaço para a construção dessa alternativa, que pode até ser um nome já experimentado ou uma novidade eleitoral para todo o país. Estando o brasileiro ainda no olho do furacão sanitário, sem uma perspectiva de prazo para saída e, pior, sem saber exatamente como a economia e a sociedade brasileiras irão se comportar ao fim e ao cabo, parece razoável sugerir que, sim, em 2022 poder ter surpresa eleitoral na disputa para presidente.


Bolsonaro e Lula têm a mesma rejeição em eventual eleição. Falta o terceiro personagem (Fotos: Sérgio Lima / Poder 360)

Inspeção no TJ-PI

O Tribunal de Justiça do Piauí está na mira do CNJ. Além do Piauí, a Corregedoria Nacional de Justiça irá realizar a partir do dia 9 de abril, por meio de ferramentas digitais, inspeções para verificação das atividades do foro extrajudicial desempenhadas pelas corregedorias vinculadas a outros cincos Tribunais de Justiça.
A inspeção no TJ-PI será na semana do dia 16.

Como funciona?

As inspeções fazem parte das atribuições da Corregedoria Nacional e ocorrem de forma continuada. Nelas, é apurado o funcionamento dos setores administrativos e judiciais das unidades judiciárias, assim como nos cartórios.
As visitas e inspeções resultam em relatórios que apontam as deficiências e as boas práticas encontradas.

Entenda

As inspeções presenciais para verificação dos setores administrativos e judiciais dos Tribunais de Justiça estão temporariamente suspensas por força da ampliação das medidas, em diversas unidades da Federação, para reduzir a circulação de pessoas como prevenção ao contágio da Covid-19.

Deu branco

O site da FMS não está atualizado desde quarta-feira. O calendário de vacinação parou na quinta-feira.
E olhe isso: na madrugada de sexta-feira chegou um lote de vacinação e até agora não tem calendário para essas últimas vacinas.
Enquanto isso, Teresina notificou mais de 600 casos e 19 mortes num só dia.

Fábio Abreu

Ele não é mais secretário de Segurança, mas está anunciando a vacinação dos policiais.
Wellington Dias anuncia vacinação dos indígenas.
Mas cadê o calendário que a Prefeitura de Teresina não definiu?

Chico Silva

A Covid-19 levou o queridíssimo radialista Chico Silva.
Até uma semana atrás ele se mostrava preocupado com o avanço do vírus, mas consolado, dizia que estava se cuidando.
Lamentável.

Os sem noção

Enquanto boa parte da população é obrigada a ficar em casa em cumprimento ao decreto estadual, a secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Karla Berger e o secretário de comunicação da PMT, Lucas Pereira, se esbaldavam no litoral piauiense durante o feriado prolongado.

Que protocolo?

Seguramente eles estão mandando para as calendas os protocolos de isolamento social.
Basta ver as publicações de todos os momentos e até encontro deles nas redes sociais.

Fotos

As fotos dos auxiliares de Dr. Pessoa circulam em grupos de WhatsApp e com críticas veladas a eles.
Afinal, não era para ficar em casa?

“Nois pode”

Pelo visto, a boa política do “Fique em casa” só é seguida obrigatoriamente pelos mais pobres, os que têm dinheiro e os que se imaginam com poder (como os bacanas em questão) aproveitaram os dias de folga e foram aglomerar.
Fica vermelha cara sem-vergonha!

Cofrinho

Pouca gente presta atenção no Fomento Piauí, a agência de desenvolvimento local que o governo do estado criou quando a União mandou para o sepulcro o Banco do Estado (BEP).
Mas é bom prestar atenção, porque entre 2019 e 2020, o valor do ativo (dinheiro) circulante mais que dobrou, saindo de R$ 13,3 milhões para R$ 36,3 milhões – aumento de 273%.

Uva 1

Já não serve para nada uma área de 8 hectares que era utilizada para plantação de uva, que desde a primeira década do século em curso, sempre foi razão para o governo do Piauí promover, em São João do Piauí, a ufanística festa da uva naquele município.
Investimento em expansão da área, necas de pitibiriba.

Uva 2

É claro que o dinheiro gasto em sucessivos festivais da uva em São João do Piauí não chegaria para expandir a área de irrigação no município para cerca de mil hectares – porque tem até projeto para tanto. Mas a energia gasta pelo governo em festa poderia ter sido usada para bater perna na Codevasf, em Brasília, para viabilizar a expansão do Projeto Marrecas.

Uva 3

O cultivo comercial de uva, porém, começa a ganhar fôlego sem o oba-oba recorrente do governo estadual em curso desde 2003. E muito longe de São João do Piauí.
Uma considerável área de cultivo da fruta está implantada nos Platôs de Guadalupe, que já se converteu no maior produtor de banana e de goiaba do Piauí.

Deu química

A Agespisa acaba de fechar contratos com a empresa Innovative Water Care Indústria e Comércio de Produtos Químicos para a aquisição de insumos para o tratamento de água.
Vai pagar R$ 2,899 milhões pelos produtos.

Curioso

Olha que coisa curiosa: o Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde, em Uruçuí, assinou um contrato para manter aparelhos de ar-condicionado no mês passado bem maior que para a compra de medicamentos e equipamentos de proteção individual.
Para manter o funcionamento dos aparelhos de ar-condicionado, vai gastar R$ 79.950, para remédios, R$ 38.199,80 e para EPIs, R$ 9,316.

Fazendo negócios

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico contratou a empresa Pro Engenharia, por R$ 1.255.379,80, para fazer 15.840,00 metros quadrados de calçamento em Teresina.
Até em Teresina? Siga o dinheiro Fernando Santos.

Comida com larvas?

Muito séria a denúncia - publicada por Tony Rodrigues - sobre larvas em quentinhas de comida servidas aos guardas municipais de Teresina
O secretário de Finanças, Robert Rios disse que essas larvas podem ter sido plantadas como forma de conseguirem (eles, guardas) que a PMT implante os valores da alimentação nos contracheques.

Imundície

Não basta apenas emitir ponto de vista se não mandar proceder uma rigorosa investigação.
Isso aí é crime e, como tal, os autores devem ser identificaria e denunciados.
Não dá pra imaginar que um ser humano seja capaz de tamanha imundície.

Ping-Pong
A capital do mundo

Década de 90. Em uma sessão do pleno do Tribunal de Justiça do Piauí, o então Desembargador Ozires Neves, que é filho e admirador da cidade de Piripiri-PI, e o Desembargador Brandão de Carvalho, que é filho e admirador da cidade de Piracuruca-PI travam o seguinte diálogo.

Ozires: “Não há dúvidas, Piripiri é a capital do mundo”.
Brandão: “Desembargador Ozires eu até aceito a premissa de que Piripiri é a capital do mundo, se o mundo a que Vossa Excelência se refere for Piracuruca”.

Expressas

A Assembleia Legislativa do Piauí teve despesas que somaram R$ 67 milhões nos dois primeiros meses deste ano. O Tribunal de Contas somou gastos de R$ 21 milhões.

O DER vai fazer, dia 30 de abril, uma licitação no valor de R$ 10,133 milhões para a recuperação da estrada entre Joaquim Pires e a BR-343, no acesso a Parnaíba.

Começam a valer hoje as medidas restritivas no Piauí no combate à Covid-19; o comércio funcionará até quinta (08) e sexta-feira (09) será feriado. As restrições seguem até o dia 11 de abril.

O Brasil convive com uma crise sanitária, um desastre humanitário como nunca se experimentou, mas a vida segue e as pessoas vão fazendo especulações e desenhando cenários futuros em diversas áreas. Claro que ninguém tem bola de cristal, mas há elementos o bastante em bases de dados (algumas delas bem falhas, é verdade) para se olhar para frente e tentar desenhar o que mostra o horizonte distante. Nesse tipo de exercício, tendo por sedimento as pesquisas eleitorais do fragor da hora, aponta-se um cenário em que a velha polaridade tucano-petista inaugurada em 1994 se manteria sob a roupagem atual de Lula versus Bolsonaro. Porém, há que se considerar as variáveis de rejeição e aceitação dos dois nomes postos no centro desse ringue eleitoral ainda distante. O ponto em comum é que nenhum deles atinge um terço dos eleitores, mas ambos frequentam a casa de metade mais um de rejeição, para se usar o texto constitucional que define a ida para o segundo turno. Se tanto Lula quanto Bolsonaro têm uma rejeição superior a 50% mais 1, é de se esperar que não seja absolutamente segura a ida dos dois para o segundo turno. Bolsonaro, aliás, submetido às intempéries próprias de quem está no poder, pode ter ainda mais diminuídas as suas chances eleitorais. E ai, resta uma candidatura fora do espectro político bipolar – ou que assuma um dos polos da disputa. Esse é um ponto a ser considerado desde logo, porque há um espaço para a construção dessa alternativa, que pode até ser um nome já experimentado ou uma novidade eleitoral para todo o país. Estando o brasileiro ainda no olho do furacão sanitário, sem uma perspectiva de prazo para saída e, pior, sem saber exatamente como a economia e a sociedade brasileiras irão se comportar ao fim e ao cabo, parece razoável sugerir que, sim, em 2022 poder ter surpresa eleitoral na disputa para presidente.


Bolsonaro e Lula têm a mesma rejeição em eventual eleição. Falta o terceiro personagem (Fotos: Sérgio Lima / Poder 360)

Inspeção no TJ-PI

O Tribunal de Justiça do Piauí está na mira do CNJ. Além do Piauí, a Corregedoria Nacional de Justiça irá realizar a partir do dia 9 de abril, por meio de ferramentas digitais, inspeções para verificação das atividades do foro extrajudicial desempenhadas pelas corregedorias vinculadas a outros cincos Tribunais de Justiça.
A inspeção no TJ-PI será na semana do dia 16.

Como funciona?

As inspeções fazem parte das atribuições da Corregedoria Nacional e ocorrem de forma continuada. Nelas, é apurado o funcionamento dos setores administrativos e judiciais das unidades judiciárias, assim como nos cartórios.
As visitas e inspeções resultam em relatórios que apontam as deficiências e as boas práticas encontradas.

Entenda

As inspeções presenciais para verificação dos setores administrativos e judiciais dos Tribunais de Justiça estão temporariamente suspensas por força da ampliação das medidas, em diversas unidades da Federação, para reduzir a circulação de pessoas como prevenção ao contágio da Covid-19.

Deu branco

O site da FMS não está atualizado desde quarta-feira. O calendário de vacinação parou na quinta-feira.
E olhe isso: na madrugada de sexta-feira chegou um lote de vacinação e até agora não tem calendário para essas últimas vacinas.
Enquanto isso, Teresina notificou mais de 600 casos e 19 mortes num só dia.

Fábio Abreu

Ele não é mais secretário de Segurança, mas está anunciando a vacinação dos policiais.
Wellington Dias anuncia vacinação dos indígenas.
Mas cadê o calendário que a Prefeitura de Teresina não definiu?

Chico Silva

A Covid-19 levou o queridíssimo radialista Chico Silva.
Até uma semana atrás ele se mostrava preocupado com o avanço do vírus, mas consolado, dizia que estava se cuidando.
Lamentável.

Os sem noção

Enquanto boa parte da população é obrigada a ficar em casa em cumprimento ao decreto estadual, a secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Karla Berger e o secretário de comunicação da PMT, Lucas Pereira, se esbaldavam no litoral piauiense durante o feriado prolongado.

Que protocolo?

Seguramente eles estão mandando para as calendas os protocolos de isolamento social.
Basta ver as publicações de todos os momentos e até encontro deles nas redes sociais.

Fotos

As fotos dos auxiliares de Dr. Pessoa circulam em grupos de WhatsApp e com críticas veladas a eles.
Afinal, não era para ficar em casa?

“Nois pode”

Pelo visto, a boa política do “Fique em casa” só é seguida obrigatoriamente pelos mais pobres, os que têm dinheiro e os que se imaginam com poder (como os bacanas em questão) aproveitaram os dias de folga e foram aglomerar.
Fica vermelha cara sem-vergonha!

Cofrinho

Pouca gente presta atenção no Fomento Piauí, a agência de desenvolvimento local que o governo do estado criou quando a União mandou para o sepulcro o Banco do Estado (BEP).
Mas é bom prestar atenção, porque entre 2019 e 2020, o valor do ativo (dinheiro) circulante mais que dobrou, saindo de R$ 13,3 milhões para R$ 36,3 milhões – aumento de 273%.

Uva 1

Já não serve para nada uma área de 8 hectares que era utilizada para plantação de uva, que desde a primeira década do século em curso, sempre foi razão para o governo do Piauí promover, em São João do Piauí, a ufanística festa da uva naquele município.
Investimento em expansão da área, necas de pitibiriba.

Uva 2

É claro que o dinheiro gasto em sucessivos festivais da uva em São João do Piauí não chegaria para expandir a área de irrigação no município para cerca de mil hectares – porque tem até projeto para tanto. Mas a energia gasta pelo governo em festa poderia ter sido usada para bater perna na Codevasf, em Brasília, para viabilizar a expansão do Projeto Marrecas.

Uva 3

O cultivo comercial de uva, porém, começa a ganhar fôlego sem o oba-oba recorrente do governo estadual em curso desde 2003. E muito longe de São João do Piauí.
Uma considerável área de cultivo da fruta está implantada nos Platôs de Guadalupe, que já se converteu no maior produtor de banana e de goiaba do Piauí.

Deu química

A Agespisa acaba de fechar contratos com a empresa Innovative Water Care Indústria e Comércio de Produtos Químicos para a aquisição de insumos para o tratamento de água.
Vai pagar R$ 2,899 milhões pelos produtos.

Curioso

Olha que coisa curiosa: o Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde, em Uruçuí, assinou um contrato para manter aparelhos de ar-condicionado no mês passado bem maior que para a compra de medicamentos e equipamentos de proteção individual.
Para manter o funcionamento dos aparelhos de ar-condicionado, vai gastar R$ 79.950, para remédios, R$ 38.199,80 e para EPIs, R$ 9,316.

Fazendo negócios

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico contratou a empresa Pro Engenharia, por R$ 1.255.379,80, para fazer 15.840,00 metros quadrados de calçamento em Teresina.
Até em Teresina? Siga o dinheiro Fernando Santos.

Comida com larvas?

Muito séria a denúncia - publicada por Tony Rodrigues - sobre larvas em quentinhas de comida servidas aos guardas municipais de Teresina
O secretário de Finanças, Robert Rios disse que essas larvas podem ter sido plantadas como forma de conseguirem (eles, guardas) que a PMT implante os valores da alimentação nos contracheques.

Imundície

Não basta apenas emitir ponto de vista se não mandar proceder uma rigorosa investigação.
Isso aí é crime e, como tal, os autores devem ser identificaria e denunciados.
Não dá pra imaginar que um ser humano seja capaz de tamanha imundície.

Ping-Pong
A capital do mundo

Década de 90. Em uma sessão do pleno do Tribunal de Justiça do Piauí, o então Desembargador Ozires Neves, que é filho e admirador da cidade de Piripiri-PI, e o Desembargador Brandão de Carvalho, que é filho e admirador da cidade de Piracuruca-PI travam o seguinte diálogo.

Ozires: “Não há dúvidas, Piripiri é a capital do mundo”.
Brandão: “Desembargador Ozires eu até aceito a premissa de que Piripiri é a capital do mundo, se o mundo a que Vossa Excelência se refere for Piracuruca”.

Expressas

A Assembleia Legislativa do Piauí teve despesas que somaram R$ 67 milhões nos dois primeiros meses deste ano. O Tribunal de Contas somou gastos de R$ 21 milhões.

O DER vai fazer, dia 30 de abril, uma licitação no valor de R$ 10,133 milhões para a recuperação da estrada entre Joaquim Pires e a BR-343, no acesso a Parnaíba.

Começam a valer hoje as medidas restritivas no Piauí no combate à Covid-19; o comércio funcionará até quinta (08) e sexta-feira (09) será feriado. As restrições seguem até o dia 11 de abril.

Uma CPI candidata aos holofotes Contas no azul