1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. O Brasil confuso
Publicidade

O Brasil confuso

O Brasil é um país onde se fazem leis demais e se cumpre lei de menos e nesse cenário de caos legislativo, há sempre alguém que, por ignorância ou esperteza, tenta ser mais realista que o rei. Agora mesmo, Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas trataram de criar categorias sanitárias com prioridade na fila de vacinação – uma espécie de fura-fila com diploma legal. Há propostas para todos os gostos, inclusive as que favorecem os jornalistas ou que determinam como prioritários os atendentes de farmácia. Francamente, estes podem até trabalhar com remédios, mas não são trabalhadores da saúde, o que leva à criação não apenas de um sistema de privilégios, mas também a um descumprimento de normas constitucionais mínimas. Vejamos: o Programa Nacional da Imunização se assenta em uma legislação federal. Logo, por hierarquia, não se poderia criar nichos para vacinação de grupos profissionais ou de pessoas. Essa regra está muito bem definida na legislação federal. Ocorre, no entanto, é que se tenta burlar uma norma federal criando-se normas díspares à regra emanada pela União, o que certamente não encontra o mínimo de respaldo constitucional. E assim, chafurda-se o que deveria estar organizado: uma fila de prioridades que começa com os idosos (pessoas acima de 60 anos), inclui, logo a seguir, indígenas e quilombolas (que estão mais sujeitos a infecções pelo menor contato com o conjunto da população), pessoas com doenças crônicas e comorbidades e daí por diante em uma gradação que leva em conta idade e riscos sanitários e biológicos a que estão sujeitos os demais estratos demográficos. Assim, ao propor ‘legislações subnacionais’ que criam regras próprias de imunização, deputados estaduais e vereadores nada mais estão fazendo que o velho populismo, que é sempre uma novidade danosa. E agindo irresponsavelmente, é bom frisar.

Com demissão de diretora administrativa, Florentino Neto se fortalece na Secretaria de Saúde (Foto: divulgação)

Descaminhos

As coisas não andam nada bem em certo condomínio de casas nos arredores de Teresina.
A coluna não cita o nome – por enquanto – porque os denunciantes estarão fazendo isso junto aos órgãos de fiscalização.
A primeira e grave ocorrência: de que o administrador é useiro em ver filmes pornôs no escritório. Até à luz do dia.

Zorra real

Outra ocorrência: não há da parte de parte dos moradores qualquer respeito ao meio ambiente. Árvores como ipê, angico branco, são derrubadas, sob pretexto de instalar energia solar.
Pior: casas são construídas sem licença.  

Fica, Florentino; fica!

A queda de braços na Secretaria de Saúde teve mais um capítulo: a demissão da diretora Administrativa Raquel Ferro. E mais que isso: marca ponto para o secretário Florentino Neto.
A diretora teria sido admitida à revelia da vontade do secretário que estaria ali para ‘moralizar’, o que significava desestabilizar a gestão do homem.

Jefferson, cai

Então, apesar de ser tido como o queridinho do governador, Jeferson Campelo, que levou Rachel, também estaria com a cabeça a prêmio.
Porque não tem mostrado a desenvoltura que “vendeu” e tem perdido todas as batalhas travadas contra o atual secretário.

“Ruim, com ele... Pior sem ele...”

O círculo íntimo do governador já admite que mudança de comando na Secretaria de Saúde, só em maio de 2022, quando Florentino se afastará para cuidar de sua campanha a deputado Federal.
E se vai procurar o substituto fora daquele vespeiro.

Indiretas

Citando Marisa Monte (‘eu sou porta-bandeira de mim – só não se perca ao entrar no meu infinito particular’), a deputada federal Margarete Coelho está jogando indiretas, certamente, quanto ao seu futuro político.

Indiretas 2    

No seu perfil, nas redes sociais, Margô copia, erradamente trecho da letra de ‘Infinito Particular’, de Marisa, Arnaldo Antues e Antônio Carlos Freitas e dá o seu recado: “cuidado para não se perderem ao ‘entrar’ no meu infinito particular”.

Para quem?

Na letra Marisa dá um recado “vem cara, me repara”... “vem cara, se declara...” “vem cara, não tenha medo”.
Na mensagem de Margarete, não se sabe para quem ela estaria mandando o recado.
Para Ciro Nogueira? Para Wellington Dias?

O seu dilema

Seria mais fácil se entender que a deputada federal estaria num grande dilema: ficar no PP sem as benesses do governo do PT ou continuar no governo estadual sem o PP e o que pode tirar do governo federal através do partido comandado pelo senador.

Os farmacistas

Quem leu o comentário da coluna certamente deve lembrar de uma ou mais propostas de regras formais (leis, decretos, portarias) para furar a fila da vacinação, mas nenhuma foi mais “original” que a que abriu vagas para os farmacistas, em Piracurura.

Cara de pau

O que se deu nesta cidade do Norte do Piauí, a 240 km de Teresina, é um desses acintes inaceitáveis: o dono de uma farmácia colocou na lista de vacinação 60 pessoas. Com toda cara de pau conseguiu vacinar algumas pessoas de sua imensa relação.

Mentira cabeluda

Se alguém disser a você que existe uma farmácia com 60 empregados em Piracuruca ou em qualquer outra cidade do Piauí, obviamente que se poderá responder, na lata, que a pessoa mente.
Mas em Piracuruca parece que essa mentira cabeluda colou.

Cara de madeira

Mas a lista de quem fura a fila da vacina é imensa, do tamanho da população de uma cidade do porte de Novo Santo Antônio (3.003 moradores).
Só que ninguém fala no assunto, embora a relação dos fura-filas já seja do conhecimento do Ministério Público Estadual.

Os mortos

O Brasil atingiu ontem 400 mil óbitos em decorrência da covid-19. Para que se tenha uma melhor visão de grandeza desta tragédia, pode-se dizer que as mortes correspondem a quase metade da população de Teresina ou a soma das populações de Parnaíba (153.382), Picos (78.431), Piripiri (63.787) Floriano (60.025) e União (44.569).

Os caixões

Em um contrato emergencial com dispensa de licitação, a Prefeitura de Teresina está comprando R$ 461 mil em urnas funerárias.
A empresa fornecedora atende pelo nome de Eterna Serviços Póstumos.

Kakay

Rolou uma treta no Manhattan Conection, o programa que a Globo News tirou de sua grade a agora se agasalha na emissora de TV pública de São Paulo, a TV Cultura.
O criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, foi xingado por Diogo Mainardi ao final da edição. O sinal sonoro de um bip substituiu o final da frase vai tomar no …

Golpe mortal

O retorno às aulas presenciais – em qualquer escola – sem as condições sanitárias que se exige, seria o mesmo que abrir mais covas para inocentes e para os que eles podem contaminar.
O piauiense precisa pressionar seus três senadores para que não votem o retorno das aulas presenciais.

Deu ruim

O Ministério Público do Piauí instaurou procedimento para apurar aglomeração intensa durante pré-inauguração da loja Havan na última segunda-feira (26) em Teresina.
Vídeos que circulam nas redes sociais mostram um grande tumulto de funcionários. Nas imagens é possível observar que não houve distanciamento social entre eles.

Estudantes vacinados

Entre as vacinas destinadas para os trabalhadores da saúde, a Secretaria de encaminhou doses para estudantes que fazem internato ou estágio supervisionado curricular.
As doses disponibilizadas devem contemplar os estudantes da Uespi, UFDPar, IESVP e São Camilo, em Teresina e no interior.

Conta de energia

Em vídeo, o senador Ciro Nogueira afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) vai votar a decisão que retira o ICMS do cálculo do PIS e Confins. Com isso, o Piauí poderá ser beneficiado com uma redução de 17% na conta de energia elétrica.

CPI Covid no Piauí

A deputada estadual Teresa Britto (PV) anunciou que está preparando um requerimento para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Governo do Estado acerca dos recursos destinados ao enfrentamento da covid-19 no Piauí.

Para, Teresa, Para!

Com 26 dos 30 deputados mamando nas tetas gordas de Wellington Dias, ops, do governo petista, aposta-se 100 por 1, como nunca, jamais, Teresa Britto conseguirá aprovar requerimento para a formação dessa CPI.

Dificuldades

Se insistir nessa tolice, Teresa vai criar as dificuldades para muitos deputados governistas venderem facilidades e, com isso, mamarem mais e mais.

UFPI sustentável

A UFPI ficou em terceiro lugar no Nordeste no Impact Ranking 2021, que classifica as universidades mais sustentáveis. O ranking é elaborado pela Times Higher Education (THE) e destaca as práticas que levam bem-estar à comunidade universitária e tem preocupação sustentável.
No Brasil, a UFPI também ficou bem: é a 19ª colocada.

Meio ambiente

Na questão ambiental, a UFPI vai mais longe: está finalizando um arrojado projeto de Parque Ambiental, envolvendo área de 56 hectares em pleno Campus da Ininga. O projeto foca na preservação ambiental e também na pesquisa acadêmica e no lazer do teresinense.
O reitor Gildásio Guedes agora quer um padrinho para a proposta.

Testes em animais

Começa hoje a fase de testes em animais da técnica que permite o compartilhamento de respiradores mecânicos. Os testes são uma esperança e tanto diante de situações críticas como as que vivemos agora em tempos de pandemia. Os testes começam nesta sexta à tarde, no Hospital Veterinário da UFPI.
A Saúde do Brasil inteiro está torcendo.

Ping-Pong
Uma torcida de segunda

Ao comentar, como tem sido recorrente, uma postagem do jornalista Cláudio Barros, na qual ele diz que Wellington Dias e Dr. Pessoa não fazem reformas, mas puxadinhos para abrigar aliados, o vice-prefeito Robert Rios disse que “o Ciro vai gostar dessa”. Um historiador, Rodrigo Caetano, não gostou da resposta de Cláudio a Robert.

Cláudio (em resposta): “Ele (Ciro) a torcida do Flamengo e meia Teresina”.
Rodrigo Caetano: “Mermão, tire o meu Mengão disso. Fale do Vasco... combina mais”.
Cláudio: “Mas a torcida do Vasco está ficando igual ao eleitorado do atual prefeito de Teresina: cada vez menor!
Rodrigo: “Mas o Vasco, como você bem sabe, é time de segunda”.
Cláudio: Pois num é!”

Expressas

Para realização do Plano Estratégico Municipal da Agenda 2030, a Secretaria Municipal de Planejamento deverá aplicar R$ 562.250,27.

A deputada estadual Lucy Soares (Progressistas) afirmou que teve seu número de celular pessoal clonado.

A parlamentar pediu para os amigos ignorarem as mensagens e conteúdos enviados pelos criminosos.

O Brasil é um país onde se fazem leis demais e se cumpre lei de menos e nesse cenário de caos legislativo, há sempre alguém que, por ignorância ou esperteza, tenta ser mais realista que o rei. Agora mesmo, Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas trataram de criar categorias sanitárias com prioridade na fila de vacinação – uma espécie de fura-fila com diploma legal. Há propostas para todos os gostos, inclusive as que favorecem os jornalistas ou que determinam como prioritários os atendentes de farmácia. Francamente, estes podem até trabalhar com remédios, mas não são trabalhadores da saúde, o que leva à criação não apenas de um sistema de privilégios, mas também a um descumprimento de normas constitucionais mínimas. Vejamos: o Programa Nacional da Imunização se assenta em uma legislação federal. Logo, por hierarquia, não se poderia criar nichos para vacinação de grupos profissionais ou de pessoas. Essa regra está muito bem definida na legislação federal. Ocorre, no entanto, é que se tenta burlar uma norma federal criando-se normas díspares à regra emanada pela União, o que certamente não encontra o mínimo de respaldo constitucional. E assim, chafurda-se o que deveria estar organizado: uma fila de prioridades que começa com os idosos (pessoas acima de 60 anos), inclui, logo a seguir, indígenas e quilombolas (que estão mais sujeitos a infecções pelo menor contato com o conjunto da população), pessoas com doenças crônicas e comorbidades e daí por diante em uma gradação que leva em conta idade e riscos sanitários e biológicos a que estão sujeitos os demais estratos demográficos. Assim, ao propor ‘legislações subnacionais’ que criam regras próprias de imunização, deputados estaduais e vereadores nada mais estão fazendo que o velho populismo, que é sempre uma novidade danosa. E agindo irresponsavelmente, é bom frisar.

Com demissão de diretora administrativa, Florentino Neto se fortalece na Secretaria de Saúde (Foto: divulgação)

Descaminhos

As coisas não andam nada bem em certo condomínio de casas nos arredores de Teresina.
A coluna não cita o nome – por enquanto – porque os denunciantes estarão fazendo isso junto aos órgãos de fiscalização.
A primeira e grave ocorrência: de que o administrador é useiro em ver filmes pornôs no escritório. Até à luz do dia.

Zorra real

Outra ocorrência: não há da parte de parte dos moradores qualquer respeito ao meio ambiente. Árvores como ipê, angico branco, são derrubadas, sob pretexto de instalar energia solar.
Pior: casas são construídas sem licença.  

Fica, Florentino; fica!

A queda de braços na Secretaria de Saúde teve mais um capítulo: a demissão da diretora Administrativa Raquel Ferro. E mais que isso: marca ponto para o secretário Florentino Neto.
A diretora teria sido admitida à revelia da vontade do secretário que estaria ali para ‘moralizar’, o que significava desestabilizar a gestão do homem.

Jefferson, cai

Então, apesar de ser tido como o queridinho do governador, Jeferson Campelo, que levou Rachel, também estaria com a cabeça a prêmio.
Porque não tem mostrado a desenvoltura que “vendeu” e tem perdido todas as batalhas travadas contra o atual secretário.

“Ruim, com ele... Pior sem ele...”

O círculo íntimo do governador já admite que mudança de comando na Secretaria de Saúde, só em maio de 2022, quando Florentino se afastará para cuidar de sua campanha a deputado Federal.
E se vai procurar o substituto fora daquele vespeiro.

Indiretas

Citando Marisa Monte (‘eu sou porta-bandeira de mim – só não se perca ao entrar no meu infinito particular’), a deputada federal Margarete Coelho está jogando indiretas, certamente, quanto ao seu futuro político.

Indiretas 2    

No seu perfil, nas redes sociais, Margô copia, erradamente trecho da letra de ‘Infinito Particular’, de Marisa, Arnaldo Antues e Antônio Carlos Freitas e dá o seu recado: “cuidado para não se perderem ao ‘entrar’ no meu infinito particular”.

Para quem?

Na letra Marisa dá um recado “vem cara, me repara”... “vem cara, se declara...” “vem cara, não tenha medo”.
Na mensagem de Margarete, não se sabe para quem ela estaria mandando o recado.
Para Ciro Nogueira? Para Wellington Dias?

O seu dilema

Seria mais fácil se entender que a deputada federal estaria num grande dilema: ficar no PP sem as benesses do governo do PT ou continuar no governo estadual sem o PP e o que pode tirar do governo federal através do partido comandado pelo senador.

Os farmacistas

Quem leu o comentário da coluna certamente deve lembrar de uma ou mais propostas de regras formais (leis, decretos, portarias) para furar a fila da vacinação, mas nenhuma foi mais “original” que a que abriu vagas para os farmacistas, em Piracurura.

Cara de pau

O que se deu nesta cidade do Norte do Piauí, a 240 km de Teresina, é um desses acintes inaceitáveis: o dono de uma farmácia colocou na lista de vacinação 60 pessoas. Com toda cara de pau conseguiu vacinar algumas pessoas de sua imensa relação.

Mentira cabeluda

Se alguém disser a você que existe uma farmácia com 60 empregados em Piracuruca ou em qualquer outra cidade do Piauí, obviamente que se poderá responder, na lata, que a pessoa mente.
Mas em Piracuruca parece que essa mentira cabeluda colou.

Cara de madeira

Mas a lista de quem fura a fila da vacina é imensa, do tamanho da população de uma cidade do porte de Novo Santo Antônio (3.003 moradores).
Só que ninguém fala no assunto, embora a relação dos fura-filas já seja do conhecimento do Ministério Público Estadual.

Os mortos

O Brasil atingiu ontem 400 mil óbitos em decorrência da covid-19. Para que se tenha uma melhor visão de grandeza desta tragédia, pode-se dizer que as mortes correspondem a quase metade da população de Teresina ou a soma das populações de Parnaíba (153.382), Picos (78.431), Piripiri (63.787) Floriano (60.025) e União (44.569).

Os caixões

Em um contrato emergencial com dispensa de licitação, a Prefeitura de Teresina está comprando R$ 461 mil em urnas funerárias.
A empresa fornecedora atende pelo nome de Eterna Serviços Póstumos.

Kakay

Rolou uma treta no Manhattan Conection, o programa que a Globo News tirou de sua grade a agora se agasalha na emissora de TV pública de São Paulo, a TV Cultura.
O criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, foi xingado por Diogo Mainardi ao final da edição. O sinal sonoro de um bip substituiu o final da frase vai tomar no …

Golpe mortal

O retorno às aulas presenciais – em qualquer escola – sem as condições sanitárias que se exige, seria o mesmo que abrir mais covas para inocentes e para os que eles podem contaminar.
O piauiense precisa pressionar seus três senadores para que não votem o retorno das aulas presenciais.

Deu ruim

O Ministério Público do Piauí instaurou procedimento para apurar aglomeração intensa durante pré-inauguração da loja Havan na última segunda-feira (26) em Teresina.
Vídeos que circulam nas redes sociais mostram um grande tumulto de funcionários. Nas imagens é possível observar que não houve distanciamento social entre eles.

Estudantes vacinados

Entre as vacinas destinadas para os trabalhadores da saúde, a Secretaria de encaminhou doses para estudantes que fazem internato ou estágio supervisionado curricular.
As doses disponibilizadas devem contemplar os estudantes da Uespi, UFDPar, IESVP e São Camilo, em Teresina e no interior.

Conta de energia

Em vídeo, o senador Ciro Nogueira afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) vai votar a decisão que retira o ICMS do cálculo do PIS e Confins. Com isso, o Piauí poderá ser beneficiado com uma redução de 17% na conta de energia elétrica.

CPI Covid no Piauí

A deputada estadual Teresa Britto (PV) anunciou que está preparando um requerimento para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Governo do Estado acerca dos recursos destinados ao enfrentamento da covid-19 no Piauí.

Para, Teresa, Para!

Com 26 dos 30 deputados mamando nas tetas gordas de Wellington Dias, ops, do governo petista, aposta-se 100 por 1, como nunca, jamais, Teresa Britto conseguirá aprovar requerimento para a formação dessa CPI.

Dificuldades

Se insistir nessa tolice, Teresa vai criar as dificuldades para muitos deputados governistas venderem facilidades e, com isso, mamarem mais e mais.

UFPI sustentável

A UFPI ficou em terceiro lugar no Nordeste no Impact Ranking 2021, que classifica as universidades mais sustentáveis. O ranking é elaborado pela Times Higher Education (THE) e destaca as práticas que levam bem-estar à comunidade universitária e tem preocupação sustentável.
No Brasil, a UFPI também ficou bem: é a 19ª colocada.

Meio ambiente

Na questão ambiental, a UFPI vai mais longe: está finalizando um arrojado projeto de Parque Ambiental, envolvendo área de 56 hectares em pleno Campus da Ininga. O projeto foca na preservação ambiental e também na pesquisa acadêmica e no lazer do teresinense.
O reitor Gildásio Guedes agora quer um padrinho para a proposta.

Testes em animais

Começa hoje a fase de testes em animais da técnica que permite o compartilhamento de respiradores mecânicos. Os testes são uma esperança e tanto diante de situações críticas como as que vivemos agora em tempos de pandemia. Os testes começam nesta sexta à tarde, no Hospital Veterinário da UFPI.
A Saúde do Brasil inteiro está torcendo.

Ping-Pong
Uma torcida de segunda

Ao comentar, como tem sido recorrente, uma postagem do jornalista Cláudio Barros, na qual ele diz que Wellington Dias e Dr. Pessoa não fazem reformas, mas puxadinhos para abrigar aliados, o vice-prefeito Robert Rios disse que “o Ciro vai gostar dessa”. Um historiador, Rodrigo Caetano, não gostou da resposta de Cláudio a Robert.

Cláudio (em resposta): “Ele (Ciro) a torcida do Flamengo e meia Teresina”.
Rodrigo Caetano: “Mermão, tire o meu Mengão disso. Fale do Vasco... combina mais”.
Cláudio: “Mas a torcida do Vasco está ficando igual ao eleitorado do atual prefeito de Teresina: cada vez menor!
Rodrigo: “Mas o Vasco, como você bem sabe, é time de segunda”.
Cláudio: Pois num é!”

Expressas

Para realização do Plano Estratégico Municipal da Agenda 2030, a Secretaria Municipal de Planejamento deverá aplicar R$ 562.250,27.

A deputada estadual Lucy Soares (Progressistas) afirmou que teve seu número de celular pessoal clonado.

A parlamentar pediu para os amigos ignorarem as mensagens e conteúdos enviados pelos criminosos.

A colinha do senador Reeleição nas Assembleias