1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. A fênix do Dr. Pessoa
Publicidade

A fênix do Dr. Pessoa

Quando assumiu o cargo de secretário municipal de Finanças, em janeiro de 2021, Robert Rios informou que a Eturb, uma massa falida, tinha inacreditáveis gastos com pessoal terceirizado enquanto cedia pessoal efetivo de seus quadros para outros órgãos da administração pública. Mas a Eturb, falida, ganhou a condição de uma fênix na administração do Dr. Pessoa – que resolveu colocar lá o filho, João Duarte, o Pessoinha. Em 30 de setembro de 2021, o mesmo Robert que se espantava com uma Eturb falida que gastava demais com pessoal terceirizado (na gestão anterior à dele), foi signatário do decreto Nº 21.534 que abriu crédito suplementar de R$ 1.295.507,06 para administração da ressuscitada estatal municipal, dos quais R$ 295.507,06 para custear seu funcionamento e R$ 1.000.000,00 para asfaltamento. Era o começo da ressurreição da fênix administrativa pessoana, que foi turbinada com milionários contratos de asfaltamento, atribuição para cuidar de regularização fundiária e, a joia da coroa, a venda eletrônica de créditos para uso no sistema de transporte coletivo da cidade – que não funciona, mas segue vendendo passagens a quem não pode transportar. Bem, agora, a cordata Câmara Municipal de Teresina, aprovou projeto de lei enviado por Dr. Pessoa, que ele próprio sancionou ontem, transformando-o na Lei Municipal número 5.749, autorizando o prefeito a abrir crédito especial ao orçamento vigente, em favor da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb) no valor de R$ 30 milhões. Esse aporte a maior eleva a R$ 96 milhões o orçamento da estatal – mais, por exemplo, que o orçamento da Câmara Municipal, que se contentou com R$ 92 milhões no orçamento municipal deste ano.

O médico Pedro Almeida, sua esposa Aldeni, a governadora Regina Sousa e o desembargador Arnaldo Boson na solenidade especial da entrega de títulos de cidadania 

Kit combustível

No governo Wellington Dias ocorria todo tipo de negócios. Para não dizer malandragens com recursos públicos. 
Até emenda para compra de combustíveis saltava aos olhos. 
Uma, de Fábio Xavier, disponibiliza mais de R$ 300 mil para compra de combustível para a polícia em cidade do interior.
Esquisito. Além de shows eles se desdobram até na gasolina. 

O dinheiro da fênix

Os colunistas substitutos não entendem muito de matéria orçamentária, por isso estão um tanto quanto confusos pela sanção da Lei Municipal 5.749, que turbinou em R$ 30 milhões o orçamento da ex-falida da Eturb.
O dinheiro vai servir, segundo um quadro de detalhamento para a administração da bilhetagem eletrônica.

Como? Como?

Aí quando o quadro vai para as especificidades, a maior parte da dinheirama se destinará a serviços terceirizados de pessoa jurídica, R$ 22,720 milhões – o que parece indicar que a Eturb vai repassar uma montanha dinheiro para uma empresa que vai fazer o serviço.
Não é por nada não, mas tem caroço nesse angu.

E o TCE?

Será que no TCE tem gente de melhor cabeça para números que os colunistas substitutos. 
Para confirmar ou negar a desconfiança de que essas contas da eturb tem cheiro de mofo. 

Dinheiro e burocracia

Dr. Pessoa assinou ontem o Decreto número 22.486 que abre crédito suplementar no orçamento municipal de R$ 6 milhões em favor da Secretaria de Finanças.
Para que a Semf recebesse esse aporte de recursos, foram anuladas dotações orçamentárias em igual valor destinadas à construção da segunda ponte  - Pacto Pela Mobilidade – pela SAAD Norte.

Casamento e o menino

O casamento de Lula e Janja, ocorrido ontem, não teve a presença do candidato petista ao Palácio de Karnak, Rafael Fonteles.
E olha que o ex-secretário de Fazenda vende aqui a imagem de que é o “menino do Lula”.
Mas pensando bem, faz até sentido: o casamento foi à noite e meninos não vão a festas de adultos, né?

Wellington

Noticiou-se ontem que Wellington Dias foi ao casamento do ex-presidente com a socióloga Rosângela Silva. Mas ele foi só. 
Aliás, o ex-governador já tinha até convidado Lula e a noiva para se casarem no Piauí. 

Solo

Não consta que o convite àquele que Lula chama de o “índio mais sabido do Brasil” tenha sido extensivo à deputada federal Rejane Dias, esposa do ex-governador.
Ela não foi vista nas fotos. 

Nem o Suplicy

Mas Rejane nem deve fazer muxoxo porque gente mais importante, como Eduardo Suplicy também não foi. 
E disse a mídia que isso não o abalava.   

Regina

Quem também não entrou na lista de convidados do ex-presidente foi a governadora Regina Sousa.
Ontem, a agenda oficial dela indicou diversos despachos internos, sendo o último com Rejane Tavares, secretária de Planejamento e esposa d deputado estadual Francisco Lima, do PT.

Investigação

Ontem, Regina Sousa esteve na Assembleia Legislativa, quando da entrega do titulo de cidadão piauiense para o desembargador do Trabalho, Arnaldo Boson Paes.
A governadora disse a jornalistas que se houver erros na execução do Programa de Alfabetização de Jovens e adultos não será ela quem vai passar a mão na cabeça de quem errou.

Cidadãos piauienses

O desembargador Arnaldo Boson Paes e o médico Pedro Almeida da Silva, baianos de Campo Alegre de Lourdes, receberam ontem  o título de Cidadão Piauiense. 
A coluna já disse que para ser piauiense Boson nem precisaria desse título.  Ele tem uma bela folha de serviços prestados ao estado. 

Autoridades

A honraria foi entregue em sessão especial no Plenário da Assembléia Legislativa presidida por Themistocles Filho e contou com a presença da governadora do Piauí, Regina Sousa e de autoridades do executivo, judiciário, amigos e familiares dos homenageados. 

Discurso forte

O discurso do desembargador Boson, ao descrever as riquezas, a história e a cultura do Piauí, encantou e emocionou autoridades, amigos e familiares. 
Boson fez uma dura crítica aos arroubos populistas e autoritários que hoje ameaçam a democracia brasileira e suas instruções. 

Fora dos eixos

“O dia é de celebração. Mas não podemos desconhecer que o tempo está fora dos eixos. É grave o momento que vive a Nação. A democracia e suas instituições estão debaixo do fogo cerrado de forças populistas e autoritárias, que desejam destruí-las”, pontuou. 

Defesa das instituições

“São as instituições que nos ajudam a preservar a decência, a dignidade e os direitos. Elas não se protegem a si mesmas. Elas precisam da nossa ajuda. Defender as instituições da democracia, como o Poder Judiciário, o Parlamento e a imprensa, é defender as gerações do futuro”. 

Resistência à tirania

Por fim, Arnaldo Boson destacou: “A história não se repete, mas ensina. O Piauí é exemplo de resistência à tirania.  Nessas horas de ameaças autoritárias, é necessário recordar a bravura e a luta heroica do povo piauiense, com o histórico exemplo da Batalha do Jenipapo."

Cena terrível

Seguranças do Teresina Shopping aparecem em vídeo chutando uma pessoa.
Qualquer que tenha sido o motivo, não justifica a agressão.

Ping-pong

Os vendedores de carros

Defensor de vários puxadores de carro na década de 70, o advogado Antônio Dias determina a seu estagiário Miguel Dias, que crie uma pasta com as petições sobre o assunto e, para ninguém saber, a identifique com os números 171, que no Código Penal, é o artigo que trata do crime de estelionato. Certo dia, ao receber várias pessoas acusadas de roubo de carros, Antônio Dias chama Miguel.
Antônio: “Traga a pasta 171...”
Miguel (já esquecido): “É aquela dos puxadores de carro?”
Antônio: “Não, é a dos vendedores de carros irregulares”.
 
Originalmente publicado em 22 de fevereiro de 2011.

Expressas

O prefeito Alvimar, de Pedro II, está há uma semana hospitalizado. Tratando um melanoma.

A Sesapi informou que o Piauí registrou aumento de 745,6% nos casos de dengue e de 5.112,9% nos casos de chikungunya. Os dados são da 19° semana epidemiológica. 

A PRF resgatou 79 menores em situação de vulnerabilidade na operação Aparador 27, no Piauí. 

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Quando assumiu o cargo de secretário municipal de Finanças, em janeiro de 2021, Robert Rios informou que a Eturb, uma massa falida, tinha inacreditáveis gastos com pessoal terceirizado enquanto cedia pessoal efetivo de seus quadros para outros órgãos da administração pública. Mas a Eturb, falida, ganhou a condição de uma fênix na administração do Dr. Pessoa – que resolveu colocar lá o filho, João Duarte, o Pessoinha. Em 30 de setembro de 2021, o mesmo Robert que se espantava com uma Eturb falida que gastava demais com pessoal terceirizado (na gestão anterior à dele), foi signatário do decreto Nº 21.534 que abriu crédito suplementar de R$ 1.295.507,06 para administração da ressuscitada estatal municipal, dos quais R$ 295.507,06 para custear seu funcionamento e R$ 1.000.000,00 para asfaltamento. Era o começo da ressurreição da fênix administrativa pessoana, que foi turbinada com milionários contratos de asfaltamento, atribuição para cuidar de regularização fundiária e, a joia da coroa, a venda eletrônica de créditos para uso no sistema de transporte coletivo da cidade – que não funciona, mas segue vendendo passagens a quem não pode transportar. Bem, agora, a cordata Câmara Municipal de Teresina, aprovou projeto de lei enviado por Dr. Pessoa, que ele próprio sancionou ontem, transformando-o na Lei Municipal número 5.749, autorizando o prefeito a abrir crédito especial ao orçamento vigente, em favor da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb) no valor de R$ 30 milhões. Esse aporte a maior eleva a R$ 96 milhões o orçamento da estatal – mais, por exemplo, que o orçamento da Câmara Municipal, que se contentou com R$ 92 milhões no orçamento municipal deste ano.

O médico Pedro Almeida, sua esposa Aldeni, a governadora Regina Sousa e o desembargador Arnaldo Boson na solenidade especial da entrega de títulos de cidadania 

Kit combustível

No governo Wellington Dias ocorria todo tipo de negócios. Para não dizer malandragens com recursos públicos. 
Até emenda para compra de combustíveis saltava aos olhos. 
Uma, de Fábio Xavier, disponibiliza mais de R$ 300 mil para compra de combustível para a polícia em cidade do interior.
Esquisito. Além de shows eles se desdobram até na gasolina. 

O dinheiro da fênix

Os colunistas substitutos não entendem muito de matéria orçamentária, por isso estão um tanto quanto confusos pela sanção da Lei Municipal 5.749, que turbinou em R$ 30 milhões o orçamento da ex-falida da Eturb.
O dinheiro vai servir, segundo um quadro de detalhamento para a administração da bilhetagem eletrônica.

Como? Como?

Aí quando o quadro vai para as especificidades, a maior parte da dinheirama se destinará a serviços terceirizados de pessoa jurídica, R$ 22,720 milhões – o que parece indicar que a Eturb vai repassar uma montanha dinheiro para uma empresa que vai fazer o serviço.
Não é por nada não, mas tem caroço nesse angu.

E o TCE?

Será que no TCE tem gente de melhor cabeça para números que os colunistas substitutos. 
Para confirmar ou negar a desconfiança de que essas contas da eturb tem cheiro de mofo. 

Dinheiro e burocracia

Dr. Pessoa assinou ontem o Decreto número 22.486 que abre crédito suplementar no orçamento municipal de R$ 6 milhões em favor da Secretaria de Finanças.
Para que a Semf recebesse esse aporte de recursos, foram anuladas dotações orçamentárias em igual valor destinadas à construção da segunda ponte  - Pacto Pela Mobilidade – pela SAAD Norte.

Casamento e o menino

O casamento de Lula e Janja, ocorrido ontem, não teve a presença do candidato petista ao Palácio de Karnak, Rafael Fonteles.
E olha que o ex-secretário de Fazenda vende aqui a imagem de que é o “menino do Lula”.
Mas pensando bem, faz até sentido: o casamento foi à noite e meninos não vão a festas de adultos, né?

Wellington

Noticiou-se ontem que Wellington Dias foi ao casamento do ex-presidente com a socióloga Rosângela Silva. Mas ele foi só. 
Aliás, o ex-governador já tinha até convidado Lula e a noiva para se casarem no Piauí. 

Solo

Não consta que o convite àquele que Lula chama de o “índio mais sabido do Brasil” tenha sido extensivo à deputada federal Rejane Dias, esposa do ex-governador.
Ela não foi vista nas fotos. 

Nem o Suplicy

Mas Rejane nem deve fazer muxoxo porque gente mais importante, como Eduardo Suplicy também não foi. 
E disse a mídia que isso não o abalava.   

Regina

Quem também não entrou na lista de convidados do ex-presidente foi a governadora Regina Sousa.
Ontem, a agenda oficial dela indicou diversos despachos internos, sendo o último com Rejane Tavares, secretária de Planejamento e esposa d deputado estadual Francisco Lima, do PT.

Investigação

Ontem, Regina Sousa esteve na Assembleia Legislativa, quando da entrega do titulo de cidadão piauiense para o desembargador do Trabalho, Arnaldo Boson Paes.
A governadora disse a jornalistas que se houver erros na execução do Programa de Alfabetização de Jovens e adultos não será ela quem vai passar a mão na cabeça de quem errou.

Cidadãos piauienses

O desembargador Arnaldo Boson Paes e o médico Pedro Almeida da Silva, baianos de Campo Alegre de Lourdes, receberam ontem  o título de Cidadão Piauiense. 
A coluna já disse que para ser piauiense Boson nem precisaria desse título.  Ele tem uma bela folha de serviços prestados ao estado. 

Autoridades

A honraria foi entregue em sessão especial no Plenário da Assembléia Legislativa presidida por Themistocles Filho e contou com a presença da governadora do Piauí, Regina Sousa e de autoridades do executivo, judiciário, amigos e familiares dos homenageados. 

Discurso forte

O discurso do desembargador Boson, ao descrever as riquezas, a história e a cultura do Piauí, encantou e emocionou autoridades, amigos e familiares. 
Boson fez uma dura crítica aos arroubos populistas e autoritários que hoje ameaçam a democracia brasileira e suas instruções. 

Fora dos eixos

“O dia é de celebração. Mas não podemos desconhecer que o tempo está fora dos eixos. É grave o momento que vive a Nação. A democracia e suas instituições estão debaixo do fogo cerrado de forças populistas e autoritárias, que desejam destruí-las”, pontuou. 

Defesa das instituições

“São as instituições que nos ajudam a preservar a decência, a dignidade e os direitos. Elas não se protegem a si mesmas. Elas precisam da nossa ajuda. Defender as instituições da democracia, como o Poder Judiciário, o Parlamento e a imprensa, é defender as gerações do futuro”. 

Resistência à tirania

Por fim, Arnaldo Boson destacou: “A história não se repete, mas ensina. O Piauí é exemplo de resistência à tirania.  Nessas horas de ameaças autoritárias, é necessário recordar a bravura e a luta heroica do povo piauiense, com o histórico exemplo da Batalha do Jenipapo."

Cena terrível

Seguranças do Teresina Shopping aparecem em vídeo chutando uma pessoa.
Qualquer que tenha sido o motivo, não justifica a agressão.

Ping-pong

Os vendedores de carros

Defensor de vários puxadores de carro na década de 70, o advogado Antônio Dias determina a seu estagiário Miguel Dias, que crie uma pasta com as petições sobre o assunto e, para ninguém saber, a identifique com os números 171, que no Código Penal, é o artigo que trata do crime de estelionato. Certo dia, ao receber várias pessoas acusadas de roubo de carros, Antônio Dias chama Miguel.
Antônio: “Traga a pasta 171...”
Miguel (já esquecido): “É aquela dos puxadores de carro?”
Antônio: “Não, é a dos vendedores de carros irregulares”.
 
Originalmente publicado em 22 de fevereiro de 2011.

Expressas

O prefeito Alvimar, de Pedro II, está há uma semana hospitalizado. Tratando um melanoma.

A Sesapi informou que o Piauí registrou aumento de 745,6% nos casos de dengue e de 5.112,9% nos casos de chikungunya. Os dados são da 19° semana epidemiológica. 

A PRF resgatou 79 menores em situação de vulnerabilidade na operação Aparador 27, no Piauí. 

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Pedaladas e irresponsabilidades Programa fake de alfabetização