1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. A secretaria das irregularidades
Publicidade

A secretaria das irregularidades

Nunca como agora, após a passagem da senhora Rejane Dias pela pasta, a Secretaria de Educação do Piauí tinha sido esse terreno fértil para práticas administrativas suspeitas – para dizer o mínimo. Em sua passagem pela Seduc, ao que parece a esposa de Wellington Dias deixou por lá a gênese das malfeitorias, mas é possível que não apenas ela tenha dado essa contribuição para o achincalhe em que a secretaria veio a se transformar. Ela é apenas a pessoa de maior destaque no rol das malfeitorias e, protegida pelo mandato de deputado federal, tem estado longe da parte mais visível da famosa Operação Topique, que investiga desvios de R$ 120 milhões de recursos desviados do transporte escolar. O sucessor da esposa do ex-governador e candidato petista a senador, Helder Jacobina, seguiu a trilha das malfeitorias e até foi acusado de receber um carro como resultado de propina. Mas antes de Rejane e de Jacobina se aproximarem perigosamente do fogo com seus vastos rabos de palha, caminham à beira do abismo das irregularidades os ex-secretários Antônio José Medeiros e José Barros, ambos condenados em primeira instância por improbidade administrativa. Agora, mesmo que não esteja diretamente sob investigação, Ellen Gera, um profissional de tecnologia da informação, responde pelo todo irregular e politiqueiro  Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos, cuja modelagem parece ter sido pensada para o cometimento de ilicitudes, com entidades fantasmas ou sem endereços para funcionamento e matricula de alunos mortos em salas de letramento. Gera fecha um ciclo de cinco titulares da Seduc com a mancha das malfeitorias em seus currículos. Isso é praticamente um recorde.

Regina Sousa tem assumido questões delicadas e comprometedoras remanescentes da gestão de Wellington Dias 

Todos sabem quem é ele

Rápido como um foguete: todo mundo já sabia quem é o advogado assessor do palácio de Karnak que não exerce a função, mas a de lobista. Os colunistas substitutos porém, deixam de citar o nome dele até decisão da governadora, quando tornada pública.   
Ontem, uma fonte karnakeana informou que Regina tomará providências. 

Herança maldita

O que se diz é que a governadora terá de conversar antes ao pé de ouvido com Wellington Dias, porque o rapaz-lobista seria herança da gestão de Dias. 
Que aliás, já o teve até como assessor no Senado - sem ir lá. 

Jogo de pressão

Tá todo mundo, inclusive muita gente dentro do PT, dizendo que Wellington Dias vai deixar Regina Sousa com tantos problemas, após o governo, que ela correrá o risco de passar muito tempo indo de delegacia em delegacia para explicar possíveis ilegalidades. 
Que certamente não terá ela cometido. 

O interestadual

Mas o que dizem tanto nas cercanias do Palácio de Karnak quanto nos outros poderes é que tem um colega desse “assessor” que agora está atacando é fora do Piauí. 
É aquele “assessor” que ganha todas, que não advoga, mas faz bonito o papel, e que adora ostentar amizades daqui e de Brasília. 

Big Brother

Ele foi visto saindo de gabinetes de empresários no eixo Rio e São Paulo recebendo pelo que se decidiu por estas bandas. E parece que se deu muito bem.
Vejam o carrão que o tipo passou a circular na cidade.  

Diamante

Mas é até compreensível que tal sujeito ganhe tanto e ostente carro a partir de R$ 800 mil, mansão em condomínio de luxo, lanchas e avião. 
O esperto mexe até com mina de diamante. 

Cara preta

Tá difícil a vida do deputado estadual Fábio Xavier. Depois da denúncia do O Globo de que o deputado torrou considerável fortuna do fundo Partidário com gente da família, a imagem eleitoral do deputado ficou um tanto chamuscada.
Aliados dele informaram aos colunistas substitutos que até agora, desde a última eleição, não viram um tostão do PL. 
E vão debandar. 

Memória

A morte da professora Sueli Rodrigues, aos 58 anos, ontem, em Teresina, cria um desses vazios na qualidade da política, na ética, na presença firme e forte de uma mulher segura de suas ideias e convicções.
Uma perda como essa é difícil de ser reparada. 

Memória

Que sirva a memória de Sueli, então, como estimulo e terreno fértil para inspirar mais mulheres na política.

Coisa D’Cumê

A Seduc tem programa que alfabetiza defuntos e comprou livro em uma empresa que tem entre suas atividades serviços de pedicure. Ontem, o jornalista Efrem Ribeiro, da TV Piauí, revelou que a empresa JR. Gomes Ltda. também tem uma rede de venda de hamburger chamada Nordestino Coisa D’Cumê.
Parece que alguém teve outra coisa de comer, uma propina, quem sabe.

O preço do livro

O valor total da compra de exemplares do livro “Redação no ENEM, da tese à intervenção", de Jardson Brito, numa empresa que vende hamburger e cuida dos pés dos outros, foi de R$ 1.611.855,00.
O valor por exemplar, “com desconto” foi de R$ 135,00, já que o “preço original” foi de R$ 185,00.

Estante virtual

Os colunistas substitutos gostam de comprar livros pela internet em sites como a Estante Virtual. Lá, um exemplar usado de “Redação no ENEM, da tese à intervenção” está custando entre R$ 24,90 e R$ 28.
Fica difícil acreditar que possa custar R$ 135 “com desconto”.

Alô!!!!

Algum promotor de justiça do operoso MP do Piauí está atento a essa compra? 

Porta da rua

Dotô Pessoa sonhou em fazer uma terceira via, mas desastrado que é tentou dar o giro e deu com as fuças no jirau.
Ontem, estava desistindo metade dos candidatos que ele conseguiu amealhar para a chapa de deputado federal de sua donataria partidária.

Dinheiro

Os candidatos a deputado federal pelo Republicanos receberam a garantia de que teriam dinheiro do fundo partidário para tocar as suas campanhas. 
O negócio parece que não prosperou e o pessoal quer dar no pé.
Pior para a deputada Marina Santos, que pode ficar num palanque que não se sustenta de pé.

Ativo tóxico

Robert Rios, vice-prefeito de Teresina e certamente com menos votos do que tinha dois anos atrás, vai votar em Rafael Fonteles para governador. 
Em relação ao candidato a governador Silvio Mendes, Robert só tem palavras ásperas de “desapoio” ao ex-prefeito.

Agradecimento

Amigos de Sílvio estão pensando em pedir que ele mande um cartão de agradecimento a Robert por não apoiá-lo.

Vem, Enzo!

O PDT fechou com Sílvio Mendes e Joel Rodrigues, terá o primeiro suplente do candidato a senador pelo PP, mas ainda não conta com o apoio do vereador Enzo Samuel, presidente eleito da Câmara Municipal de Teresina.
Samuel está sendo sondado para apoiar Joel Rodrigues e a ponte da conversação é Charles Silveira, candidato a primeiro suplente.

The tour

R$ 512.255,04 é o valor que a Secretaria de Turismo do Piauí vai gastar em uma ação calçamentista em Teresina.
A Setur vai torrar R$ 684.184,56 pavimentando ruas em Beneditinos; R$1.041.390,83 para calçametismos em Regeneração e R$ 1.433.854,18 em Sebastião Barrros.
Haja turismo pelo voto.

Terreiro

Filho de “especialista em estradas” especialistazinho em asfalto é. Que o diga Castro Neto, candidato a deputado federal pelo PSD, filho do senador Marcelo Castro, do MDB.
A autarquia que ele dirigia, o DER, vai pavimentar um trecho rodoviário entre Fartura do Piauí e Dirceu Arcoverde, com 24,85 km a um custo de R$ 1.904.981,49.
A região é terreiro eleitoral da família do candidato.

Olho vivo

Seria bom que um ativo promotor de justiça da região desse uma caminhada nessa estrada após as eleições. 
Para ver se ela não se desmanchou de agora até lá. 

Olha, olha

O Tribunal de Contas do Estado deveria olhar com acuidade essa onda de confissões de dívidas no âmbito da Secretaria da Saúde do Piauí. Dezenas toda semana, somando milhões de reais.
Não parece ser um movimento normal.

Ping-pong 

Brigas diminutivas

Está no livro 'Falem mal, mas falem de mim' de Zózimo Tavares. O governador Alberto Silva e o senador Hugo Napoleão trocam farpas através da imprensa. Hugo Napoleão na Oposição, atira pedradas nos principais projetos do Governo estadual, comandado por Alberto Silva.
O repórter: "E aí, senador, que avaliação o senhor faz do Governo do Estado?"
Hugo: "Evidentemente que eu não posso considerar bom um Governo que só se preocupa com barquinho, trenzinho e parquinho".
O repórter (já entrevistando Alberto Silva): "Governador, o que o senhor achou das críticas ao navio do sal, ao metrô e ao parque
Poticabana?

Alberto: "Eu não vou perder meu tempo com um senadorzinho".

Expressas 

A Prefeitura Municipal de Teresina deu início às inscrições para o cadastramento do Auxílio-Taxista, um benefício do governo federal que será pago aos motoristas de táxi. Todas as prefeituras do país têm até o próximo domingo (31) para registrar àqueles que estão aptos a receber o auxílio financeiro.

O novo Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT-PI), Téssio da Silva Tôrres, tomará posse no cargo em uma sessão solene na próxima quinta-feira (28), às 9h.

O Piauí registrou 761 ocorrências de queimadas próximas à rede elétrica no primeiro semestre de 2022. Teresina (350), Picos (34), Parnaíba (32) e Nazária (24) foram as cidades que mais registraram focos de incêndio nos últimos seis meses.

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Nunca como agora, após a passagem da senhora Rejane Dias pela pasta, a Secretaria de Educação do Piauí tinha sido esse terreno fértil para práticas administrativas suspeitas – para dizer o mínimo. Em sua passagem pela Seduc, ao que parece a esposa de Wellington Dias deixou por lá a gênese das malfeitorias, mas é possível que não apenas ela tenha dado essa contribuição para o achincalhe em que a secretaria veio a se transformar. Ela é apenas a pessoa de maior destaque no rol das malfeitorias e, protegida pelo mandato de deputado federal, tem estado longe da parte mais visível da famosa Operação Topique, que investiga desvios de R$ 120 milhões de recursos desviados do transporte escolar. O sucessor da esposa do ex-governador e candidato petista a senador, Helder Jacobina, seguiu a trilha das malfeitorias e até foi acusado de receber um carro como resultado de propina. Mas antes de Rejane e de Jacobina se aproximarem perigosamente do fogo com seus vastos rabos de palha, caminham à beira do abismo das irregularidades os ex-secretários Antônio José Medeiros e José Barros, ambos condenados em primeira instância por improbidade administrativa. Agora, mesmo que não esteja diretamente sob investigação, Ellen Gera, um profissional de tecnologia da informação, responde pelo todo irregular e politiqueiro  Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos, cuja modelagem parece ter sido pensada para o cometimento de ilicitudes, com entidades fantasmas ou sem endereços para funcionamento e matricula de alunos mortos em salas de letramento. Gera fecha um ciclo de cinco titulares da Seduc com a mancha das malfeitorias em seus currículos. Isso é praticamente um recorde.

Regina Sousa tem assumido questões delicadas e comprometedoras remanescentes da gestão de Wellington Dias 

Todos sabem quem é ele

Rápido como um foguete: todo mundo já sabia quem é o advogado assessor do palácio de Karnak que não exerce a função, mas a de lobista. Os colunistas substitutos porém, deixam de citar o nome dele até decisão da governadora, quando tornada pública.   
Ontem, uma fonte karnakeana informou que Regina tomará providências. 

Herança maldita

O que se diz é que a governadora terá de conversar antes ao pé de ouvido com Wellington Dias, porque o rapaz-lobista seria herança da gestão de Dias. 
Que aliás, já o teve até como assessor no Senado - sem ir lá. 

Jogo de pressão

Tá todo mundo, inclusive muita gente dentro do PT, dizendo que Wellington Dias vai deixar Regina Sousa com tantos problemas, após o governo, que ela correrá o risco de passar muito tempo indo de delegacia em delegacia para explicar possíveis ilegalidades. 
Que certamente não terá ela cometido. 

O interestadual

Mas o que dizem tanto nas cercanias do Palácio de Karnak quanto nos outros poderes é que tem um colega desse “assessor” que agora está atacando é fora do Piauí. 
É aquele “assessor” que ganha todas, que não advoga, mas faz bonito o papel, e que adora ostentar amizades daqui e de Brasília. 

Big Brother

Ele foi visto saindo de gabinetes de empresários no eixo Rio e São Paulo recebendo pelo que se decidiu por estas bandas. E parece que se deu muito bem.
Vejam o carrão que o tipo passou a circular na cidade.  

Diamante

Mas é até compreensível que tal sujeito ganhe tanto e ostente carro a partir de R$ 800 mil, mansão em condomínio de luxo, lanchas e avião. 
O esperto mexe até com mina de diamante. 

Cara preta

Tá difícil a vida do deputado estadual Fábio Xavier. Depois da denúncia do O Globo de que o deputado torrou considerável fortuna do fundo Partidário com gente da família, a imagem eleitoral do deputado ficou um tanto chamuscada.
Aliados dele informaram aos colunistas substitutos que até agora, desde a última eleição, não viram um tostão do PL. 
E vão debandar. 

Memória

A morte da professora Sueli Rodrigues, aos 58 anos, ontem, em Teresina, cria um desses vazios na qualidade da política, na ética, na presença firme e forte de uma mulher segura de suas ideias e convicções.
Uma perda como essa é difícil de ser reparada. 

Memória

Que sirva a memória de Sueli, então, como estimulo e terreno fértil para inspirar mais mulheres na política.

Coisa D’Cumê

A Seduc tem programa que alfabetiza defuntos e comprou livro em uma empresa que tem entre suas atividades serviços de pedicure. Ontem, o jornalista Efrem Ribeiro, da TV Piauí, revelou que a empresa JR. Gomes Ltda. também tem uma rede de venda de hamburger chamada Nordestino Coisa D’Cumê.
Parece que alguém teve outra coisa de comer, uma propina, quem sabe.

O preço do livro

O valor total da compra de exemplares do livro “Redação no ENEM, da tese à intervenção", de Jardson Brito, numa empresa que vende hamburger e cuida dos pés dos outros, foi de R$ 1.611.855,00.
O valor por exemplar, “com desconto” foi de R$ 135,00, já que o “preço original” foi de R$ 185,00.

Estante virtual

Os colunistas substitutos gostam de comprar livros pela internet em sites como a Estante Virtual. Lá, um exemplar usado de “Redação no ENEM, da tese à intervenção” está custando entre R$ 24,90 e R$ 28.
Fica difícil acreditar que possa custar R$ 135 “com desconto”.

Alô!!!!

Algum promotor de justiça do operoso MP do Piauí está atento a essa compra? 

Porta da rua

Dotô Pessoa sonhou em fazer uma terceira via, mas desastrado que é tentou dar o giro e deu com as fuças no jirau.
Ontem, estava desistindo metade dos candidatos que ele conseguiu amealhar para a chapa de deputado federal de sua donataria partidária.

Dinheiro

Os candidatos a deputado federal pelo Republicanos receberam a garantia de que teriam dinheiro do fundo partidário para tocar as suas campanhas. 
O negócio parece que não prosperou e o pessoal quer dar no pé.
Pior para a deputada Marina Santos, que pode ficar num palanque que não se sustenta de pé.

Ativo tóxico

Robert Rios, vice-prefeito de Teresina e certamente com menos votos do que tinha dois anos atrás, vai votar em Rafael Fonteles para governador. 
Em relação ao candidato a governador Silvio Mendes, Robert só tem palavras ásperas de “desapoio” ao ex-prefeito.

Agradecimento

Amigos de Sílvio estão pensando em pedir que ele mande um cartão de agradecimento a Robert por não apoiá-lo.

Vem, Enzo!

O PDT fechou com Sílvio Mendes e Joel Rodrigues, terá o primeiro suplente do candidato a senador pelo PP, mas ainda não conta com o apoio do vereador Enzo Samuel, presidente eleito da Câmara Municipal de Teresina.
Samuel está sendo sondado para apoiar Joel Rodrigues e a ponte da conversação é Charles Silveira, candidato a primeiro suplente.

The tour

R$ 512.255,04 é o valor que a Secretaria de Turismo do Piauí vai gastar em uma ação calçamentista em Teresina.
A Setur vai torrar R$ 684.184,56 pavimentando ruas em Beneditinos; R$1.041.390,83 para calçametismos em Regeneração e R$ 1.433.854,18 em Sebastião Barrros.
Haja turismo pelo voto.

Terreiro

Filho de “especialista em estradas” especialistazinho em asfalto é. Que o diga Castro Neto, candidato a deputado federal pelo PSD, filho do senador Marcelo Castro, do MDB.
A autarquia que ele dirigia, o DER, vai pavimentar um trecho rodoviário entre Fartura do Piauí e Dirceu Arcoverde, com 24,85 km a um custo de R$ 1.904.981,49.
A região é terreiro eleitoral da família do candidato.

Olho vivo

Seria bom que um ativo promotor de justiça da região desse uma caminhada nessa estrada após as eleições. 
Para ver se ela não se desmanchou de agora até lá. 

Olha, olha

O Tribunal de Contas do Estado deveria olhar com acuidade essa onda de confissões de dívidas no âmbito da Secretaria da Saúde do Piauí. Dezenas toda semana, somando milhões de reais.
Não parece ser um movimento normal.

Ping-pong 

Brigas diminutivas

Está no livro 'Falem mal, mas falem de mim' de Zózimo Tavares. O governador Alberto Silva e o senador Hugo Napoleão trocam farpas através da imprensa. Hugo Napoleão na Oposição, atira pedradas nos principais projetos do Governo estadual, comandado por Alberto Silva.
O repórter: "E aí, senador, que avaliação o senhor faz do Governo do Estado?"
Hugo: "Evidentemente que eu não posso considerar bom um Governo que só se preocupa com barquinho, trenzinho e parquinho".
O repórter (já entrevistando Alberto Silva): "Governador, o que o senhor achou das críticas ao navio do sal, ao metrô e ao parque
Poticabana?

Alberto: "Eu não vou perder meu tempo com um senadorzinho".

Expressas 

A Prefeitura Municipal de Teresina deu início às inscrições para o cadastramento do Auxílio-Taxista, um benefício do governo federal que será pago aos motoristas de táxi. Todas as prefeituras do país têm até o próximo domingo (31) para registrar àqueles que estão aptos a receber o auxílio financeiro.

O novo Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT-PI), Téssio da Silva Tôrres, tomará posse no cargo em uma sessão solene na próxima quinta-feira (28), às 9h.

O Piauí registrou 761 ocorrências de queimadas próximas à rede elétrica no primeiro semestre de 2022. Teresina (350), Picos (34), Parnaíba (32) e Nazária (24) foram as cidades que mais registraram focos de incêndio nos últimos seis meses.

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Agora é pra valer O PT e o etarismo