1. Colunas
  2. Carol Jericó
  3. Acordem deputados estaduais
Publicidade

Acordem deputados estaduais

Em dezembro de 2019, o Congresso Nacional aprovou a Emenda Constitucional 104 que instituiu a Polícia Penal como órgão responsável pela segurança dos estabelecimentos prisionais dos estados.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que cria a Polícia Penal do Piauí deverá ser votada na Assembleia Legislativa do Piauí. Conhecida como PEC da Polícia Penal.

Segundo o texto, os agentes penitenciários serão transformados em policiais penais, tendo assim poder de polícia dentro das unidades prisionais, mas  a regulamentação do cargo depende de cada estado.

Com tanta falta de respeito à categoria dos agentes penais, agora chamado de policiais penais, está na hora, ou já passou da hora! Para ter sido realizada a votação e ter encerrado esse chá de cadeira que vem tomando a categoria dos profissionais em questão, mas a ALEPI, infelizmente, vem se mostrando apenas um grande "playgraud " do governador Wellington Dias, aquele em que sempre há sinais de subserviência e covardia que o circundam.

Deve- se dá um ponto final nisso, a ALEPI deve ser um poder independente e não um “Puxadinho do Palácio de Karnak”, que nunca valorizou nenhuma classe, só a classe do TOMÁ-LA  da CÁ.

Os deputados estaduais precisam e devem mostrar pelo menos alguns momentos de sensatez e providenciar  a imediata aprovação dessa PEC. 

Ah, mas ainda depende de negociata e bajulação. Isso chega até ser Ridículo!

Ou faz a coisa funcionar, ou vamos viver imerso na frieza e empatia dos personagens de Dostoievski,  aqueles, que esperneiam-se e diz "Deus não existe, então eu sou Deus”...só que não.

Em dezembro de 2019, o Congresso Nacional aprovou a Emenda Constitucional 104 que instituiu a Polícia Penal como órgão responsável pela segurança dos estabelecimentos prisionais dos estados.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que cria a Polícia Penal do Piauí deverá ser votada na Assembleia Legislativa do Piauí. Conhecida como PEC da Polícia Penal.

Segundo o texto, os agentes penitenciários serão transformados em policiais penais, tendo assim poder de polícia dentro das unidades prisionais, mas  a regulamentação do cargo depende de cada estado.

Com tanta falta de respeito à categoria dos agentes penais, agora chamado de policiais penais, está na hora, ou já passou da hora! Para ter sido realizada a votação e ter encerrado esse chá de cadeira que vem tomando a categoria dos profissionais em questão, mas a ALEPI, infelizmente, vem se mostrando apenas um grande "playgraud " do governador Wellington Dias, aquele em que sempre há sinais de subserviência e covardia que o circundam.

Deve- se dá um ponto final nisso, a ALEPI deve ser um poder independente e não um “Puxadinho do Palácio de Karnak”, que nunca valorizou nenhuma classe, só a classe do TOMÁ-LA  da CÁ.

Os deputados estaduais precisam e devem mostrar pelo menos alguns momentos de sensatez e providenciar  a imediata aprovação dessa PEC. 

Ah, mas ainda depende de negociata e bajulação. Isso chega até ser Ridículo!

Ou faz a coisa funcionar, ou vamos viver imerso na frieza e empatia dos personagens de Dostoievski,  aqueles, que esperneiam-se e diz "Deus não existe, então eu sou Deus”...só que não.

Celso lidera as pesquisas! Sem fake News! Governo descumpre ordem da Justiça e juiz ameaça usar a Polícia Federal; entenda