1. Colunas
  2. Carol Jericó
  3. Jornalista Petrus está na mira da polícia!
Publicidade

Jornalista Petrus está na mira da polícia!

Vivemos no Piauí do "faz de conta", pois a polícia política deveria estar atrás das organizações criminosas, dos pedófilos das redes sociais, dos vereadores e deputados que saqueiam  os cofres públicos!

Jornalista Petrus está na mira da polícia (Foto: divulgação)

Trabalhar em prol da sociedade, mas não! O Piauí, mais especificamente a segurança pública, não está nada bem, e ainda, usa o seus poucos recursos físicos e materiais para caçar o jornalismo de opinião!

Ontem, fotos do Jornalista Arimatéia Azevedo foi vazada pelo grupo Xico Prime, o maior grupo de bandidos no WhatsApp, cadê os delegados fazer algo?

Muitos dos delegados, promotores e até desembargadores ESTÃO NO GRUPO, testemunham calúnias sendo cometidas publicamente.

Não fazem nada. Pois minha tese de polícia perseguidora à liberdade de expressão não está sozinha, vai do poder judiciário (parte) e MP e parte da polícia. 

Se eu fosse uma Deusa com poderes especiais, eu mesma fazia a extirpação do Governo Wellington Dias! Pois esse acabou e destruiu a decência das instituições públicas.

Petrus Evelyn é outro jornalista perseguido. Ele já fez mais de 30 representações no Ministério Público contra políticos corruptos, muitas dessas contra o próprio Jeová Alencar. Nenhuma virou investigação policial da Polícia Civil, mas Petrus virou investigado pela Polícia Civil após denúncia de Jeová.

Relato do jornalista perseguido no interrogatório da polícia. Clique aqui e assista ao vídeo!

Petrus Evelyn:

"No dia 21 de setembro, concedi um depoimento para a Delegacia dos Crimes de Informática por conta de uma denúncia feita contra mim pelo vereador Jeová Alencar.

Vamos aos fatos: Jeová é investigado pela Polícia Federal por compra de votos, seu principal cabo eleitoral foi preso um dia antes das eleições com dinheiro para comprar eleitores.

Quando denunciei o caso dos alugueis superfaturados, 15 dias depois da primeira publicação, Jeová mandou retirar todas as informações do site da Câmara de Vereadores.

Há diversos outros crimes que denunciei relacionados com Jeová: compras superfaturadas em empresas suspeitas, crime contra a Lei de Transparência e Lei de Acesso à Informação.

Jeová chegou a me insultar, citando o meu nome, durante uma sessão da Câmara de Vereadores."

Bem, a perseguição ao jornalismo não para! Eu, esta, jornalista e advogada, fui advogada do Petrus no dia, nunca vi em toda minha vida tanta perseguição desse governo ao jornalismo!

Lembrando, o mesmo delegado que prendeu Arimatéia Azevedo, intimou o Petrus Evelyn. 

Tempos difíceis!

Deus ilumine os homens honrados nesse Piauí.

*Este artigo é de responsabilidade de Carol Jericó, não reflete, necessariamente, a opinião do Portal AZ.

Vivemos no Piauí do "faz de conta", pois a polícia política deveria estar atrás das organizações criminosas, dos pedófilos das redes sociais, dos vereadores e deputados que saqueiam  os cofres públicos!

Jornalista Petrus está na mira da polícia (Foto: divulgação)

Trabalhar em prol da sociedade, mas não! O Piauí, mais especificamente a segurança pública, não está nada bem, e ainda, usa o seus poucos recursos físicos e materiais para caçar o jornalismo de opinião!

Ontem, fotos do Jornalista Arimatéia Azevedo foi vazada pelo grupo Xico Prime, o maior grupo de bandidos no WhatsApp, cadê os delegados fazer algo?

Muitos dos delegados, promotores e até desembargadores ESTÃO NO GRUPO, testemunham calúnias sendo cometidas publicamente.

Não fazem nada. Pois minha tese de polícia perseguidora à liberdade de expressão não está sozinha, vai do poder judiciário (parte) e MP e parte da polícia. 

Se eu fosse uma Deusa com poderes especiais, eu mesma fazia a extirpação do Governo Wellington Dias! Pois esse acabou e destruiu a decência das instituições públicas.

Petrus Evelyn é outro jornalista perseguido. Ele já fez mais de 30 representações no Ministério Público contra políticos corruptos, muitas dessas contra o próprio Jeová Alencar. Nenhuma virou investigação policial da Polícia Civil, mas Petrus virou investigado pela Polícia Civil após denúncia de Jeová.

Relato do jornalista perseguido no interrogatório da polícia. Clique aqui e assista ao vídeo!

Petrus Evelyn:

"No dia 21 de setembro, concedi um depoimento para a Delegacia dos Crimes de Informática por conta de uma denúncia feita contra mim pelo vereador Jeová Alencar.

Vamos aos fatos: Jeová é investigado pela Polícia Federal por compra de votos, seu principal cabo eleitoral foi preso um dia antes das eleições com dinheiro para comprar eleitores.

Quando denunciei o caso dos alugueis superfaturados, 15 dias depois da primeira publicação, Jeová mandou retirar todas as informações do site da Câmara de Vereadores.

Há diversos outros crimes que denunciei relacionados com Jeová: compras superfaturadas em empresas suspeitas, crime contra a Lei de Transparência e Lei de Acesso à Informação.

Jeová chegou a me insultar, citando o meu nome, durante uma sessão da Câmara de Vereadores."

Bem, a perseguição ao jornalismo não para! Eu, esta, jornalista e advogada, fui advogada do Petrus no dia, nunca vi em toda minha vida tanta perseguição desse governo ao jornalismo!

Lembrando, o mesmo delegado que prendeu Arimatéia Azevedo, intimou o Petrus Evelyn. 

Tempos difíceis!

Deus ilumine os homens honrados nesse Piauí.

*Este artigo é de responsabilidade de Carol Jericó, não reflete, necessariamente, a opinião do Portal AZ.

Celso lidera as pesquisas! Sem fake News! JORNALISMO na berlinda!