1. Municipios
  2. Floriano
  3. Descaso em hospital segue prejudicando pacientes no interior do Piauí
Publicidade

Descaso em hospital segue prejudicando pacientes no interior do Piauí

Moradores do município de Floriano, distante 240 quilômetros de Teresina, seguem denunciando o descaso no Hospital Regional Tibério Nunes. Além da superlotação, um equipamento de tomografia novo estaria sem uso na unidade.  

Hospital Tibério Nunes (Foto: Floriano News)

Segundo a denúncia recebida pelo Portal AZ, o aparelho não foi instalado e quando um paciente precisa realizar o exame de tomografia, ele é encaminhado à uma clínica particular e só então retorna ao hospital novamente.

“Isso é um tipo de lavagem de dinheiro porque existe o equipamento, mas não é montado para dar preferência à clínica particular”, ressalta um dos moradores que prefere não se identificar.

Ainda de acordo com a denúncia, os servidores terceirizados do hospital estão com os salários atrasados desde outubro. 

O Portal AZ também denunciou em novembro a superlotação da unidade e que devido à falta de assistência muitos feridos costumam ficar no corredor à espera de cirurgia ou consultas. 

A reportagem entrou em contato com a direção do Hospital Regional Tibério nunes que informou que o equipamento de tomografia já foi instalado e aguarda somente a ligação do aparelho com os computadores do hospital.

“O equipamento foi trocado de uma tomografia de dois canais que já não atendia nossa demanda para uma de 16 canais e nessa troca a gente terceirizou a tomografia para uma clínica enquanto a empresa responsável pela máquina liga o equipamento”, explica o diretor técnico do hospital, Justino Moreira. 

A respeito da superlotação, ele ainda ressalta que será realizada uma reunião com a direção geral para definir uma solução. 

“Agora a gente tem que fazer um plano, um mutirão, um plano para aumentar o número de ortopedistas para debelar essa fila o mais rápido possível e diminuir esses transtornos, a espera. Vamos organizar isso e eu já passei para o diretor geral”, ressalta Justino Moreira. 

Em relação ao atraso nos pagamentos dos terceirizados, o diretor explica que somente em novembro ficou acordado que os servidores receberão com 60 dias, recebendo em fevereiro sendo algo já anunciado ao terceirizado. 

Pacientes de hospital no Piauí reclamam da demora no atendimento Vítima de acidente grave na BR 343 morre em hospital

Mais lidas desta cidade