1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Raio-X: os números do Campeonato Brasileiro Feminino A-2 de 2019
Publicidade

Raio-X: os números do Campeonato Brasileiro Feminino A-2 de 2019

Tricolor paulista teve média de um pouco mais de 3 gols por partida e sofreu apenas 4 tentos na competição

O Brasileiro Feminino A-2 terminou neste domingo (25), com título para o São Paulo. Após vencer por 4 a 0 o primeiro duelo, as paulistas empataram no Estádio das Alterosas e levaram a taça para casa. Durante a competição, a equipe paulista mostrou que desde cedo merecia o título e liderou a competição em um quesito importante: o ataque. 


São Paulo comemorou o título da competição (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Em 13 jogos, foram 42 gols marcados, uma média de pouco mais de 3 tentos por partida. As artilheiras da equipe foram as atacantes Larissa Santos e Valéria, com 6 gols cada. Além de uma frente forte, o São Paulo ainda teve a terceira melhor defesa. Nos 13 jogos que a equipe paulista disputou na competição, a defesa foi vazada apenas 4 vezes, uma delas na decisão.

Seguindo o São Paulo nos ataques mais positivos estão: Palmeiras, com 41 gols; Cruzeiro, com 36 tentos, empatado com a 3B Sport, que teve o melhor ataque da primeira fase (33 gols em 5 jogos).  Na área defensiva, o Palmeiras e Esmac ficaram empatados com o mesmo número de gols sofridos: 3. As esmeraldinas passaram a primeira fase sem serem vazadas, tomando os gols apenas nas fases eliminatórias. Ceará, com 4, e Taubaté e Bahia Lucasa, com 6, fecham a lista. 

A artilharia da competição ficou empatada. Karina Balestra da Luz, do Grêmio, e Carla Jessica Pereira Nunes, do Palmeiras, dividiram a ponta da tabela com 14 gols. Em seguida, Maria Eduarda, do Cruzeiro, com 12, ficou na terceira colocação. Logo abaixo vieram Andreia Correa e Maressa Luara, de Pinheirense e Palmeiras, respectivamente, com 9 gols.

Confira abaixo os números da competição 

Melhores ataques: 
São Paulo: 42 gols
Palmeiras: 41 gols
Cruzeiro/3B Sport: 36 gols
Grêmio: 31 gols

Média ofensiva: 
3B Sport: 5,14 gols
Palmeiras: 3,7 gols
São Paulo: 3,2 gols
Cruzeiro: 2,7 gols

Melhores defesas: 
Esmac/Palmeiras: 3 gols
São Paulo/ Ceará: 4 gols
Taubaté/ Bahia Lucasa: 6 gols

Média defensiva: 
Palmeiras: 0,27 gols
São Paulo: 0,3 gols
Esmac: 0,4 gols
Ceará: 0,44 gols
Taubaté: 0,66 gols

Artilheiras:
Karina Balestra - Grêmio: 14 gols
Carla Pereira - Palmeiras: 14 gols
Maria Eduarda - Cruzeiro: 12 gols
Andreia Correa - Pinheirense: 9 gols
Maressa Luara - Palmeiras: 9 gols

O Brasileiro Feminino A-2 terminou neste domingo (25), com título para o São Paulo. Após vencer por 4 a 0 o primeiro duelo, as paulistas empataram no Estádio das Alterosas e levaram a taça para casa. Durante a competição, a equipe paulista mostrou que desde cedo merecia o título e liderou a competição em um quesito importante: o ataque. 


São Paulo comemorou o título da competição (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Em 13 jogos, foram 42 gols marcados, uma média de pouco mais de 3 tentos por partida. As artilheiras da equipe foram as atacantes Larissa Santos e Valéria, com 6 gols cada. Além de uma frente forte, o São Paulo ainda teve a terceira melhor defesa. Nos 13 jogos que a equipe paulista disputou na competição, a defesa foi vazada apenas 4 vezes, uma delas na decisão.

Seguindo o São Paulo nos ataques mais positivos estão: Palmeiras, com 41 gols; Cruzeiro, com 36 tentos, empatado com a 3B Sport, que teve o melhor ataque da primeira fase (33 gols em 5 jogos).  Na área defensiva, o Palmeiras e Esmac ficaram empatados com o mesmo número de gols sofridos: 3. As esmeraldinas passaram a primeira fase sem serem vazadas, tomando os gols apenas nas fases eliminatórias. Ceará, com 4, e Taubaté e Bahia Lucasa, com 6, fecham a lista. 

A artilharia da competição ficou empatada. Karina Balestra da Luz, do Grêmio, e Carla Jessica Pereira Nunes, do Palmeiras, dividiram a ponta da tabela com 14 gols. Em seguida, Maria Eduarda, do Cruzeiro, com 12, ficou na terceira colocação. Logo abaixo vieram Andreia Correa e Maressa Luara, de Pinheirense e Palmeiras, respectivamente, com 9 gols.

Confira abaixo os números da competição 

Melhores ataques: 
São Paulo: 42 gols
Palmeiras: 41 gols
Cruzeiro/3B Sport: 36 gols
Grêmio: 31 gols

Média ofensiva: 
3B Sport: 5,14 gols
Palmeiras: 3,7 gols
São Paulo: 3,2 gols
Cruzeiro: 2,7 gols

Melhores defesas: 
Esmac/Palmeiras: 3 gols
São Paulo/ Ceará: 4 gols
Taubaté/ Bahia Lucasa: 6 gols

Média defensiva: 
Palmeiras: 0,27 gols
São Paulo: 0,3 gols
Esmac: 0,4 gols
Ceará: 0,44 gols
Taubaté: 0,66 gols

Artilheiras:
Karina Balestra - Grêmio: 14 gols
Carla Pereira - Palmeiras: 14 gols
Maria Eduarda - Cruzeiro: 12 gols
Andreia Correa - Pinheirense: 9 gols
Maressa Luara - Palmeiras: 9 gols