1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Aos 40 anos, goleiro Rodrigo Ramos festeja atuação na Copa do Brasil: “é para ficar marcado”
Publicidade

Aos 40 anos, goleiro Rodrigo Ramos festeja atuação na Copa do Brasil: “é para ficar marcado”

Mesmo sem resultado, goleiro vibra com boa atuação e concede entrevista em tom de despedida

Aos 40 anos, Rodrigo Ramos foi um dos destaques do Altos no empate com o Vasco, em Teresina, pela Copa do Brasil. Entre a alegria e a despedida, por sentir que está perto de encerrar a carreira, o atleta concedeu entrevista e falou do significado da partida. 

“Feliz pela atuação. Feliz por ter realizado o meu trabalho. Desde que acertei com o Altos meu grande objetivo era fazer uma boa Copa do Brasil. Todos sabem que sou um atleta de 40 anos e estou mais para parar do que continuar e encarei esse jogo como um dos últimos de um campeonato que todo mundo gosta de disputar. Falei antes que eram três jogos sem perder para o Vasco e agora já é o quarto”


Rodrigo Ramos em partida pelo Altos (Foto: Luis Junior / AA Altos)

Sem perder para o Vasco, a invencibilidade contra o clube carioca não trouxe a classificação ao Altos. Com a frustação, a ideia agora é focar nas outras competições que o time tem pelo resto do ano. 

“Fica a frustração de não ter conseguido passar. Acho que nós tínhamos condições sim de avançar na competição, com todo respeito a boa equipe do Vasco, mas nós tínhamos sim a possibilidade de passar. Tiram-se algumas lições. Mas sem sombra de duvidas eu fico muito feliz com meu trabalho e atuação. O foco agora passam a ser as outras competições”

Mais forte com o grito da torcida, em sua maioria contra o Altos, Rodrigo Ramos afirmou a experiência de disputar grandes jogos e que o time irá buscar outra classificação a Copa do Brasil. 

“Eu gosto de grandes jogos. Gosto de jogar com grandes públicos, a favor ou contra, é isso que a gente gosta. A gente não gosta de jogar com 500 pessoas, 300 pessoas não. O atleta profissional, atleta vencedor, gosta de jogar com grandes públicos. A mensagem que fica é que nós vamos seguir. Vamos fazer de tudo para colocar o Altos na Copa do Brasil do ano que vem”


Goleiro atuou contra o Vasco em quatro ocasiões (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

Em sua carreira, Rodrigo coleciona 12 participações na Copa do Brasil. Avançando de fase algumas vezes e outras não, o goleiro celebrou sua atuação e dedicou o jogo a sua família. 

“Não conseguimos essa classificação, mas eu trabalhei muito para que meus filhos, que estavam assistindo, tivessem orgulho do pai. Tenho certeza que minha casa hoje está em festa, apesar do resultado, minha casa está em festa. É para ficar marcado na historia, na historia do Rodrigo Ramos. Não sei se terei outra oportunidade de disputar a Copa do Brasil, mas se não tiver eu fecho com chave de ouro essa competição que tanto disputei”

Para 2020, o Altos ainda tem em seu calendário a disputa do Estadual e da Série D. O próximo desafio será no dia 16 de fevereiro, domingo, contra o Parnahyba, às 16h no estádio Felipão, em Altos.

Aos 40 anos, Rodrigo Ramos foi um dos destaques do Altos no empate com o Vasco, em Teresina, pela Copa do Brasil. Entre a alegria e a despedida, por sentir que está perto de encerrar a carreira, o atleta concedeu entrevista e falou do significado da partida. 

“Feliz pela atuação. Feliz por ter realizado o meu trabalho. Desde que acertei com o Altos meu grande objetivo era fazer uma boa Copa do Brasil. Todos sabem que sou um atleta de 40 anos e estou mais para parar do que continuar e encarei esse jogo como um dos últimos de um campeonato que todo mundo gosta de disputar. Falei antes que eram três jogos sem perder para o Vasco e agora já é o quarto”


Rodrigo Ramos em partida pelo Altos (Foto: Luis Junior / AA Altos)

Sem perder para o Vasco, a invencibilidade contra o clube carioca não trouxe a classificação ao Altos. Com a frustação, a ideia agora é focar nas outras competições que o time tem pelo resto do ano. 

“Fica a frustração de não ter conseguido passar. Acho que nós tínhamos condições sim de avançar na competição, com todo respeito a boa equipe do Vasco, mas nós tínhamos sim a possibilidade de passar. Tiram-se algumas lições. Mas sem sombra de duvidas eu fico muito feliz com meu trabalho e atuação. O foco agora passam a ser as outras competições”

Mais forte com o grito da torcida, em sua maioria contra o Altos, Rodrigo Ramos afirmou a experiência de disputar grandes jogos e que o time irá buscar outra classificação a Copa do Brasil. 

“Eu gosto de grandes jogos. Gosto de jogar com grandes públicos, a favor ou contra, é isso que a gente gosta. A gente não gosta de jogar com 500 pessoas, 300 pessoas não. O atleta profissional, atleta vencedor, gosta de jogar com grandes públicos. A mensagem que fica é que nós vamos seguir. Vamos fazer de tudo para colocar o Altos na Copa do Brasil do ano que vem”


Goleiro atuou contra o Vasco em quatro ocasiões (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

Em sua carreira, Rodrigo coleciona 12 participações na Copa do Brasil. Avançando de fase algumas vezes e outras não, o goleiro celebrou sua atuação e dedicou o jogo a sua família. 

“Não conseguimos essa classificação, mas eu trabalhei muito para que meus filhos, que estavam assistindo, tivessem orgulho do pai. Tenho certeza que minha casa hoje está em festa, apesar do resultado, minha casa está em festa. É para ficar marcado na historia, na historia do Rodrigo Ramos. Não sei se terei outra oportunidade de disputar a Copa do Brasil, mas se não tiver eu fecho com chave de ouro essa competição que tanto disputei”

Para 2020, o Altos ainda tem em seu calendário a disputa do Estadual e da Série D. O próximo desafio será no dia 16 de fevereiro, domingo, contra o Parnahyba, às 16h no estádio Felipão, em Altos.