1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Cuca e Mancini se reencontram após trabalho conjunto em rival
Publicidade

Cuca e Mancini se reencontram após trabalho conjunto em rival

Técnicos estão em lados opostos pela 1ª vez desde que pediram para sair do São Paulo em 2019

O clássico entre Santos e Corinthians, nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, terá o reencontro de dois treinadores que até pouco tempo trabalhavam juntos no... São Paulo.

Cuca e Mancini voltam a se enfrentar nesta quarta-feira — Foto: ge

Cuca e Vagner Mancini, hoje técnicos de Peixe e Timão, estavam do mesmo lado no rival em 2019. O primeiro como treinador, e o segundo como coordenador técnico. Os dois, inclusive, pediram demissão do clube do Morumbi na mesma semana.

Na passagem deles pelo São Paulo, Mancini ficou à frente do time por 47 dias e "preparou o terreno" para Cuca começar seu trabalho. Como assim?

Depois de deixar o Santos no fim de 2018 por conta de um problema cardíaco (e atritos com a diretoria), Cuca aceitou comandar o Tricolor em fevereiro do ano seguinte, mas só assumiu a equipe em abril por estar repousando após uma cirurgia no coração.

Nesse período, o então coordenador técnico Mancini virou treinador interino e iniciou o processo de transição.

Agora em lados opostos, Cuca e Mancini duelam em um clássico que promete ser decisivo para as pretensões de Santos e Corinthians, que buscam uma vaga na Libertadores e estão separadas por um ponto na tabela.

Neste momento, o Santos tem 50 e ocupa a nona colocação, e o Corinthians soma 49 e está em décimo. Quem vencer entra no G-8, que neste momento daria a classificação.

Depois da curta passagem pelo São Paulo, Cuca ficou uns meses parado e reassumiu o Santos em agosto do ano passado. Os dias dele no clube, porém, estão contados. O técnico já comunicou à diretoria do Peixe que deixará o clube após o final do Brasileirão, quando encerra seu contrato.

Após a experiência como dirigente no Morumbi, Mancini voltou a ser treinador. Antes de chegar ao Corinthians, dirigiu o Atlético-GO. Ele foi contratado pelo Timão em outubro do ano passado e conseguiu tirar o clube da luta contra o rebaixamento e agora briga pela vaga na Libertadores.

O Santos chega para o clássico contra o Corinthians depois de encerrar uma série negativa de seis jogos sem vencer, entre eles a final da Libertadores, perdida para o Palmeiras. No fim de semana, o time de Cuca bateu o Coritiba por 2 a 0 e se manteve na briga.

Já o Timão vem de derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no Maracanã. Nos últimos cinco jogos, o time de Mancini venceu apenas o Ceará. Foram dez gols sofridos no período, o que tem preocupado a Fiel.

O clássico entre Santos e Corinthians, nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, terá o reencontro de dois treinadores que até pouco tempo trabalhavam juntos no... São Paulo.

Cuca e Mancini voltam a se enfrentar nesta quarta-feira — Foto: ge

Cuca e Vagner Mancini, hoje técnicos de Peixe e Timão, estavam do mesmo lado no rival em 2019. O primeiro como treinador, e o segundo como coordenador técnico. Os dois, inclusive, pediram demissão do clube do Morumbi na mesma semana.

Na passagem deles pelo São Paulo, Mancini ficou à frente do time por 47 dias e "preparou o terreno" para Cuca começar seu trabalho. Como assim?

Depois de deixar o Santos no fim de 2018 por conta de um problema cardíaco (e atritos com a diretoria), Cuca aceitou comandar o Tricolor em fevereiro do ano seguinte, mas só assumiu a equipe em abril por estar repousando após uma cirurgia no coração.

Nesse período, o então coordenador técnico Mancini virou treinador interino e iniciou o processo de transição.

Agora em lados opostos, Cuca e Mancini duelam em um clássico que promete ser decisivo para as pretensões de Santos e Corinthians, que buscam uma vaga na Libertadores e estão separadas por um ponto na tabela.

Neste momento, o Santos tem 50 e ocupa a nona colocação, e o Corinthians soma 49 e está em décimo. Quem vencer entra no G-8, que neste momento daria a classificação.

Depois da curta passagem pelo São Paulo, Cuca ficou uns meses parado e reassumiu o Santos em agosto do ano passado. Os dias dele no clube, porém, estão contados. O técnico já comunicou à diretoria do Peixe que deixará o clube após o final do Brasileirão, quando encerra seu contrato.

Após a experiência como dirigente no Morumbi, Mancini voltou a ser treinador. Antes de chegar ao Corinthians, dirigiu o Atlético-GO. Ele foi contratado pelo Timão em outubro do ano passado e conseguiu tirar o clube da luta contra o rebaixamento e agora briga pela vaga na Libertadores.

O Santos chega para o clássico contra o Corinthians depois de encerrar uma série negativa de seis jogos sem vencer, entre eles a final da Libertadores, perdida para o Palmeiras. No fim de semana, o time de Cuca bateu o Coritiba por 2 a 0 e se manteve na briga.

Já o Timão vem de derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no Maracanã. Nos últimos cinco jogos, o time de Mancini venceu apenas o Ceará. Foram dez gols sofridos no período, o que tem preocupado a Fiel.