1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Uefa tira final da Champions de São Petersburgo, e Paris é a nova sede
Publicidade

Uefa tira final da Champions de São Petersburgo, e Paris é a nova sede

Confederação europeia de futebol decide pela mudança após invasão da Rússia à Ucrânia. Seleções desses dois países terão que mandar seus próximos jogos em campo neutro

Como esperado nas últimas horas, a Uefa determinou nesta sexta-feira a mudança da sede da final da Liga dos Campeões desta temporada. A decisão do torneio não será mais no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, por causa da invasão da Rússia à Ucrânia. Agora o último jogo da Champions League está previsto para Paris, no Stade de France, no dia 28 de maio.


Uefa tira final da Champions de São Petersburgo, e Paris é a nova sede (Foto: reprodução)

— A Uefa gostaria de expressar seu agradecimento ao presidente da França, Emmanuel Macron, pelo apoio pessoal e comprometimento para que o jogo de clubes mais prestigiado da Europa fosse movido para a França, neste tempo de crise sem paralelos. Junto com o governo francês, a Uefa vai dar suporte a vários envolvidos para garantir o resgate de jogadores de futebol e suas famílias na Ucrânia, que enfrentam terríveis sofrimentos humanos, destruição e deslocamento — declarou a Uefa.

Também ficou decidido na reunião desta sexta-feira do Comitê Executivo da entidade que clubes da Rússia e da Ucrânia, assim como seleções em competições continentais, terão de mandar seus jogos em estádios neutros, "até segunda ordem".

Esse é o segundo adiamento da final da Liga dos Campeões em São Petersburgo. A cidade russa tinha sido escolhida como sede para a edição de 2020/21, mas por causa da pandemia, teve de que tirar Istambul dos planos para 2019/20 e levar a fase decisiva do torneio para Lisboa.

Paris não recebe a decisão da Liga dos Campeões desde a temporada 2005/06, quando o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho venceu o Arsenal no mesmo Stade de France.

A atual Champions League está na fase de oitavas de final. Todos os jogos de ida foram realizados, e agora faltam as partidas de volta, marcadas para os dias 8, 9, 15 e 16 de março.

Como esperado nas últimas horas, a Uefa determinou nesta sexta-feira a mudança da sede da final da Liga dos Campeões desta temporada. A decisão do torneio não será mais no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, por causa da invasão da Rússia à Ucrânia. Agora o último jogo da Champions League está previsto para Paris, no Stade de France, no dia 28 de maio.


Uefa tira final da Champions de São Petersburgo, e Paris é a nova sede (Foto: reprodução)

— A Uefa gostaria de expressar seu agradecimento ao presidente da França, Emmanuel Macron, pelo apoio pessoal e comprometimento para que o jogo de clubes mais prestigiado da Europa fosse movido para a França, neste tempo de crise sem paralelos. Junto com o governo francês, a Uefa vai dar suporte a vários envolvidos para garantir o resgate de jogadores de futebol e suas famílias na Ucrânia, que enfrentam terríveis sofrimentos humanos, destruição e deslocamento — declarou a Uefa.

Também ficou decidido na reunião desta sexta-feira do Comitê Executivo da entidade que clubes da Rússia e da Ucrânia, assim como seleções em competições continentais, terão de mandar seus jogos em estádios neutros, "até segunda ordem".

Esse é o segundo adiamento da final da Liga dos Campeões em São Petersburgo. A cidade russa tinha sido escolhida como sede para a edição de 2020/21, mas por causa da pandemia, teve de que tirar Istambul dos planos para 2019/20 e levar a fase decisiva do torneio para Lisboa.

Paris não recebe a decisão da Liga dos Campeões desde a temporada 2005/06, quando o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho venceu o Arsenal no mesmo Stade de France.

A atual Champions League está na fase de oitavas de final. Todos os jogos de ida foram realizados, e agora faltam as partidas de volta, marcadas para os dias 8, 9, 15 e 16 de março.