1. Editorias
  2. Cidades
  3. “Não temos previsão para retorno”, diz CMTP sobre metrô de Teresina
Publicidade

“Não temos previsão para retorno”, diz CMTP sobre metrô de Teresina

Desde segunda-feira o metrô está parado para a realização dos reparos

A Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP) informou que o metrô de Teresina segue sem funcionar nesta quarta-feira (22). Na última sexta-feira(17), foi realizado uma vistoria em toda linha férrea e constatado que a via precisava de reparos para a segurança de passageiros e funcionários.

“Não temos previsão para retorno”, diz CMTP sobre metrô de Teresina (Foto:Fernanda Gil Lustosa/Portal AZ)

Segundo a CMPT, mesmo com a fluxo do trabalho não há previsão de retorno do metrô de Teresina. “A equipe está empenhada em trabalhar com agilidade e qualidade para que a liberação do tráfego de passageiros seja feita o mais rápido possível. No momento, não temos previsão para o retorno. Sendo as atividades retomadas o mais rápido possível dentro dos parâmetros de segurança exigidos e sempre cumpridos pela companhia”.

Desde a última segunda-feira (20) o metrô de Teresina está parado para a realização dos reparos necessários, que de acordo com a empresa, foram causados pelo grande volume de chuvas que atingiu Teresina nos últimos meses.

Manutenção da linha férrea (Foto:Reprodução)

“A manutenção corretiva da via permanente já vem sendo executada de maneira parcial desde janeiro de 2022, com a finalidade de assegurar a operação sem eminência de riscos. Contudo, alguns pontos críticos foram adiados por conta das condições climáticas que impossibilitaram a manutenção total, tendo assim com as fortes precipitações desse período chuvoso e o tráfego constante, tanto pelas composições da CMTP quanto da FTL, essa última com um grande volume de peso, veio agravando a situação de alguns pontos. Durante esse período estava sendo monitorado diariamente a situação da via férrea para mapear a eminência de risco, tendo sido suspensa a operação apenas para evitar que o VLT operasse em situação de risco e garantir a segurança dos passageiros”, disse a CMPT.

Desde a última segunda-feira o metrô de Teresina está parado (Foto:reprodução)

A empresa informou também que a passagem de cargas pesadas pelos trilhos, que são compartilhados em alguns trechos com trens de carga, ocasionou mais estragos.

 

A Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP) informou que o metrô de Teresina segue sem funcionar nesta quarta-feira (22). Na última sexta-feira(17), foi realizado uma vistoria em toda linha férrea e constatado que a via precisava de reparos para a segurança de passageiros e funcionários.

“Não temos previsão para retorno”, diz CMTP sobre metrô de Teresina (Foto:Fernanda Gil Lustosa/Portal AZ)

Segundo a CMPT, mesmo com a fluxo do trabalho não há previsão de retorno do metrô de Teresina. “A equipe está empenhada em trabalhar com agilidade e qualidade para que a liberação do tráfego de passageiros seja feita o mais rápido possível. No momento, não temos previsão para o retorno. Sendo as atividades retomadas o mais rápido possível dentro dos parâmetros de segurança exigidos e sempre cumpridos pela companhia”.

Desde a última segunda-feira (20) o metrô de Teresina está parado para a realização dos reparos necessários, que de acordo com a empresa, foram causados pelo grande volume de chuvas que atingiu Teresina nos últimos meses.

Manutenção da linha férrea (Foto:Reprodução)

“A manutenção corretiva da via permanente já vem sendo executada de maneira parcial desde janeiro de 2022, com a finalidade de assegurar a operação sem eminência de riscos. Contudo, alguns pontos críticos foram adiados por conta das condições climáticas que impossibilitaram a manutenção total, tendo assim com as fortes precipitações desse período chuvoso e o tráfego constante, tanto pelas composições da CMTP quanto da FTL, essa última com um grande volume de peso, veio agravando a situação de alguns pontos. Durante esse período estava sendo monitorado diariamente a situação da via férrea para mapear a eminência de risco, tendo sido suspensa a operação apenas para evitar que o VLT operasse em situação de risco e garantir a segurança dos passageiros”, disse a CMPT.

Desde a última segunda-feira o metrô de Teresina está parado (Foto:reprodução)

A empresa informou também que a passagem de cargas pesadas pelos trilhos, que são compartilhados em alguns trechos com trens de carga, ocasionou mais estragos.