1. Editorias
  2. Entretenimento
  3. Henrique e Juliano pagarão pensão à família de funcionário morto
Publicidade

Henrique e Juliano pagarão pensão à família de funcionário morto

Carlos Souza morreu eletrocutado durante a montagem de um palco em um show de Uberlândia no ano passado

Os cantores Henrique e Juliano fizeram um acordo judicial com a família de Carlos Souza, funcionário da equipe técnica da banda, que morreu eletrocutado ao fazer ajustes no palco da dupla em fevereiro do ano passado. Além de pagarem uma indenização de R$ 300 mil, eles vão dar uma pensão vitalícia à família de Carlos.

Henrique e Juliano (Foto: Reprodução)

O valor da pensão, segundo o jornalista Leo Dias, é de um salário mínimo. “A dupla Henrique & Juliano aguardava com ansiedade a conclusão deste processo, ‘Carlos sempre foi um muito querido e nosso desejo sempre foi tratar este assunto com muita dignidade’, comenta Henrique”, escreveu a assessoria de imprensa.

Na ocasião da morte, Carlos chegou a ser socorrido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.

Leia a nota na íntegra

"Em virtude das inúmeras solicitações de informações referente ao acordo judicial feito com a família de Carlos Souza, colaborador da dupla que veio a óbito ano passado decorrente de uma descarga elétrica durante a montagem de estrutura para o show — que seria realizado na cidade de Uberlândia –, temos as seguintes considerações:

A dupla Henrique & Juliano aguardava com ansiedade a conclusão deste processo, “Carlos sempre foi um muito querido e nosso desejo sempre foi tratar este assunto com muita dignidade.”, comenta Henrique.

Em virtude disso e mesmo a dupla e seu escritório não sendo responsáveis pelo evento, mais por vontade própria da dupla, foi pedido para que se incluísse uma pensão vitalícia aos pais. Além disso, foi solicitado para que o benefício do acordo fosse estendido também aos oito irmãos de Carlos. Henrique e Juliano têm absoluta convicção de ser impossível precificar uma vida mas, sentem-se aliviados por garantir um futuro confortável aos familiares, principalmente aos pais".

Os cantores Henrique e Juliano fizeram um acordo judicial com a família de Carlos Souza, funcionário da equipe técnica da banda, que morreu eletrocutado ao fazer ajustes no palco da dupla em fevereiro do ano passado. Além de pagarem uma indenização de R$ 300 mil, eles vão dar uma pensão vitalícia à família de Carlos.

Henrique e Juliano (Foto: Reprodução)

O valor da pensão, segundo o jornalista Leo Dias, é de um salário mínimo. “A dupla Henrique & Juliano aguardava com ansiedade a conclusão deste processo, ‘Carlos sempre foi um muito querido e nosso desejo sempre foi tratar este assunto com muita dignidade’, comenta Henrique”, escreveu a assessoria de imprensa.

Na ocasião da morte, Carlos chegou a ser socorrido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.

Leia a nota na íntegra

"Em virtude das inúmeras solicitações de informações referente ao acordo judicial feito com a família de Carlos Souza, colaborador da dupla que veio a óbito ano passado decorrente de uma descarga elétrica durante a montagem de estrutura para o show — que seria realizado na cidade de Uberlândia –, temos as seguintes considerações:

A dupla Henrique & Juliano aguardava com ansiedade a conclusão deste processo, “Carlos sempre foi um muito querido e nosso desejo sempre foi tratar este assunto com muita dignidade.”, comenta Henrique.

Em virtude disso e mesmo a dupla e seu escritório não sendo responsáveis pelo evento, mais por vontade própria da dupla, foi pedido para que se incluísse uma pensão vitalícia aos pais. Além disso, foi solicitado para que o benefício do acordo fosse estendido também aos oito irmãos de Carlos. Henrique e Juliano têm absoluta convicção de ser impossível precificar uma vida mas, sentem-se aliviados por garantir um futuro confortável aos familiares, principalmente aos pais".