1. Editorias
  2. Justiça
  3. Acusado de matar empresário em Teresina é condenado pela justiça a 20 anos de prisão
Publicidade

Acusado de matar empresário em Teresina é condenado pela justiça a 20 anos de prisão

Paulo Wellington Junior foi morto a tiros em setembro de 2019 na zona Sudeste

A juíza Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, condenou Gleison Lima da Silva a 20 anos de prisão pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) contra o empresário Paulo Wellington Alvarenga Junior, mais conhecido como ‘Louro’, no bairro Alto da Ressureição, zona Sudeste de Teresina. O crime ocorreu em setembro de 2019.

Acusado de matar empresário em Teresina é condenado pela justiça a 20 anos de prisão (Foto: divulgação)

Gleison Lima foi preso pela polícia em novembro de 2019. Na decisão, a magistrada afirmou que o ato do acusado de adentrar no estabelecimento comercial da vítima e ceifar a sua vida é uma “agressão injusta, sendo permitida defesa contra tais ações, não se podendo, portanto, o réu se colocar em posição de vítima frente ao crime por ele cometido”.

A juíza negou o direito do acusado de responder em liberdade. Com isso, Gleison Lima cumprirá pena em regime fechado na Penitenciária Irmão Guido. “Verifica-se que o condenado, permanece preso desde o dia 08/11/2019, perfazendo 01 (um) ano, 05 (cinco) meses e 20 (vinte) dias de pena cumprida. Aplicando-se o instituto da detração, conclui-se que ao réu resta cumprir 18 (dezoito) anos, 06 (seis) meses e 10 (dez) dias de pena”, detalhou.

Entenda o caso

O empresário Paulo Wellington Alvarenga, morreu depois de ser atingido com um tiro no ombro durante um assalto, no dia 24 de setembro, em seu estabelecimento comercial, Frango do Louro, situado na Avenida Mirtes Melão, no bairro Alto da Ressureição, zona Sudeste.

Paulo Wellington Alvarenga Junior foi morto a tiros em setembro de 2019 na zona Sudeste (Foto: divulgação)

De acordo informações passadas pela polícia, Paulo foi surpreendido por Gleison e um segundo suspeito que chegaram a pé até o local e anunciaram o assalto.  A vítima reagiu e houve luta corporal. Gleison utilizou uma arma de fogo e disparou contra Paulo em seu ombro e o tórax. 

Matéria relacionada: 

Polícia prende suspeito de assassinar empresário na zona Sudeste de Teresina

A juíza Junia Maria Feitosa Bezerra Fialho, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Teresina, condenou Gleison Lima da Silva a 20 anos de prisão pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) contra o empresário Paulo Wellington Alvarenga Junior, mais conhecido como ‘Louro’, no bairro Alto da Ressureição, zona Sudeste de Teresina. O crime ocorreu em setembro de 2019.

Acusado de matar empresário em Teresina é condenado pela justiça a 20 anos de prisão (Foto: divulgação)

Gleison Lima foi preso pela polícia em novembro de 2019. Na decisão, a magistrada afirmou que o ato do acusado de adentrar no estabelecimento comercial da vítima e ceifar a sua vida é uma “agressão injusta, sendo permitida defesa contra tais ações, não se podendo, portanto, o réu se colocar em posição de vítima frente ao crime por ele cometido”.

A juíza negou o direito do acusado de responder em liberdade. Com isso, Gleison Lima cumprirá pena em regime fechado na Penitenciária Irmão Guido. “Verifica-se que o condenado, permanece preso desde o dia 08/11/2019, perfazendo 01 (um) ano, 05 (cinco) meses e 20 (vinte) dias de pena cumprida. Aplicando-se o instituto da detração, conclui-se que ao réu resta cumprir 18 (dezoito) anos, 06 (seis) meses e 10 (dez) dias de pena”, detalhou.

Entenda o caso

O empresário Paulo Wellington Alvarenga, morreu depois de ser atingido com um tiro no ombro durante um assalto, no dia 24 de setembro, em seu estabelecimento comercial, Frango do Louro, situado na Avenida Mirtes Melão, no bairro Alto da Ressureição, zona Sudeste.

Paulo Wellington Alvarenga Junior foi morto a tiros em setembro de 2019 na zona Sudeste (Foto: divulgação)

De acordo informações passadas pela polícia, Paulo foi surpreendido por Gleison e um segundo suspeito que chegaram a pé até o local e anunciaram o assalto.  A vítima reagiu e houve luta corporal. Gleison utilizou uma arma de fogo e disparou contra Paulo em seu ombro e o tórax. 

Matéria relacionada: 

Polícia prende suspeito de assassinar empresário na zona Sudeste de Teresina