1. Editorias
  2. Municípios
  3. Dinheiro apreendido em carro de prefeitura supostamente desaparece e apenas R$ 370 mil chegam na delegacia
Publicidade

Dinheiro apreendido em carro de prefeitura supostamente desaparece e apenas R$ 370 mil chegam na delegacia

Furo jornalístico do Portal AZ levou o caso a ganhar destaque nacional no site O Antagonista

Parte dos cerca de R$ 1/2 milhão, (meio milhão de reais), apreendidos nessa madrugada numa blitz na cidade de União, num veículo da Prefeitura local com um motorista oficial, desapareceu entre o local do flagrante e a delegacia, em Teresina.

Dinheiro apreendido em carro de prefeitura supostamente desaparece e apenas R$ 370 mil chegam na delegacia (Foto: reprodução)

O furo jornalístico publicado pelo Portal AZ ganhou repercussão nacional ao ser divulgado pelo site O Antagonista, de Brasília, um dos mais visitados do país, com forte influência política. 

Mas o caso ganhou novos detalhes quando os policiais militares chegaram à Delegacia da Polícia Civil de União para registrar a ocorrência. O que eram supostamente R$ 500 mil, ou meio milhão de reais em espécie, virou R$ 370 mil. O que aconteceu entre o flagrante e a chegada na delegacia será motivo de outro inquérito.

Estranho é, em meio a uma pandemia, quando os municípios estão “nadando” em recursos federais destinados ao combate ao novo coronavírus, dois funcionários de uma Prefeitura, num carro do município, na madrugada, sejam presos com essa quantia numa bolsa e, sequer, saibam explicar o real motivo de transporte desses valores e a quem pertence.

Polícia prende quatro suspeitos de tentar roubar o Banco do Brasil de União (Foto: divulgação)

Nesse caso, é necessário pedir a intervenção da Polícia Federal para seguir com as investigações, pois pode se tratar de recursos públicos destinados ao combate ao Covid-19, recursos da Saúde ou do próprio município.

Os Ministérios Públicos, federal e estadual precisam investigar o caso que parece brincadeira, mas é realidade. O município de União tem casos positivos para a Covid-19, mas a infraestrutura local na área hospitalar e capenga, depende de Teresina.

Nessa mesma madrugada, bandidos invadiram o Banco do Brasil em União e os assaltantes foram todos presos num cerco já no município de José de Freitas. 

No entanto, como a blitz policial estava espalhada por vários municípios em busca desses assaltantes, os policiais terminaram flagrando dois rapazes ligados à Prefeitura de União numa Amarok prata, com R$ 500 mil reais, depois rebaixados para R$ 370 mil em espécie, que tentaram furar a barreira. 

Presos, eles não souberam explicar a origem do dinheiro e foram levados para a delegacia da cidade e de lá para a Central de Flagrantes. 

Mas o caso do assalto aparentemente não tem nenhuma ligação com a apreensão dos valores com os funcionários da Prefeitura de União. Ainda não se saiba se o funcionário mudou a versão inicial, resta saber de quem ele pegou o dinheiro em Fortaleza a quem entregaria em União.

Matérias relacionadas:

Motorista da prefeitura de União é preso transportando meio milhão de reais durante a madrugada    

Polícia prende quatro suspeitos de tentar roubar o Banco do Brasil de União    

Parte dos cerca de R$ 1/2 milhão, (meio milhão de reais), apreendidos nessa madrugada numa blitz na cidade de União, num veículo da Prefeitura local com um motorista oficial, desapareceu entre o local do flagrante e a delegacia, em Teresina.

Dinheiro apreendido em carro de prefeitura supostamente desaparece e apenas R$ 370 mil chegam na delegacia (Foto: reprodução)

O furo jornalístico publicado pelo Portal AZ ganhou repercussão nacional ao ser divulgado pelo site O Antagonista, de Brasília, um dos mais visitados do país, com forte influência política. 

Mas o caso ganhou novos detalhes quando os policiais militares chegaram à Delegacia da Polícia Civil de União para registrar a ocorrência. O que eram supostamente R$ 500 mil, ou meio milhão de reais em espécie, virou R$ 370 mil. O que aconteceu entre o flagrante e a chegada na delegacia será motivo de outro inquérito.

Estranho é, em meio a uma pandemia, quando os municípios estão “nadando” em recursos federais destinados ao combate ao novo coronavírus, dois funcionários de uma Prefeitura, num carro do município, na madrugada, sejam presos com essa quantia numa bolsa e, sequer, saibam explicar o real motivo de transporte desses valores e a quem pertence.

Polícia prende quatro suspeitos de tentar roubar o Banco do Brasil de União (Foto: divulgação)

Nesse caso, é necessário pedir a intervenção da Polícia Federal para seguir com as investigações, pois pode se tratar de recursos públicos destinados ao combate ao Covid-19, recursos da Saúde ou do próprio município.

Os Ministérios Públicos, federal e estadual precisam investigar o caso que parece brincadeira, mas é realidade. O município de União tem casos positivos para a Covid-19, mas a infraestrutura local na área hospitalar e capenga, depende de Teresina.

Nessa mesma madrugada, bandidos invadiram o Banco do Brasil em União e os assaltantes foram todos presos num cerco já no município de José de Freitas. 

No entanto, como a blitz policial estava espalhada por vários municípios em busca desses assaltantes, os policiais terminaram flagrando dois rapazes ligados à Prefeitura de União numa Amarok prata, com R$ 500 mil reais, depois rebaixados para R$ 370 mil em espécie, que tentaram furar a barreira. 

Presos, eles não souberam explicar a origem do dinheiro e foram levados para a delegacia da cidade e de lá para a Central de Flagrantes. 

Mas o caso do assalto aparentemente não tem nenhuma ligação com a apreensão dos valores com os funcionários da Prefeitura de União. Ainda não se saiba se o funcionário mudou a versão inicial, resta saber de quem ele pegou o dinheiro em Fortaleza a quem entregaria em União.

Matérias relacionadas:

Motorista da prefeitura de União é preso transportando meio milhão de reais durante a madrugada    

Polícia prende quatro suspeitos de tentar roubar o Banco do Brasil de União