1. Editorias
  2. Municípios
  3. Polícia Rodoviária Federal apreende carregamento de madeira ilegal
Publicidade

Polícia Rodoviária Federal apreende carregamento de madeira ilegal

Condutor apresentou para os policiais uma documentação ambiental com indícios de falsificação

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 48,00 m³ de madeira serrada que estava sem a devida documentação ambiental válida. A ação aconteceu nesta quarta-feira (24) na cidade de Eliseu Martins/PI na BR 135.

Polícia Rodoviária Federal apreende carregamento de madeira ilegal em Eliseu Martins (Foto: divulgação)

Os policiais estavam realizando fiscalização de rotina, quando abordaram uma carreta VOLVO/FH 540 6X4T conduzida por um homem de 45 anos. Ao fazer as devidas verificações, foi detectado que a documentação apresentada pelo caminhoneiro apresentava indícios de falsificação e, portanto a carga de madeira estava desacompanhada de documentos ambientais e fiscais.

Segundo a PRF, a carga vinha da cidade de Vitória do Xingu/PA e tinha como destino a cidade de João Pessoa/PB. Os policiais verificaram que a carga não era beneficiada com a documentação ambiental válida.

Diante do crime, as empresas proprietárias dos veículos e das cargas foram enquadradas no Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 de crimes ambientais.

A carga de madeira juntamente com o veículo foram encaminhados ao IBAMA, para os procedimentos cabíveis. O condutor se comprometeu a se fazer presente em audiência judicial para prestar esclarecimentos da prática delituosa e deverão responder por Crime Ambiental e Uso de Documento Falso.

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 48,00 m³ de madeira serrada que estava sem a devida documentação ambiental válida. A ação aconteceu nesta quarta-feira (24) na cidade de Eliseu Martins/PI na BR 135.

Polícia Rodoviária Federal apreende carregamento de madeira ilegal em Eliseu Martins (Foto: divulgação)

Os policiais estavam realizando fiscalização de rotina, quando abordaram uma carreta VOLVO/FH 540 6X4T conduzida por um homem de 45 anos. Ao fazer as devidas verificações, foi detectado que a documentação apresentada pelo caminhoneiro apresentava indícios de falsificação e, portanto a carga de madeira estava desacompanhada de documentos ambientais e fiscais.

Segundo a PRF, a carga vinha da cidade de Vitória do Xingu/PA e tinha como destino a cidade de João Pessoa/PB. Os policiais verificaram que a carga não era beneficiada com a documentação ambiental válida.

Diante do crime, as empresas proprietárias dos veículos e das cargas foram enquadradas no Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 de crimes ambientais.

A carga de madeira juntamente com o veículo foram encaminhados ao IBAMA, para os procedimentos cabíveis. O condutor se comprometeu a se fazer presente em audiência judicial para prestar esclarecimentos da prática delituosa e deverão responder por Crime Ambiental e Uso de Documento Falso.