1. Editorias
  2. Municípios
  3. Filha de idoso denuncia que ex-candidato a prefeito se recusa a pagar dívida de R$ 15 mil no Piauí
Publicidade

Filha de idoso denuncia que ex-candidato a prefeito se recusa a pagar dívida de R$ 15 mil no Piauí

"Ele nunca pagou e vive fazendo ameaças para o meu pai", declara

Uma suposta dívida envolvendo o político Ferreira Filho (PSB) e um idoso de 69 anos, identificado como Manoel Leitão, virou caso de polícia no interior do Piauí. O Portal AZ apurou que o ex-candidato a prefeito de Sigefredo Pacheco estaria devendo cerca de R$ 15 mil para Manoel, proveniente de uma compra de 22 cabeças de gado, em junho de 2016.

Ex-candidato a prefeito estaria devendo R$ 15 mil para um idoso em Sigefredo Pacheco (Foto: divulgação)

A filha do idoso, Dina Pereira, relatou em entrevista ao Portal AZ, nesta segunda-feira (12), que o político afirmou, por diversas vezes, que não iria pagar a dívida e fez ameaças à família. Na tentativa de reaver os animais vendidos, o idoso teria ido ao terreno de Ferreira buscar os gados com a ajuda de dois vaqueiros. Por conta da situação, o político registrou um Boletim de Ocorrência contra Manoel, alegando que o idoso estaria roubando seus bens. O fato ocorreu nesse domingo (11). 

"O acordo era que ele pagasse uma entrada de R$ 4500 e quinze parcelas de R$ 500. No entanto, ele nunca pagou e vive fazendo ameaças para o meu pai. Essa dívida já vai fazer cinco anos e de lá pra cá, ele já chegou a provocar meu pai dizendo que se ele quisesse os gados, teria que ir lá buscar, mas que ele tem armas e iria fazer justiça contra o meu pai", explicou Dina.  

Ainda de acordo com a filha, na tarde desta segunda-feira (12), a Polícia Militar teria prendido os dois vaqueiros que teriam ido recuperar o gado no terreno de Ferreira. Para ela, o político estaria usando de sua influência para não pagar a dívida e prejudicar o idoso. 

"Ferreira Filho acabou de sair da casa do meu pai. Ele andava em um Hilux e juntamente com o delegado Périkles, vieram deixar uma intimação para meu pai. Ferreira andava com três capangas em quatro motos. Ele é um idoso, trabalhou a vida inteira e não merece passar por isso. Só queremos o pagamento da nossa dívida ou os nossos bens. É uma injustiça que estão querendo fazer conosco", disse Dina.

Polícia Civil e Ferreira Filho teriam ido à residência de idoso entregar intimação (Foto: reprodução)

Em vídeo gravado pela família durante a abordagem policial, o delegado explicou que foi na companhia de Ferreira por não saber onde o idoso residia. "Ninguém está perseguindo o homem, é apenas uma intimação para ele. O procedimento será seguido para que ele vá prestar o depoimento", disse o delegado.  

Outro lado

O Portal AZ tentou, por inúmeras vezes, contato com o político Ferreira Filho e o delegado Perikles, mas as ligações não foram atendidas. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

Uma suposta dívida envolvendo o político Ferreira Filho (PSB) e um idoso de 69 anos, identificado como Manoel Leitão, virou caso de polícia no interior do Piauí. O Portal AZ apurou que o ex-candidato a prefeito de Sigefredo Pacheco estaria devendo cerca de R$ 15 mil para Manoel, proveniente de uma compra de 22 cabeças de gado, em junho de 2016.

Ex-candidato a prefeito estaria devendo R$ 15 mil para um idoso em Sigefredo Pacheco (Foto: divulgação)

A filha do idoso, Dina Pereira, relatou em entrevista ao Portal AZ, nesta segunda-feira (12), que o político afirmou, por diversas vezes, que não iria pagar a dívida e fez ameaças à família. Na tentativa de reaver os animais vendidos, o idoso teria ido ao terreno de Ferreira buscar os gados com a ajuda de dois vaqueiros. Por conta da situação, o político registrou um Boletim de Ocorrência contra Manoel, alegando que o idoso estaria roubando seus bens. O fato ocorreu nesse domingo (11). 

"O acordo era que ele pagasse uma entrada de R$ 4500 e quinze parcelas de R$ 500. No entanto, ele nunca pagou e vive fazendo ameaças para o meu pai. Essa dívida já vai fazer cinco anos e de lá pra cá, ele já chegou a provocar meu pai dizendo que se ele quisesse os gados, teria que ir lá buscar, mas que ele tem armas e iria fazer justiça contra o meu pai", explicou Dina.  

Ainda de acordo com a filha, na tarde desta segunda-feira (12), a Polícia Militar teria prendido os dois vaqueiros que teriam ido recuperar o gado no terreno de Ferreira. Para ela, o político estaria usando de sua influência para não pagar a dívida e prejudicar o idoso. 

"Ferreira Filho acabou de sair da casa do meu pai. Ele andava em um Hilux e juntamente com o delegado Périkles, vieram deixar uma intimação para meu pai. Ferreira andava com três capangas em quatro motos. Ele é um idoso, trabalhou a vida inteira e não merece passar por isso. Só queremos o pagamento da nossa dívida ou os nossos bens. É uma injustiça que estão querendo fazer conosco", disse Dina.

Polícia Civil e Ferreira Filho teriam ido à residência de idoso entregar intimação (Foto: reprodução)

Em vídeo gravado pela família durante a abordagem policial, o delegado explicou que foi na companhia de Ferreira por não saber onde o idoso residia. "Ninguém está perseguindo o homem, é apenas uma intimação para ele. O procedimento será seguido para que ele vá prestar o depoimento", disse o delegado.  

Outro lado

O Portal AZ tentou, por inúmeras vezes, contato com o político Ferreira Filho e o delegado Perikles, mas as ligações não foram atendidas. O espaço segue aberto para esclarecimentos.