1. Editorias
  2. Municípios
  3. No Piauí, homem é preso por divulgar fiscalização policial em grupo de WhatsApp
Publicidade

No Piauí, homem é preso por divulgar fiscalização policial em grupo de WhatsApp

Esse tipo de crime é categorizado como cibernético

Um homem de 24 anos, de nome não revelado, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por divulgar fiscalização policial em um grupo de WhatsApp no município de Oeiras, interior do Piauí. Ele foi abordado pelos policiais, na tarde de quarta-feira (15), na BR 230. 

O celular do homem foi apreendido pela polícia em Oeiras (Foto: divulgação PRF)

Ao ser questionado sobre as imagens, em um primeiro momento o homem negou, mas logo foi constatada a divulgação em um grupo com aproximadamente 200 pessoas. Esse ato vai de encontro ao art. 265 do Código Penal. Esse tipo de crime é categorizado como cibernético. 

Em nota divulgada à imprensa, a PRF destacou que a fiscalização policial ocorre a fim de garantir a segurança dos motoristas nas estradas e rodovias federais, visto que visa coibir crimes de trânsito, como dirigir sob influência de álcool e/ou drogas, e crimes diversos como tráfico de drogas, roubo e furto de veículos.

Desta forma, os policiais encaminharam o homem e o celular até à Polícia Civil na cidade de Oeiras para os procedimentos necessários. Ele responderá pelo crime de Atentado contra a segurança pública - Art. 265 da Lei 2.848/1940 (Código Penal).

Um homem de 24 anos, de nome não revelado, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por divulgar fiscalização policial em um grupo de WhatsApp no município de Oeiras, interior do Piauí. Ele foi abordado pelos policiais, na tarde de quarta-feira (15), na BR 230. 

O celular do homem foi apreendido pela polícia em Oeiras (Foto: divulgação PRF)

Ao ser questionado sobre as imagens, em um primeiro momento o homem negou, mas logo foi constatada a divulgação em um grupo com aproximadamente 200 pessoas. Esse ato vai de encontro ao art. 265 do Código Penal. Esse tipo de crime é categorizado como cibernético. 

Em nota divulgada à imprensa, a PRF destacou que a fiscalização policial ocorre a fim de garantir a segurança dos motoristas nas estradas e rodovias federais, visto que visa coibir crimes de trânsito, como dirigir sob influência de álcool e/ou drogas, e crimes diversos como tráfico de drogas, roubo e furto de veículos.

Desta forma, os policiais encaminharam o homem e o celular até à Polícia Civil na cidade de Oeiras para os procedimentos necessários. Ele responderá pelo crime de Atentado contra a segurança pública - Art. 265 da Lei 2.848/1940 (Código Penal).