1. Editorias
  2. Polícia
  3. Suspeito de estuprar menina com paralisia cerebral é preso na zona Norte de Teresina
Publicidade

Suspeito de estuprar menina com paralisia cerebral é preso na zona Norte de Teresina

Prisão foi cumprida na manhã desta quinta (26) em Teresina

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (26) um técnico de enfermagem, de identidade não revelada, suspeito de estuprar uma menina de 13 anos, diagnosticada com paralisia cerebral, dentro do Escolão do Mocambinho, localizado na zona Norte de Teresina. O caso foi denunciado em primeira mão pelo Portal AZ na última terça-feira (24). 

Manifestantes picharam a escola pedindo respostas (Foto: Portal AZ)

Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, o laudo pericial comprovou o abuso sexual sofrido pela menor. O suspeito foi indiciado pela prática do crime de estupro de vulnerável.

Delegado Luccy Keiko (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

"Segundo  as investigações, este indivíduo trabalhava na área de estagiário como técnico de enfermagem e se aproveitou dessa função para abusar e estuprar uma adolescente de 13 anos. Ele retirava essa garota da sala e levava para outro local do colégio sobre o pretexto de realizar alguns cuidados e lá ele praticava os atos libidinosos. A garota descreveu as características desse indivíduo que foram corroboradas com outras provas do inquérito. É um crime muito grave", afirmou o delegado. 

Com a prisão efetuada, o técnico de enfermagem será submetido à audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça. 

Relembre o caso 

Na última terça (24) o Portal AZ recebeu a denúncia da tia da menor afirmando que a sobrinha havia sido violentada dentro da escola por uma pessoa ainda não identificada. 

A mãe da menor percebeu o comportamento estranho da menina e depois de questionar a filha viu marcas de violência no corpo da adolescente que sofre com microcefalia. Na terça (24) a tia da menor realizou um protesto na frente da escola exigindo punição ao culpado. 

Matéria relacionada:

Menina de 13 anos com microcefalia é estuprada dentro de escola pública em Teresina

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (26) um técnico de enfermagem, de identidade não revelada, suspeito de estuprar uma menina de 13 anos, diagnosticada com paralisia cerebral, dentro do Escolão do Mocambinho, localizado na zona Norte de Teresina. O caso foi denunciado em primeira mão pelo Portal AZ na última terça-feira (24). 

Manifestantes picharam a escola pedindo respostas (Foto: Portal AZ)

Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, o laudo pericial comprovou o abuso sexual sofrido pela menor. O suspeito foi indiciado pela prática do crime de estupro de vulnerável.

Delegado Luccy Keiko (Foto: Jade Araujo / Portal AZ)

"Segundo  as investigações, este indivíduo trabalhava na área de estagiário como técnico de enfermagem e se aproveitou dessa função para abusar e estuprar uma adolescente de 13 anos. Ele retirava essa garota da sala e levava para outro local do colégio sobre o pretexto de realizar alguns cuidados e lá ele praticava os atos libidinosos. A garota descreveu as características desse indivíduo que foram corroboradas com outras provas do inquérito. É um crime muito grave", afirmou o delegado. 

Com a prisão efetuada, o técnico de enfermagem será submetido à audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça. 

Relembre o caso 

Na última terça (24) o Portal AZ recebeu a denúncia da tia da menor afirmando que a sobrinha havia sido violentada dentro da escola por uma pessoa ainda não identificada. 

A mãe da menor percebeu o comportamento estranho da menina e depois de questionar a filha viu marcas de violência no corpo da adolescente que sofre com microcefalia. Na terça (24) a tia da menor realizou um protesto na frente da escola exigindo punição ao culpado. 

Matéria relacionada:

Menina de 13 anos com microcefalia é estuprada dentro de escola pública em Teresina