1. Editorias
  2. Polícia
  3. Corpo de homem é encontrado com mãos amarradas na zona Sul de Teresina
Publicidade

Corpo de homem é encontrado com mãos amarradas na zona Sul de Teresina

Testemunhas ouviram vários disparos por volta das 4h da manhã

O corpo de um homem identificado apenas como "Sementinha" foi encontrado na manhã  deste domingo (24), com marcas de disparos de arma de fogo, no residencial Torquato Neto, próximo a sede do Clube do River, zona Sul de Teresina. A vítima foi encontrada trajando apenas uma bermuda estampada e com as mãos amarradas para trás.

Corpo de homem é encontrada com mãos amarradas na zona Sul de Teresina (Foto:Divulgação)

Segundo a Polícia Militar, as testemunhas ouviram vários disparos de arma de fogo por volta das 4h da manhã. “Os moradores da região ouviram os disparos nas primeiras horas da manhã, quando acordaram encontraram a vítima morta. Foram cerca de 17 disparos de arma de fogo”, afirmou o agente de plantão.

A polícia trabalha com a hipótese de que a execução esteja relacionada à disputa de facções criminosas que atuam na região sul de Teresina. "A suspeita é de que eles estavam atrás do irmão dele, mas como não conseguiram, sequestraram e mataram o Sementinha", informou a PM.

Os agentes isolaram a área até a chegada da perícia criminal. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.
 

O corpo de um homem identificado apenas como "Sementinha" foi encontrado na manhã  deste domingo (24), com marcas de disparos de arma de fogo, no residencial Torquato Neto, próximo a sede do Clube do River, zona Sul de Teresina. A vítima foi encontrada trajando apenas uma bermuda estampada e com as mãos amarradas para trás.

Corpo de homem é encontrada com mãos amarradas na zona Sul de Teresina (Foto:Divulgação)

Segundo a Polícia Militar, as testemunhas ouviram vários disparos de arma de fogo por volta das 4h da manhã. “Os moradores da região ouviram os disparos nas primeiras horas da manhã, quando acordaram encontraram a vítima morta. Foram cerca de 17 disparos de arma de fogo”, afirmou o agente de plantão.

A polícia trabalha com a hipótese de que a execução esteja relacionada à disputa de facções criminosas que atuam na região sul de Teresina. "A suspeita é de que eles estavam atrás do irmão dele, mas como não conseguiram, sequestraram e mataram o Sementinha", informou a PM.

Os agentes isolaram a área até a chegada da perícia criminal. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.