1. Editorias
  2. Saúde
  3. Covid-19: Piauí antecipará aplicação da segunda dose da Astrazeneca; entenda
Publicidade

Covid-19: Piauí antecipará aplicação da segunda dose da Astrazeneca; entenda

Medida deverá valer para qualquer município piauiense que receba lotes do imunizante

A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) anunciou nesta quinta-feira (10) que vai elaborar uma nota técnica em parceria com o Conselho Municipal de Secretários Municipais de Saúde (Cosems/PI) para estabelecer critérios que viabilizem a antecipação da segunda dose da vacina AstraZeneca/FioCruz.

Covid-19: Piauí antecipará aplicação da segunda dose da Astrazeneca (Foto: divulgação)

A vice-presidente do Cosems, Leopoldina Cipriano, afirmou que o até o momento, o acertado é que os municípios que tivessem recebido a segunda dose, já possam se vacinar após 30 dias da doença. 

De acordo com Leopoldina, as orientações dos fabricantes é que a vacina possa ser aplicada entre a 4° e 10° semana após a aplicação da primeira dose. A medida deverá valer para qualquer município piauiense que receba lotes do imunizante.

Atenção para a 2° dose

A secretaria alertou à população sobre a importância de retornar aos postos de saúde, no prazo estabelecido para a aplicação da segunda dose. Conforme o secretário da Sesapi, Florentino Neto, com as duas doses da vacina será possível realizar o ciclo de imunização. 

"Das vacinas disponíveis até o momento no Brasil, só é completa após a segunda aplicação. Por isso pedimos aos piauienses que procurem os postos de saúde para tomar sua segunda dose”, ressaltou.

50% das vacinas que chegarem ao Piauí serão destinadas ao público de 18 a 59 anos

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) decidiu nessa quarta-feira (09), durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CiB), que 50% dos lotes das vacinas que chegarem ao Piauí a partir de hoje serão destinadas para o público geral de 18 a 59 anos, mesmo que não tenha comorbidades.

O governador Wellington Dias (PT) afirmou que o Piauí receberá nesta madrugada mais de 54 mil doses da Astrazeneca. A Sesapi informou que 30% das vacinas que chegarem ao Estado serão usadas para dar sequência à imunização do público com comorbidades e deficiência e 20% para os grupos que forem reconhecidos pelos Conselhos Municipais de Saúde de cada cidade como prioritários. 

Matéria relacionada:

Sesapi afirma que 50% das vacinas que chegarem ao Piauí serão destinadas ao público de 18 a 59 anos

A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) anunciou nesta quinta-feira (10) que vai elaborar uma nota técnica em parceria com o Conselho Municipal de Secretários Municipais de Saúde (Cosems/PI) para estabelecer critérios que viabilizem a antecipação da segunda dose da vacina AstraZeneca/FioCruz.

Covid-19: Piauí antecipará aplicação da segunda dose da Astrazeneca (Foto: divulgação)

A vice-presidente do Cosems, Leopoldina Cipriano, afirmou que o até o momento, o acertado é que os municípios que tivessem recebido a segunda dose, já possam se vacinar após 30 dias da doença. 

De acordo com Leopoldina, as orientações dos fabricantes é que a vacina possa ser aplicada entre a 4° e 10° semana após a aplicação da primeira dose. A medida deverá valer para qualquer município piauiense que receba lotes do imunizante.

Atenção para a 2° dose

A secretaria alertou à população sobre a importância de retornar aos postos de saúde, no prazo estabelecido para a aplicação da segunda dose. Conforme o secretário da Sesapi, Florentino Neto, com as duas doses da vacina será possível realizar o ciclo de imunização. 

"Das vacinas disponíveis até o momento no Brasil, só é completa após a segunda aplicação. Por isso pedimos aos piauienses que procurem os postos de saúde para tomar sua segunda dose”, ressaltou.

50% das vacinas que chegarem ao Piauí serão destinadas ao público de 18 a 59 anos

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) decidiu nessa quarta-feira (09), durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CiB), que 50% dos lotes das vacinas que chegarem ao Piauí a partir de hoje serão destinadas para o público geral de 18 a 59 anos, mesmo que não tenha comorbidades.

O governador Wellington Dias (PT) afirmou que o Piauí receberá nesta madrugada mais de 54 mil doses da Astrazeneca. A Sesapi informou que 30% das vacinas que chegarem ao Estado serão usadas para dar sequência à imunização do público com comorbidades e deficiência e 20% para os grupos que forem reconhecidos pelos Conselhos Municipais de Saúde de cada cidade como prioritários. 

Matéria relacionada:

Sesapi afirma que 50% das vacinas que chegarem ao Piauí serão destinadas ao público de 18 a 59 anos