1. Editorias
  2. Turismo
  3. Ministro libera R$ 8 milhões para investimentos no turismo de São Raimundo Nonato
Publicidade

Ministro libera R$ 8 milhões para investimentos no turismo de São Raimundo Nonato

Governador Wellington Dias acompanhou o ministro e empresários durante a visita

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, liberou nesta segunda-feira (13) cerca de R$ 8 milhões para investimentos na região de São Raimundo Nonato, durante visita ao  Piauí.

Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio e governador Wellington Dias (Foto: Divulgação / Gov-PI)

O governador Wellington Dias acompanhou o gestor federal que conheceu as potencialidades da região, como o Delta do Parnaíba e a Rota das Emoções.

Marcelo Álvaro Antônio estava acompanhado de empresários, entre eles os gestores do Grupo Nômade, um dos maiores fundos de investimentos do mundo atualmente. O secretário de Estado de Turismo, Flávio Junior, e prefeitos participaram da recepção ao ministro.

O gestor reforçou a importância dessa parceria e de investir no turismo piauiense. “Trouxemos um grupo de investidores, o Grupo Nômade, que fizeram todos aqueles investimentos em Tulum, no México. Anunciamos ainda R$ 8 milhões para a Serra da Capivara para conseguirmos estruturar melhor o receptivo do turista naquela localidade. O objetivo principal é a atração de investimentos para a Rota das Emoções”, disse Marcelo Álvaro.

Governador do Piauí, ministro do turismo e empresários durante visita (Foto: Divulgação / Gov-PI)

O governador também explicou sobre o intuito da visita do gestor no Piauí. “Fico feliz em receber o ministro e sua equipe, que mostram interesse em trabalhar na região algumas rotas importantes, como a Rota das Emoções, sob a forma de um consórcio que envolve Piauí, Maranhão e Ceará, municípios e o governo federal. O objetivo aqui é a atração de investimentos privados a partir de um projeto bem elaborado, a chamada Rota das Emoções, que vai da região de Jericoacoara em direção ao Delta do Parnaíba e aos Lençóis Maranhenses”, disse Wellington Dias.

Ainda segundo o governador, foi acertado com o ministro um projeto específico para a rota.  “Precisamos desenvolver as condições de voo charter inicialmente ou voo comercial para alguns países. Nós já temos uma ligação hoje com Fortaleza e Recife, precisamos de uma ligação com Salvador, integrar mais com Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, para, com isso, tanto por meio dos aeroportos, mas também ter um olhar para Porto Marina, pensando também no acesso do turista pelo mar, de outros países e mesmo do Brasil”, especificou Dias.

Durante reunião (Foto: Divulgação / Gov-PI)

O chefe do executivo estadual destacou ainda a importância de reeditar o programa Prodetur Nordeste. “Estou aqui também em nome do Consórcio Nordeste, e trouxe uma proposta que ele aceitou, de realizarmos até o mês de fevereiro duas agendas, uma no Brasil, onde vamos trabalhar no chamado Prodetur, no qual tivemos uma agenda no ano passado com o Banco Interamericano e BNDES. Vamos organizar uma agenda que deve ocorrer até o fim de fevereiro, na Europa, que terá como foco uma reunião com a comunidade europeia em Bruxelas e na Espanha, com foco principal no turismo. Acredito que essa presença do Ministério das Relações Exteriores e agora do Turismo vai fortalecer ainda mais essa integração de municípios, estados e governo federal e o setor privado, esse último como elemento importante”, pontuou Wellington.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, liberou nesta segunda-feira (13) cerca de R$ 8 milhões para investimentos na região de São Raimundo Nonato, durante visita ao  Piauí.

Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio e governador Wellington Dias (Foto: Divulgação / Gov-PI)

O governador Wellington Dias acompanhou o gestor federal que conheceu as potencialidades da região, como o Delta do Parnaíba e a Rota das Emoções.

Marcelo Álvaro Antônio estava acompanhado de empresários, entre eles os gestores do Grupo Nômade, um dos maiores fundos de investimentos do mundo atualmente. O secretário de Estado de Turismo, Flávio Junior, e prefeitos participaram da recepção ao ministro.

O gestor reforçou a importância dessa parceria e de investir no turismo piauiense. “Trouxemos um grupo de investidores, o Grupo Nômade, que fizeram todos aqueles investimentos em Tulum, no México. Anunciamos ainda R$ 8 milhões para a Serra da Capivara para conseguirmos estruturar melhor o receptivo do turista naquela localidade. O objetivo principal é a atração de investimentos para a Rota das Emoções”, disse Marcelo Álvaro.

Governador do Piauí, ministro do turismo e empresários durante visita (Foto: Divulgação / Gov-PI)

O governador também explicou sobre o intuito da visita do gestor no Piauí. “Fico feliz em receber o ministro e sua equipe, que mostram interesse em trabalhar na região algumas rotas importantes, como a Rota das Emoções, sob a forma de um consórcio que envolve Piauí, Maranhão e Ceará, municípios e o governo federal. O objetivo aqui é a atração de investimentos privados a partir de um projeto bem elaborado, a chamada Rota das Emoções, que vai da região de Jericoacoara em direção ao Delta do Parnaíba e aos Lençóis Maranhenses”, disse Wellington Dias.

Ainda segundo o governador, foi acertado com o ministro um projeto específico para a rota.  “Precisamos desenvolver as condições de voo charter inicialmente ou voo comercial para alguns países. Nós já temos uma ligação hoje com Fortaleza e Recife, precisamos de uma ligação com Salvador, integrar mais com Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, para, com isso, tanto por meio dos aeroportos, mas também ter um olhar para Porto Marina, pensando também no acesso do turista pelo mar, de outros países e mesmo do Brasil”, especificou Dias.

Durante reunião (Foto: Divulgação / Gov-PI)

O chefe do executivo estadual destacou ainda a importância de reeditar o programa Prodetur Nordeste. “Estou aqui também em nome do Consórcio Nordeste, e trouxe uma proposta que ele aceitou, de realizarmos até o mês de fevereiro duas agendas, uma no Brasil, onde vamos trabalhar no chamado Prodetur, no qual tivemos uma agenda no ano passado com o Banco Interamericano e BNDES. Vamos organizar uma agenda que deve ocorrer até o fim de fevereiro, na Europa, que terá como foco uma reunião com a comunidade europeia em Bruxelas e na Espanha, com foco principal no turismo. Acredito que essa presença do Ministério das Relações Exteriores e agora do Turismo vai fortalecer ainda mais essa integração de municípios, estados e governo federal e o setor privado, esse último como elemento importante”, pontuou Wellington.