1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Arrumação à direita
Publicidade

Arrumação à direita

Por todos os problemas que o presidente da República vem passando, envolvendo principalmente a questão de dinheiro (não bem explicado) nas contas bancárias, do filho senador, é de se imaginar que a dinâmica deverá ser a marca do governo Bolsonaro, oscilando entre as promessas de campanha e as realidades de governar, com um olho no congresso e outro nas redes sociais. As freadas de arrumação, cada vez mais frequentes, devem reduzir sua frequência e serão substituídas por mudanças de membros da equipe, sujeita por vezes, a razões emocionais, mescladas com verdades programáticas, comuns a mudanças de governos com apoio popular, como  foi a eleição do capitão. Para aqueles que olham com perplexidade a ministra da cidadania e os comentários de alguns generais ou do próprio presidente, vem aí o novo Congresso Nacional. A Câmara dos Deputados com metade de renovação e o Senado com cerca de 60% de novos senadores, permeada por uma reforma na previdência social, certamente não são palco para observadores amadores. É nesse espaço que o presidente deve enfrentar as mais sérias reações e, como já se vislumbra, até dentro do seu partido, o PSL. Recado da turma que foi à China mostra que boa parte está no partido sem precisar, necessariamente, ser do governo ou engolir tudo que se lhe for enviado. No pano de fundo estará em disputa a direita liberal e direita ideológica típica, navegando nos acertos cometidos pelo governo. Com olhos no horizonte, a oposição, inicialmente através de Ciro Gomes e Fernando Haddad, cada vez mais críticos e irônicos, observando para ver a cor da fumaça. Aliás, o país inteiro está pagando para ver.

João Madison e Júlio Arcoverde falando de votos para seus candidatos. Da conversa só se ouviu “você é meu”.

A posse

Foi empossado ontem, Thiago Férrer, no cargo de juiz do TRE-PI. 
Solenidade concorrida, com presenças ilustres, entre as quais, as de Elmano Férrer, tio do moço, do deputado federal eleito Marco Aurélio Sampaio.
Elmano foi logo dizendo que nada tem a ver com a indicação. Então, só tentou.

A posse 2

Quem também deve ser empossado, já na manhã de hoje, como juiz substituto do TRE, será o advogado Alessandro Lopes.
A solenidade será às 11 horas.

A opção tardia

Portal local andou divulgando que Júlio Arcoverde pode ser a opção do Progressistas como candidato a presidência da Assembleia Legislativa. 
Pode, não. Agora é tarde. Não dá mais tempo. Deixa o diabinho no fogo, mesmo.

Ano Judiciário

O desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho foi o orador da sessão de abertura do Ano Judiciário, no Tribunal de Justiça do Piauí. 
Por sua vez, o presidente Sebastião Martins anunciou que o tribunal vai aumentar ainda os índices de conciliação e mediação.

Ademais...

Foi o próprio Ciro quem disse, na célebre frase {“O Wilson o PT não quer, o Júlio (...) não serve, o Hélio eu finjo que é meu, mas o governador tem certeza que é dele”} que o deputado não servia para o cargo. 
Como que dizendo que para a tarefa de substituir Themístocles só Isaias mesmo.

A nomeação

O Portal AZ deu em primeira mão, no sábado, a notícia da nomeação do marido de uma sobrinha do senador Marcelo Castro para cargo de direção no Dnit. 
As redes sociais e, principalmente os bolsonaristas, reagiram. Alguns já se diziam arrependidos de terem votado no presidente.

Brios feridos

Contudo a notícia serve apenas para ferir brios, como o do senador Ciro Nogueira que é tido como um rejeitado no governo Bolsonaro e que, Marcelo, mesmo sendo opositor, já começou a fazer indicações no governo federal. 
Nada, nada, nadinha de nada.

Nada a ver

Marcelo Castro não tem nada a ver com a nomeação de Luiz Guilherme Rodrigues de Mello para o cargo de diretor de pesquisa do DNIT.
Ele é especialista em engenharia rodoviária, e funcionário de carreira. Não tem pistolão do senador de São Raimundo Nonato.

Deixe ele pensar

Mas para elevar o ego do próprio Marcelo, ele dá aquele sorriso de hiena prenhe e vai levando os loiros da indicação. 
Fazendo inveja ao senador Ciro, que sem prestígio em Brasilia, tem tentado se salvar pela Assembleia Legislativa.

Sem luz

Ontem, a partir das onze horas – até final da tarde – faltou energia no bairro de Fátima. 
Quando telefonavam pedindo providências da Equatorial, a resposta era uma só: “a equipe técnica ainda não nos avisou”.
Palavra de usuário não vale.

Coisa esquisita

As invasões e vendas ilegais de terras no Piauí são tão gritantes, com a conivência até dos agentes públicos, que surge notícia como a passada pelo senador Roberto Requião, do Paraná, de que o empresário de lá Clovis Paduan teve terras (daqui) griladas por fundo patrimonial da universidade de Harvard, através de pistoleiros de grilheiros. 
Vai-se ver, essas terras foram vendidas, fraudulentamente, para a universidade americana.

Estou no meu direito

Incomodado com as declarações da deputada eleita, Teresa Britto, que não consegue esperar até o início da legislatura e cobra que desocupe o gabinete que ela irá usar, Pessoa mandou o recado.
“Eu quero dizer à Teresa Britto que eu sou deputado até o dia 31 de janeiro e até então eu não posso despachar nos corredores, se os outros já finalizaram seu mandato, eu não”.

Um consenso

Precisou o presidente da casa, Themístocles Filho (MDB), entrar no meio para acalmar os ânimos. Após o pedido de Themístocles, Pessoa concordou em desocupar o gabinete na próxima quinta-feira (24).
“Mas só vou desocupar porque foi um pedido do Themístocles”, disse Pessoa.

Reforma 

A governadora em exercício, Regina Sousa recebe a proposta de reforma administrativa na próxima sexta-feira no Palácio de Karnak. Após suas mexidas, será a vez do governador fazer mudar ou aceitar como está.
No projeto, demissões, extinções e incorporações de secretarias. Dizem que vão cortar na carne.
Resta saber de quem.

Você é meu

Chamou atenção foto divulgada de encontro do articulador-mor da candidatura de Themístocles à reeleição, João Madison (MDB) com o articulador do candidato Hélio Isaias,  Júlio Arcoverde (PP).
Na imagem, Madison segura a cabeça de Arcoverde. Do diálogo ocorrido só se tem certeza de uma frase: “Você é meu!”

Ping-Pong

O diabo e o pastor

Helio Isaías aborda o deputado e pastor Gessivaldo no corredor da Assembleia Legislativa e trata sobre sua candidatura a presidente do legislativo.

Hélio: “Preciso de seu voto para presidente.”
Gessivaldo: “Você não era do lado do diabo? Então, não peça voto a pastor”.

Expressas

A Polícia Civil divulgou uma lista com 54 aparelhos eletrônicos apreendidos no ano de 2018. O material se encontra na sede da Delegacia Geral.

A Semec realizará nos próximos dias o processo de matrículas para crianças de 3 anos de idade em turmas do Maternal II nos Centros Municipais de Educação Infantil.

Começa a funcionar hoje o parcelamento de multas de trânsito através de cartões de crédito. O parcelamento poderá ser feito na empresa Vamos Parcelar, Strans e na sede do Detran. 

Por todos os problemas que o presidente da República vem passando, envolvendo principalmente a questão de dinheiro (não bem explicado) nas contas bancárias, do filho senador, é de se imaginar que a dinâmica deverá ser a marca do governo Bolsonaro, oscilando entre as promessas de campanha e as realidades de governar, com um olho no congresso e outro nas redes sociais. As freadas de arrumação, cada vez mais frequentes, devem reduzir sua frequência e serão substituídas por mudanças de membros da equipe, sujeita por vezes, a razões emocionais, mescladas com verdades programáticas, comuns a mudanças de governos com apoio popular, como  foi a eleição do capitão. Para aqueles que olham com perplexidade a ministra da cidadania e os comentários de alguns generais ou do próprio presidente, vem aí o novo Congresso Nacional. A Câmara dos Deputados com metade de renovação e o Senado com cerca de 60% de novos senadores, permeada por uma reforma na previdência social, certamente não são palco para observadores amadores. É nesse espaço que o presidente deve enfrentar as mais sérias reações e, como já se vislumbra, até dentro do seu partido, o PSL. Recado da turma que foi à China mostra que boa parte está no partido sem precisar, necessariamente, ser do governo ou engolir tudo que se lhe for enviado. No pano de fundo estará em disputa a direita liberal e direita ideológica típica, navegando nos acertos cometidos pelo governo. Com olhos no horizonte, a oposição, inicialmente através de Ciro Gomes e Fernando Haddad, cada vez mais críticos e irônicos, observando para ver a cor da fumaça. Aliás, o país inteiro está pagando para ver.

João Madison e Júlio Arcoverde falando de votos para seus candidatos. Da conversa só se ouviu “você é meu”.

A posse

Foi empossado ontem, Thiago Férrer, no cargo de juiz do TRE-PI. 
Solenidade concorrida, com presenças ilustres, entre as quais, as de Elmano Férrer, tio do moço, do deputado federal eleito Marco Aurélio Sampaio.
Elmano foi logo dizendo que nada tem a ver com a indicação. Então, só tentou.

A posse 2

Quem também deve ser empossado, já na manhã de hoje, como juiz substituto do TRE, será o advogado Alessandro Lopes.
A solenidade será às 11 horas.

A opção tardia

Portal local andou divulgando que Júlio Arcoverde pode ser a opção do Progressistas como candidato a presidência da Assembleia Legislativa. 
Pode, não. Agora é tarde. Não dá mais tempo. Deixa o diabinho no fogo, mesmo.

Ano Judiciário

O desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho foi o orador da sessão de abertura do Ano Judiciário, no Tribunal de Justiça do Piauí. 
Por sua vez, o presidente Sebastião Martins anunciou que o tribunal vai aumentar ainda os índices de conciliação e mediação.

Ademais...

Foi o próprio Ciro quem disse, na célebre frase {“O Wilson o PT não quer, o Júlio (...) não serve, o Hélio eu finjo que é meu, mas o governador tem certeza que é dele”} que o deputado não servia para o cargo. 
Como que dizendo que para a tarefa de substituir Themístocles só Isaias mesmo.

A nomeação

O Portal AZ deu em primeira mão, no sábado, a notícia da nomeação do marido de uma sobrinha do senador Marcelo Castro para cargo de direção no Dnit. 
As redes sociais e, principalmente os bolsonaristas, reagiram. Alguns já se diziam arrependidos de terem votado no presidente.

Brios feridos

Contudo a notícia serve apenas para ferir brios, como o do senador Ciro Nogueira que é tido como um rejeitado no governo Bolsonaro e que, Marcelo, mesmo sendo opositor, já começou a fazer indicações no governo federal. 
Nada, nada, nadinha de nada.

Nada a ver

Marcelo Castro não tem nada a ver com a nomeação de Luiz Guilherme Rodrigues de Mello para o cargo de diretor de pesquisa do DNIT.
Ele é especialista em engenharia rodoviária, e funcionário de carreira. Não tem pistolão do senador de São Raimundo Nonato.

Deixe ele pensar

Mas para elevar o ego do próprio Marcelo, ele dá aquele sorriso de hiena prenhe e vai levando os loiros da indicação. 
Fazendo inveja ao senador Ciro, que sem prestígio em Brasilia, tem tentado se salvar pela Assembleia Legislativa.

Sem luz

Ontem, a partir das onze horas – até final da tarde – faltou energia no bairro de Fátima. 
Quando telefonavam pedindo providências da Equatorial, a resposta era uma só: “a equipe técnica ainda não nos avisou”.
Palavra de usuário não vale.

Coisa esquisita

As invasões e vendas ilegais de terras no Piauí são tão gritantes, com a conivência até dos agentes públicos, que surge notícia como a passada pelo senador Roberto Requião, do Paraná, de que o empresário de lá Clovis Paduan teve terras (daqui) griladas por fundo patrimonial da universidade de Harvard, através de pistoleiros de grilheiros. 
Vai-se ver, essas terras foram vendidas, fraudulentamente, para a universidade americana.

Estou no meu direito

Incomodado com as declarações da deputada eleita, Teresa Britto, que não consegue esperar até o início da legislatura e cobra que desocupe o gabinete que ela irá usar, Pessoa mandou o recado.
“Eu quero dizer à Teresa Britto que eu sou deputado até o dia 31 de janeiro e até então eu não posso despachar nos corredores, se os outros já finalizaram seu mandato, eu não”.

Um consenso

Precisou o presidente da casa, Themístocles Filho (MDB), entrar no meio para acalmar os ânimos. Após o pedido de Themístocles, Pessoa concordou em desocupar o gabinete na próxima quinta-feira (24).
“Mas só vou desocupar porque foi um pedido do Themístocles”, disse Pessoa.

Reforma 

A governadora em exercício, Regina Sousa recebe a proposta de reforma administrativa na próxima sexta-feira no Palácio de Karnak. Após suas mexidas, será a vez do governador fazer mudar ou aceitar como está.
No projeto, demissões, extinções e incorporações de secretarias. Dizem que vão cortar na carne.
Resta saber de quem.

Você é meu

Chamou atenção foto divulgada de encontro do articulador-mor da candidatura de Themístocles à reeleição, João Madison (MDB) com o articulador do candidato Hélio Isaias,  Júlio Arcoverde (PP).
Na imagem, Madison segura a cabeça de Arcoverde. Do diálogo ocorrido só se tem certeza de uma frase: “Você é meu!”

Ping-Pong

O diabo e o pastor

Helio Isaías aborda o deputado e pastor Gessivaldo no corredor da Assembleia Legislativa e trata sobre sua candidatura a presidente do legislativo.

Hélio: “Preciso de seu voto para presidente.”
Gessivaldo: “Você não era do lado do diabo? Então, não peça voto a pastor”.

Expressas

A Polícia Civil divulgou uma lista com 54 aparelhos eletrônicos apreendidos no ano de 2018. O material se encontra na sede da Delegacia Geral.

A Semec realizará nos próximos dias o processo de matrículas para crianças de 3 anos de idade em turmas do Maternal II nos Centros Municipais de Educação Infantil.

Começa a funcionar hoje o parcelamento de multas de trânsito através de cartões de crédito. O parcelamento poderá ser feito na empresa Vamos Parcelar, Strans e na sede do Detran. 

O novo do velho É a economia...

Mais lidas desse blog