1. Editorias
  2. Entretenimento
  3. João Nogueira tem obra estendida com inéditas parcerias póstumas com Lucas Bueno e Paulo César Feital
Publicidade

João Nogueira tem obra estendida com inéditas parcerias póstumas com Lucas Bueno e Paulo César Feital

O jongo 'Setembrina' e o baião 'Pão com goiabada' serão lançados em março

Compositor referencial no universo do samba feito no Brasil entre os anos 1970 e 1990, o carioca João Nogueira (12 de novembro de 1941 – 5 de junho de 2000) deixou cancioneiro relevante que ganha títulos póstumos neste ano de 2019.

Lucas Bueno e Paulo César Feital têm parcerias com João Nogueira lançadas no álbum 'Lágrimas', de Lucas Bueno (Foto: Divulgação)

Enquanto o cantor e compositor Diogo Nogueira, filho de João, sustenta que tem composto com o pai através de sonhos e planeja apresentar em breve músicas desse parceria aberta em duas dimensões de tempo e espaço, o cantor e compositor fluminense Lucas Bueno lança no fim de março o segundo álbum, Lágrimas, com repertório que apresenta duas músicas inéditas com a assinatura de João Nogueira.

O jongo Setembrina e o baião Pão com goiabada são composições iniciadas por João e finalizadas por Lucas Bueno com o compositor letrista Paulo César Feital.

Do jongo Setembrina, gravado por Lucas com a participação da cantora Nina Wirtti e com arranjo do próprio Lucas, João Nogueira tinha feito somente o sedutor refrão "Minha vó dançava jongo / Enquanto mexia a terrina / Pra descer seu Zé do Congo e a veia Setembrina / Quando erê tocava o gongo / Vovó virava menina".

Lucas completou a melodia e Feital fez a letra. Na gravação do álbum Lágrimas, o jongo Setembrina tem evidenciados mais os toques dos violões de João Lyra e João Camarero do que a batida da percussão de Paulino Dias.

Já o baião Pão com goiabada tinha uma melodia inicial de João, completada por Lucas. A letra de Feital já estava pronta. O baião foi gravado no álbum de Lucas Bueno com arranjo do violonista Rubinho Jacob.

Precedido em março de 2018 pelo lançamento do single Dom Pedro das Flores, gravado com a participação de Ana Costa, o álbum Lágrimaschega ao mercado fonográfico quatro anos após o antecessor Tinto(2015).

O disco tem repertório composto inteiramente por parcerias inéditas de Lucas Bueno com Paulo César Feital, sendo que sete foram gravadas com convidados.

Além de Setembrina, a cantora Nina Wirtti participa das músicas CambucáÉ foda e Palhaços. Moyseis Marques cai no Samba pra Darcy Ribeiro. Já Claudio Nucci é o convidado de Camaçari.

Compositor referencial no universo do samba feito no Brasil entre os anos 1970 e 1990, o carioca João Nogueira (12 de novembro de 1941 – 5 de junho de 2000) deixou cancioneiro relevante que ganha títulos póstumos neste ano de 2019.

Lucas Bueno e Paulo César Feital têm parcerias com João Nogueira lançadas no álbum 'Lágrimas', de Lucas Bueno (Foto: Divulgação)

Lucas Bueno e Paulo César Feital têm parcerias com João Nogueira lançadas no álbum 'Lágrimas', de Lucas Bueno (Foto: Divulgação)

Enquanto o cantor e compositor Diogo Nogueira, filho de João, sustenta que tem composto com o pai através de sonhos e planeja apresentar em breve músicas desse parceria aberta em duas dimensões de tempo e espaço, o cantor e compositor fluminense Lucas Bueno lança no fim de março o segundo álbum, Lágrimas, com repertório que apresenta duas músicas inéditas com a assinatura de João Nogueira.

O jongo Setembrina e o baião Pão com goiabada são composições iniciadas por João e finalizadas por Lucas Bueno com o compositor letrista Paulo César Feital.

Do jongo Setembrina, gravado por Lucas com a participação da cantora Nina Wirtti e com arranjo do próprio Lucas, João Nogueira tinha feito somente o sedutor refrão "Minha vó dançava jongo / Enquanto mexia a terrina / Pra descer seu Zé do Congo e a veia Setembrina / Quando erê tocava o gongo / Vovó virava menina".

Lucas completou a melodia e Feital fez a letra. Na gravação do álbum Lágrimas, o jongo Setembrina tem evidenciados mais os toques dos violões de João Lyra e João Camarero do que a batida da percussão de Paulino Dias.

Já o baião Pão com goiabada tinha uma melodia inicial de João, completada por Lucas. A letra de Feital já estava pronta. O baião foi gravado no álbum de Lucas Bueno com arranjo do violonista Rubinho Jacob.

Precedido em março de 2018 pelo lançamento do single Dom Pedro das Flores, gravado com a participação de Ana Costa, o álbum Lágrimaschega ao mercado fonográfico quatro anos após o antecessor Tinto(2015).

O disco tem repertório composto inteiramente por parcerias inéditas de Lucas Bueno com Paulo César Feital, sendo que sete foram gravadas com convidados.

Além de Setembrina, a cantora Nina Wirtti participa das músicas CambucáÉ foda e Palhaços. Moyseis Marques cai no Samba pra Darcy Ribeiro. Já Claudio Nucci é o convidado de Camaçari.