1. Editorias
  2. Saúde
  3. Conselho Regional de Enfermagem interdita unidade de saúde
Publicidade

Conselho Regional de Enfermagem interdita unidade de saúde

A interdição ética na unidade de saúde foi decidida em plenário depois de vistoria no local

A Unidade Mista de Saúde Lourival de Abreu Vasconcelos, localizada no município de Cristino Castro teve a interdição ética nas atividades de enfermagem decretada pelo Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI). 

A interdição ética na unidade de saúde foi decidida em plenário depois de vistoria no local que aconteceu nesta segunda-feira (10), sendo conduzida pelo conselheiro João Paulo Ferreira de Castro.

Conselheiros do Coren-PI durante fiscalização na unidade de saúde( Foto: divulgação) 

Diversas irregularidades encontradas no local resultaram na interdição da unidade de saúde. Entre elas, esterilização comprometida, a ausência de um enfermeiro nos plantões, falta de enfermeiro responsável técnico, medicamentos com prazo de validade vencido e outros pontos que comprometem a continuidade da assistência de enfermagem aos pacientes internados.

Conselheiro do Coren-PI durante fiscalização na unidade de saúde( Foto: divulgação) 

De acordo com a presidente do Coren-PI, Tatiana Melo, o conselho segue atuando em prol da Enfermagem piauiense, em busca do cumprimento do exercício legal e ético da categoria profissional. 

“As fiscalizações realizadas nas unidades de saúde em todas as regiões do Piauí têm como objetivo averiguar as condições de trabalho dos profissionais e assim garantir melhor atendimento aos pacientes”, explica.

Conselheiro do Coren-PI durante fiscalização na unidade de saúde( Foto: divulgação) 

A desinterdição acontecerá logo que sejam atendidos os preceitos legais inerentes à enfermagem e à legislação de saúde.

A Unidade Mista de Saúde Lourival de Abreu Vasconcelos, localizada no município de Cristino Castro teve a interdição ética nas atividades de enfermagem decretada pelo Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI). 

A interdição ética na unidade de saúde foi decidida em plenário depois de vistoria no local que aconteceu nesta segunda-feira (10), sendo conduzida pelo conselheiro João Paulo Ferreira de Castro.

sss

Conselheiros do Coren-PI durante fiscalização na unidade de saúde( Foto: divulgação) 

Diversas irregularidades encontradas no local resultaram na interdição da unidade de saúde. Entre elas, esterilização comprometida, a ausência de um enfermeiro nos plantões, falta de enfermeiro responsável técnico, medicamentos com prazo de validade vencido e outros pontos que comprometem a continuidade da assistência de enfermagem aos pacientes internados.

sss

Conselheiro do Coren-PI durante fiscalização na unidade de saúde( Foto: divulgação) 

De acordo com a presidente do Coren-PI, Tatiana Melo, o conselho segue atuando em prol da Enfermagem piauiense, em busca do cumprimento do exercício legal e ético da categoria profissional. 

“As fiscalizações realizadas nas unidades de saúde em todas as regiões do Piauí têm como objetivo averiguar as condições de trabalho dos profissionais e assim garantir melhor atendimento aos pacientes”, explica.

ddd

Conselheiro do Coren-PI durante fiscalização na unidade de saúde( Foto: divulgação) 

A desinterdição acontecerá logo que sejam atendidos os preceitos legais inerentes à enfermagem e à legislação de saúde.