1. Colunas
  2. Cine Vício
  3. 007 fecha ciclo com chave de ouro
Publicidade

007 fecha ciclo com chave de ouro

Pesadão, sem concessões e extremamente competente, o OO7 - Sem Tempo para Morrer (Inglaterra, 2021, lançamento mundial dia 30 de setembro) em cartaz nos cinemas de THE (com pouca gente nas salas) é espetacular e realmente fecha todo o ciclo dos cinco filmes estrelados por Daniel Craig, não há espaço pra mais nada, se é que você me entende.

Começando a mil por hora na bela Itália (que país) James Bond que estava casado, se separa e volta para a última missão: enfrentar um terrorista que quer espalhar um vírus no mundo (ecos da covid) pena que Rami Malek ( o Freddie Mercury de Bohemian Rapshody) tenha pouco tempo em cena, assim como Blofeld (vivido de forma esquisita por Krystoph Waltz) e Ana de Armas de Blade Runner 2049, filme de 2017. 

O filme não para com ação na Jamaica e na Escócia e o cheiro de morte com personagens importantes sendo eliminados acontece a todo instante, não há espaço para mais nada.Craig é realmente o segundo melhor 007 depois de Sean Connery, alguns dizem que encarnou o agente como é nos livros de Fleming: frio, calculista, brutal. Vamos ver qual será o novo ator a encarnar a lenda em 2022. Filmão, viu.

Pesadão, sem concessões e extremamente competente, o OO7 - Sem Tempo para Morrer (Inglaterra, 2021, lançamento mundial dia 30 de setembro) em cartaz nos cinemas de THE (com pouca gente nas salas) é espetacular e realmente fecha todo o ciclo dos cinco filmes estrelados por Daniel Craig, não há espaço pra mais nada, se é que você me entende.

Começando a mil por hora na bela Itália (que país) James Bond que estava casado, se separa e volta para a última missão: enfrentar um terrorista que quer espalhar um vírus no mundo (ecos da covid) pena que Rami Malek ( o Freddie Mercury de Bohemian Rapshody) tenha pouco tempo em cena, assim como Blofeld (vivido de forma esquisita por Krystoph Waltz) e Ana de Armas de Blade Runner 2049, filme de 2017. 

O filme não para com ação na Jamaica e na Escócia e o cheiro de morte com personagens importantes sendo eliminados acontece a todo instante, não há espaço para mais nada.Craig é realmente o segundo melhor 007 depois de Sean Connery, alguns dizem que encarnou o agente como é nos livros de Fleming: frio, calculista, brutal. Vamos ver qual será o novo ator a encarnar a lenda em 2022. Filmão, viu.

Ran é Obra de arte insuperável Samurai ainda impressiona