Publicidade

A Semar e o Zoo

Não foi imaginação do jornalista e tampouco publicação exclusiva da coluna, a informação de que animais do Zoobotânico de Teresina poderiam estar sendo sacrificados, pela falta de alimentação, por decisão governamental, para atender a supostas exigências de uma empresa que estaria interessada na Parceria Público Privada (PPP) à qual o governo estadual quer incluir o zoo. Muito pelo contrário: ao dar a informação este jornalista cobrou de entidades ligadas aos animais e ao próprio governo os esclarecimentos devidos, até porque, seria terrível, se verdadeiro. Então, disponibiliza-se aqui informação da Secretaria de Meio Ambiente  e Recursos Hídricos (Semar) sobre o caso. Eis o texto: “a Secretaria de Estado de Meio Ambiente  e Recursos Hídricos (Semar) informa que o cuidado com os animais do Zoobotânico de Teresina é o mesmo nos 365 dias do ano mesmo com o espaço fechado para a visitação. A alimentação é servida diariamente,  composta por frutas frescas, verduras e carnes. A dieta, elaborada por nutricionista, é específica para cada espécie e elaborada de acordo com a necessidade individual de cada animal. A atenção com o bem-estar dos 500 animais que ali vivem também inclui a limpeza e desinfecção dos recintos. A água é renovada com frequência para suprir as necessidades do plantel. A Semar informa, ainda, que o felino citado na coluna do portal AZ, viveu quase 25 anos no Zoobotânico de Teresina e morreu de velhice, como pôde ser constatado em laudo elaborado pelo departamento veterinário da UFPI há  6 meses atrás”.


Deputado Baleia Rossi (MDB) vem ‘garimpar’ votos da bancada do Piauí para presidente da Câmara Federal (Foto: divulgação)

Reação no mundo

Tem repercutido em vários países a publicação do Comitê de Proteção ao Jornalista, com sede em Nova Iorque, sobre a prisão deste jornalista, que durou quatro meses.
Destaque-se que a ilegalidade da prisão foi reconhecida, por unanimidade, pelo STJ.
O voto da relatora Laurita Vaz  foi acompanhado, sem restrição, e com comentários negativos à decretação da prisão preventiva pela justiça piauiense, por todos os ministros da 6ª Turma.

Irmãos siameses

Um fato em comum na vida dos dois pretendentes a presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) e Baleia Rossi (MDB): os dois estão na lista de propina da JBS.
Lira, através Ciro Nogueira, teria recebido R$ 500 mil. Baleia, R$ 240 mil.

Falando baleeis

No desenho animado ‘Procurando Nemo’, a atrapalhada Dory, entoava um ‘baleeis’ dizendo ao Marlin, pai do Nemo, que estava falando com uma baleia, avistada à distância, em alto mar.
Como será o ‘baleeis’ que deputados estão falando nessa disputa pelo poder da Câmara?
Emendas?, Dinheiro vivo?, Cargos?

Atrás de voto

O deputado federal Baleia Rossi está sendo esperado hoje, em Teresina, para contato com os deputados federais da bancada piauiense.
Deve ser recebido pelo governador Wellington Dias que já é, incondicionalmente, opositor a Bolsonaro e, por tabela, ao candidato dele, Arthur Lira.

O placar

Pelo comprometimento dos partidos com as candidaturas, já dá para avaliar o placar na bancada piauiense.
Artur Lira, aparentemente, dará de goleada em Baleia Rossi, com o placar de 7x3.

Votos de Arthur

Seguindo os partidos, são potenciais eleitores de Artur Lira, os deputados Júlio César, Fábio Abreu, Iracema Portella, Margarete Coelho, Átila Lira, Flavio Nogueira e Marina.

Eleitores de Baleia

Também de acordo com a orientação partidária, apenas Marco Aurélio (MDB), Rejane Dias e Merlong, ambos do estariam votando em Baleia Rossi.

Na onda do chefe

Agora, se o governador Wellington Dias pesar nas decisões, o placar pode mudar, ganhando Baleia Rossi por 6x4 caso Fábio Abreu, Margarete Coelho e Marina, sigam a orientação do governador.
E aí não se está falando na traição que ocorre ao pé da urna. Na hora de votar.

De reunião em reunião

Como é tradição no PT, o partido vai – a partir de agora – marcar reunião para definir a data da próxima reunião para escolher a reunião dos nomes que poderão ser escolhidos em outra reunião para serem lançados candidatos a governador. Em outra reunião.
Enquanto isso os adversários do PT vão queimando os cartuchos de seus candidatos já postos.

Fenômeno dos negócios

Quando Tony Rodrigues divulgou, algumas vezes, a façanha de um jovem construtor de obras para o governo do Estado, com milionários contratos, surgiram vozes governistas dizendo que o jornalista estava perseguindo o rapaz, de codinome Felipinho.
Mas veja, não é preciso nem escarafunchar contratos em outras secretarias para mostrar como ele é queridinho dos gestores.
E, parece, competente, também.

Exclusividade

Só na Secretaria de Agronegócios, que faz mais obras de calçamento e estradas que tratar do agronegócio, a construtora do rapaz ganhou 16 das 18 licitações, segundo Marcos Melo, em seu site Política Dinâmica.
Isso só pode é fazer a alegria de muita gente. E como faz.

Falando em contratos...

Generoso é o contrato firmado entre o hospital estadual Deolindo Couto, de Oeiras e o hospital privado Nossa Senhora das Vitórias.
A Secretaria de Saúde vai pagar mensalmente R$ 90 mil para transferir o setor de obstetrícia do Deolindo Couto para o Nossa Senhora das Vitórias.

Primeiro mês

O hospital agraciado vem a ser de propriedade da família do candidato a prefeito derrotado Ailton Filho.
O mês de novembro já foi devidamente quitado.

A morte do marketing

O outdoor do cemitério Jardim da Ressurreição com uma imagem que remete à morte e sugere deixá-la de quarentena, é o verdadeiro do marketing e da boa publicidade.
Não há uma só justificativa para tanto mau-gosto, nem mesmo o “senso de oportunidade” tão comum aos profissionais de propaganda e marketing.

Troca troca

A gestão de Dr. pessoa mal começou e as trocas das empresas que cuidam de terceirizados também já começaram.

Meu padrinho!

Com isso, para evitar a troca desses servidores, começaram os bilhetinhos de Vereadores e outras lideranças  para permanecer no lugar ou outros entrarão. Pelo visto, a mudança de critérios para contratação de empresas e de pessoas não mudou nada.

ICMS Educação

O governo estadual justificou a criação do ICMS Educação, porque vai favorecer municípios com melhor desempenho de estudantes nas séries iniciais do ensino fundamental.
Não está claro na lei estadual que criou o ICMS Educação se a avaliação dessa qualidade se dará somente com alunos das redes públicas municipais.

Avaliação

Segundo a lei, haverá um Índice de Qualidade em Educação Municipal (IQEM), aferido pela aprovação dos estudantes, que é automática, frise-se, e pelos resultados obtidos no Sistema de Avaliação Educacional do Piauí (Saepi), atualmente aplicado somente às escolas públicas estaduais.

Avaliação 2

Isso significa que escolas municipais teriam que se submeter a uma avaliação externa promovida pela Secretaria de Educação – mais uma, já que são avaliados pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), do MEC.

Alô, Dr. Pessoa!

No final do ano, sabendo que a turma de Firmino já não teria disposição para fazer mais nada na cidade, a coluna cobrou do prefeito eleito José Pessoa Leal pronta intervenção, já nos primeiros dias de 2021, para recuperar o trecho totalmente esburacado da Avenida Nicanor Barreto, em frente ao abrigo São Lucas.
Até agora, o representante da SDU que atua na região não apareceu por lá. Os buracos se transformaram em grandes crateras.

Ping-Pong 
Cadê o prefeito?

Um dia depois da posse de Dr. Pessoa no cargo de prefeito de Teresina, um cidadão chega à prefeitura e fala com a recepcionista, perguntando por Firmino Filho. Ele sai, volta em seguida e novamente pergunta por Firmino. Faz isso umas três vezes.

A recepcionista (já meio brava): “Meu senhor, essa é a terceira vez que o senhor vem aqui procurando o Firmino  e eu já disse que ele não é mais prefeito...”. 
O homem: “É porque você não sabe o quanto é bom ouvir isso”.

Colaboração: Paulo Henrique Pereira

Expressas

Uma boa notícia! O governo de São Paulo informou ontem que a CoronaVac registrou 78% de eficácia nos testes clínicos feitos no Brasil. 

A vacina contra a Covid-19 é desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Ainda de acordo com o governo, a vacina garantiu a proteção total (100%) contra mortes, casos graves e internações nos voluntários vacinados que foram contaminados.

Não foi imaginação do jornalista e tampouco publicação exclusiva da coluna, a informação de que animais do Zoobotânico de Teresina poderiam estar sendo sacrificados, pela falta de alimentação, por decisão governamental, para atender a supostas exigências de uma empresa que estaria interessada na Parceria Público Privada (PPP) à qual o governo estadual quer incluir o zoo. Muito pelo contrário: ao dar a informação este jornalista cobrou de entidades ligadas aos animais e ao próprio governo os esclarecimentos devidos, até porque, seria terrível, se verdadeiro. Então, disponibiliza-se aqui informação da Secretaria de Meio Ambiente  e Recursos Hídricos (Semar) sobre o caso. Eis o texto: “a Secretaria de Estado de Meio Ambiente  e Recursos Hídricos (Semar) informa que o cuidado com os animais do Zoobotânico de Teresina é o mesmo nos 365 dias do ano mesmo com o espaço fechado para a visitação. A alimentação é servida diariamente,  composta por frutas frescas, verduras e carnes. A dieta, elaborada por nutricionista, é específica para cada espécie e elaborada de acordo com a necessidade individual de cada animal. A atenção com o bem-estar dos 500 animais que ali vivem também inclui a limpeza e desinfecção dos recintos. A água é renovada com frequência para suprir as necessidades do plantel. A Semar informa, ainda, que o felino citado na coluna do portal AZ, viveu quase 25 anos no Zoobotânico de Teresina e morreu de velhice, como pôde ser constatado em laudo elaborado pelo departamento veterinário da UFPI há  6 meses atrás”.


Deputado Baleia Rossi (MDB) vem ‘garimpar’ votos da bancada do Piauí para presidente da Câmara Federal (Foto: divulgação)

Reação no mundo

Tem repercutido em vários países a publicação do Comitê de Proteção ao Jornalista, com sede em Nova Iorque, sobre a prisão deste jornalista, que durou quatro meses.
Destaque-se que a ilegalidade da prisão foi reconhecida, por unanimidade, pelo STJ.
O voto da relatora Laurita Vaz  foi acompanhado, sem restrição, e com comentários negativos à decretação da prisão preventiva pela justiça piauiense, por todos os ministros da 6ª Turma.

Irmãos siameses

Um fato em comum na vida dos dois pretendentes a presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) e Baleia Rossi (MDB): os dois estão na lista de propina da JBS.
Lira, através Ciro Nogueira, teria recebido R$ 500 mil. Baleia, R$ 240 mil.

Falando baleeis

No desenho animado ‘Procurando Nemo’, a atrapalhada Dory, entoava um ‘baleeis’ dizendo ao Marlin, pai do Nemo, que estava falando com uma baleia, avistada à distância, em alto mar.
Como será o ‘baleeis’ que deputados estão falando nessa disputa pelo poder da Câmara?
Emendas?, Dinheiro vivo?, Cargos?

Atrás de voto

O deputado federal Baleia Rossi está sendo esperado hoje, em Teresina, para contato com os deputados federais da bancada piauiense.
Deve ser recebido pelo governador Wellington Dias que já é, incondicionalmente, opositor a Bolsonaro e, por tabela, ao candidato dele, Arthur Lira.

O placar

Pelo comprometimento dos partidos com as candidaturas, já dá para avaliar o placar na bancada piauiense.
Artur Lira, aparentemente, dará de goleada em Baleia Rossi, com o placar de 7x3.

Votos de Arthur

Seguindo os partidos, são potenciais eleitores de Artur Lira, os deputados Júlio César, Fábio Abreu, Iracema Portella, Margarete Coelho, Átila Lira, Flavio Nogueira e Marina.

Eleitores de Baleia

Também de acordo com a orientação partidária, apenas Marco Aurélio (MDB), Rejane Dias e Merlong, ambos do estariam votando em Baleia Rossi.

Na onda do chefe

Agora, se o governador Wellington Dias pesar nas decisões, o placar pode mudar, ganhando Baleia Rossi por 6x4 caso Fábio Abreu, Margarete Coelho e Marina, sigam a orientação do governador.
E aí não se está falando na traição que ocorre ao pé da urna. Na hora de votar.

De reunião em reunião

Como é tradição no PT, o partido vai – a partir de agora – marcar reunião para definir a data da próxima reunião para escolher a reunião dos nomes que poderão ser escolhidos em outra reunião para serem lançados candidatos a governador. Em outra reunião.
Enquanto isso os adversários do PT vão queimando os cartuchos de seus candidatos já postos.

Fenômeno dos negócios

Quando Tony Rodrigues divulgou, algumas vezes, a façanha de um jovem construtor de obras para o governo do Estado, com milionários contratos, surgiram vozes governistas dizendo que o jornalista estava perseguindo o rapaz, de codinome Felipinho.
Mas veja, não é preciso nem escarafunchar contratos em outras secretarias para mostrar como ele é queridinho dos gestores.
E, parece, competente, também.

Exclusividade

Só na Secretaria de Agronegócios, que faz mais obras de calçamento e estradas que tratar do agronegócio, a construtora do rapaz ganhou 16 das 18 licitações, segundo Marcos Melo, em seu site Política Dinâmica.
Isso só pode é fazer a alegria de muita gente. E como faz.

Falando em contratos...

Generoso é o contrato firmado entre o hospital estadual Deolindo Couto, de Oeiras e o hospital privado Nossa Senhora das Vitórias.
A Secretaria de Saúde vai pagar mensalmente R$ 90 mil para transferir o setor de obstetrícia do Deolindo Couto para o Nossa Senhora das Vitórias.

Primeiro mês

O hospital agraciado vem a ser de propriedade da família do candidato a prefeito derrotado Ailton Filho.
O mês de novembro já foi devidamente quitado.

A morte do marketing

O outdoor do cemitério Jardim da Ressurreição com uma imagem que remete à morte e sugere deixá-la de quarentena, é o verdadeiro do marketing e da boa publicidade.
Não há uma só justificativa para tanto mau-gosto, nem mesmo o “senso de oportunidade” tão comum aos profissionais de propaganda e marketing.

Troca troca

A gestão de Dr. pessoa mal começou e as trocas das empresas que cuidam de terceirizados também já começaram.

Meu padrinho!

Com isso, para evitar a troca desses servidores, começaram os bilhetinhos de Vereadores e outras lideranças  para permanecer no lugar ou outros entrarão. Pelo visto, a mudança de critérios para contratação de empresas e de pessoas não mudou nada.

ICMS Educação

O governo estadual justificou a criação do ICMS Educação, porque vai favorecer municípios com melhor desempenho de estudantes nas séries iniciais do ensino fundamental.
Não está claro na lei estadual que criou o ICMS Educação se a avaliação dessa qualidade se dará somente com alunos das redes públicas municipais.

Avaliação

Segundo a lei, haverá um Índice de Qualidade em Educação Municipal (IQEM), aferido pela aprovação dos estudantes, que é automática, frise-se, e pelos resultados obtidos no Sistema de Avaliação Educacional do Piauí (Saepi), atualmente aplicado somente às escolas públicas estaduais.

Avaliação 2

Isso significa que escolas municipais teriam que se submeter a uma avaliação externa promovida pela Secretaria de Educação – mais uma, já que são avaliados pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), do MEC.

Alô, Dr. Pessoa!

No final do ano, sabendo que a turma de Firmino já não teria disposição para fazer mais nada na cidade, a coluna cobrou do prefeito eleito José Pessoa Leal pronta intervenção, já nos primeiros dias de 2021, para recuperar o trecho totalmente esburacado da Avenida Nicanor Barreto, em frente ao abrigo São Lucas.
Até agora, o representante da SDU que atua na região não apareceu por lá. Os buracos se transformaram em grandes crateras.

Ping-Pong 
Cadê o prefeito?

Um dia depois da posse de Dr. Pessoa no cargo de prefeito de Teresina, um cidadão chega à prefeitura e fala com a recepcionista, perguntando por Firmino Filho. Ele sai, volta em seguida e novamente pergunta por Firmino. Faz isso umas três vezes.

A recepcionista (já meio brava): “Meu senhor, essa é a terceira vez que o senhor vem aqui procurando o Firmino  e eu já disse que ele não é mais prefeito...”. 
O homem: “É porque você não sabe o quanto é bom ouvir isso”.

Colaboração: Paulo Henrique Pereira

Expressas

Uma boa notícia! O governo de São Paulo informou ontem que a CoronaVac registrou 78% de eficácia nos testes clínicos feitos no Brasil. 

A vacina contra a Covid-19 é desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Ainda de acordo com o governo, a vacina garantiu a proteção total (100%) contra mortes, casos graves e internações nos voluntários vacinados que foram contaminados.

Que luxo é esse? Um caso do passado