1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Catástrofe anunciada na segurança
Publicidade

Catástrofe anunciada na segurança

“Daqui a dez anos, se não tomarem providência nenhuma, isso aqui estará pior que o Rio de Janeiro... Daqui a pouco vai ter cabrinha andando de fuzil. O povo não quer encarar a realidade, não quer fazer uma revolução na segurança, não quer fazer as mudanças que tem que fazer, dá nisso”. Essa advertência é de um delegado da Polícia Civil do Piauí sobre os bandos armados existentes nos bairros de Teresina. É o relato de uma situação gravosa, inquietante para a população e, certamente, de pouco importância para as autoridades públicas do Estado. Isso tudo porque há muito tempo, desde o seu primeiro governo, Wellington Dias fez do setor de segurança pública – civil e militar – um território político de moeda de troca eleitoral. Invariavelmente, o secretário de Segurança sempre foi político. De preferência com mandato, para deixar o suplente em seu lugar. Fábio Abreu, até a sua primeira eleição de deputado federal, era um capitão de combate ao crime nas ruas, sem ter ocupado outros cargos mais relevantes na Polícia Militar e, de repente, foi alçado ao cargo de Secretário de Segurança, sem as qualidades para tanto, mas o governador precisava do seu lugar na Câmara dos Deputados para ajeitar a vida do seu suplente. E assim, até hoje, o capitão mantém o domínio sobre a polícia civil como parte do seu quinhão de deputado federal na condição de aliado político do governador. Com embargo da capacidade de gerenciamento de uns poucos delegados de polícia civil, a segurança pública do Piauí está desaparelhada enquanto o crime no Piauí, notadamente em Teresina cada vez mais se fortalece. Diante disso, tem-se formado quadrilhas tão perigosas que intimidam o próprio aparelho policial, como o Bonde dos 40, os braços armados do PCC, CV, AR-5 e outras gangs, com armamento mais pesado que as armas utilizadas pelos policiais. A população, apreensiva fica refém dos bandidos. Mas quem vai dar ouvidos a essa advertência do delegado se o governador do Estado está mais preocupado em fazer política partidária?

Deputada Teresa Britto denuncia mortes de bebês na maternidade Evangelina Rosa (Foto: divulgação)

Casa dos horrores

A deputada estadual Teresa Britto denunciou ontem que 30 bebês morreram em um mês na maternidade Evangelina Rosa.
Alguém do Ministério Público já apareceu por lá?

Sinal de prestígio

A impressão que se tem é que quanto mais ruim é o auxiliar de Wellington Dias, cada vez mais ele ganha prestígio junto ao chefe do governo.
Há anos se denuncia as supostas malfeitorias na maternidade. E todos seguem firmes, nos cargos.

Coisa de amigo

Amigo nunca deixa o outro no meio do caminho.
Bolsonaro acaba de nomear o general Eduardo Pazuello em cargo de segundo – ou terceiro? – escalão, para trabalhar próximo a ele, no Palácio do Planalto.

Dodô na Arsete

Adolfo Nunes deixará o cargo de secretário de Governo para se arranchar na chefia da Arsete, a agência de águas do município.
Pronto, pois, como engenheiro, no lugar certo.

Bons companheiros

Adolfo não ficará só. Vai encontrar velhos companheiros, como o também engenheiro e ex-chefe da agência, Dirceu Arcoverde Filho.
Vai ter muita prosa.

Mais um feriado

O feriado de Corpus Christi já foi antecipado pelo governo do Piauí, dias atrás, como forma de adotar medidas restritivas contra a covid-19.
Mas amanhã, o feriado será obedecido não só pela Igreja como pelos poderes públicos e classe comercial e empresarial.

Ponto facultativo

Não deixa de ser um feriadão, porque já na sexta-feira o governo – e certamente as prefeituras – decretarão ponto facultativo.
Devem aproveitar os quatro dias de folga para manter fechados principalmente bares e casas de eventos a partir das 22 horas.

Milicianos no Piauí

Policiais do Maranhão foram presos em Ribeiro Gonçalves em ações próprias de milicianos, invadindo fazendas, fazendo moradores de reféns, suspeitos de estarem a serviços grileiros de terras no sul do Piauí.
Eles encontram essa facilidade de invadir o Estado pela omissão da Policia piauiense que, aliás, é quase nada, em termos de contingente, no interior.

Carro Pipa, sim senhor!

Não há dúvidas entre os aliados do governador Wellington Dias, de que o decreto de calamidade em 36 municípios por falta de chuvas, vai permitir a volta da chamada ‘indústria do carro pipa’.
No que dá na sangria desenfreada de recursos públicos.

Ó tempora

Quando se elegeu pela primeira vez, Wellington Dias anunciou que poria um fim à ‘lata d’água na cabeça’ e aos carros pipa que transportavam água dos pontos de água para as casas dos sertanejos.
O negócio ficou tão bom que, com anuência ou omissão do governador, se transformou em verdadeira indústria.

Ó mores

E não precisa ir muito longe para saber quem ganha com isso: todos, do dono do carro, ou melhor, da frota ao contratante, o agente público.
O dinheiro usado para socorrer os flagelados da suposta seca faz a alegria de todo mundo.

Erro de expectativa

A coluna lembra que já no início do terceiro governo, Regina Sousa dizia, com entusiasmo, que Wellington Dias iria acabar com os carros pipa, definindo-os ‘indústria antiga essa que alimenta muita gente’.
Errou. Ele fez foi engordar.

Concurso da PM

Wellington Dias reuniu ontem a imprensa para lançar, oficialmente, o edital do concurso da Polícia Militar do Piauí. As inscrições iniciam no dia 26 de junho e vão até o dia 27 de julho.
Ao total, são 690 vagas disponibilizadas, sendo 650 para soldado e 40 para oficial.
Ainda é pouco. Muito pouco.

Seletivo da Semec

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) também lançou ontem edital para contratação de 340 professores substitutos na Educação Infantil e Ensino Fundamental, além de cadastro de reserva. As inscrições acontecem de 7 a 11 de junho, pelo site da Semec.
Salários de até R$ 3,7 mil com carga horária de 40h semanais.

Decreto

O prefeito de Cajueiro da Praia, Felipe Ribeiro (Republicanos), assinou novo decreto e permitiu a abertura do comércio até 4 de junho. Apesar da flexibilização, o gestor manteve o toque de recolher ativo a partir das 22h.

Acesso autorizado

Apenas servidores públicos, trabalhadores da iniciativa privadas, prestadores de serviço e casos de urgência poderão ter o acesso autorizado para a cidade de Cajueiro.

Cadê a vacina?

Até parece brincadeira de faz de conta. A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou a inclusão de jornalistas em prioridade para vacinação contra a covid-19.
O projeto é de autoria do deputado estadual Júlio Arcoverde (PP). Mas cadê as vacinas?

Critérios

Segundo a proposta, só serão vacinados os profissionais que não estejam em regime de home office. O Sindjor já está fazendo um levantamento sobre quantos jornalistas, incluindo estagiários, trabalham na capital e repassará à Secretaria de Saúde.

Inacreditável

A CPI do Transporte Público tem revelado histórias absurdas e até ‘inacreditáveis’ sobre o as empresas que gerenciam os ônibus na capital.
Ontem, o empresário da TransPremium, Claudionor Costa Silva, afirmou que a sua empresa participou da licitação em 2014, mas foi desclassificada e mesmo assim, atentai-bem leitor, foi convidada pelo Consórcio Poty para reforçar o serviço na zona norte da capital, que começou a atuar em 2018.
Você entendeu?

E disse mais...

O empresário explicou ainda que apenas em novembro, já operando com a disponibilização de veículos, a empresa foi inserida no consórcio de forma legalizada pela Strans.
O presidente da CPI, vereador Dudu, afirmou que a cada depoimento ouvido, vai surgindo a certeza da necessidade de uma repactuação.
Mas o que é isso mesmo, Dudu?

O namoro flopou

O presidente Jair Bolsonaro recebeu o convite oficial para se filiar ao Patriota. Ontem, ele recebeu no Palácio do Planalto o presidente nacional do partido, Adilson Barroso. O encontro foi mediado pelo seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (RJ), que se filiou a legenda.
Pelo visto o ‘namoro’ do presidente com o PP de Ciro Nogueira, ‘flopou’.
Mas Ciro continua no governo.

Ping-Pong
Más companhias

Viajam no mesmo avião para a cidade de Picos os deputados Kleber Eulálio, Warton Santos, Nerinho e Belê. Belê avisa ao tio Gil Paraibano para recebê-la no aeroporto. Só que ao chegar, a porta do avião emperra e não abre. Gil, preocupado, telefona para ela.

Gil: “E aí minha bichinha, onde você está?”.
Belê: “Tio faz é tempo que nós tamos aqui, mas o diabo da porta do avião não quer abrir...”.
Gil: “Ó minha bichinha, também com essas suas companhias não tem avião que aguente”.

Originalmente publicada em 7 de agosto de 2011.

Expressas

Teresina não registrou nenhuma morte em decorrência da covid-19 em um período de 24 horas, segundo dados divulgados ontem pela Sesapi.

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) voltou a registrar alta na quantidade de vítimas de acidentes de trânsito durante o mês de maio.

O Programa de Trainee 2021 da Equatorial Energia ainda está com vagas e inscrições abertas para as quatro distribuidoras do Grupo: Maranhão, Pará, Piauí e Alagoas. 

“Daqui a dez anos, se não tomarem providência nenhuma, isso aqui estará pior que o Rio de Janeiro... Daqui a pouco vai ter cabrinha andando de fuzil. O povo não quer encarar a realidade, não quer fazer uma revolução na segurança, não quer fazer as mudanças que tem que fazer, dá nisso”. Essa advertência é de um delegado da Polícia Civil do Piauí sobre os bandos armados existentes nos bairros de Teresina. É o relato de uma situação gravosa, inquietante para a população e, certamente, de pouco importância para as autoridades públicas do Estado. Isso tudo porque há muito tempo, desde o seu primeiro governo, Wellington Dias fez do setor de segurança pública – civil e militar – um território político de moeda de troca eleitoral. Invariavelmente, o secretário de Segurança sempre foi político. De preferência com mandato, para deixar o suplente em seu lugar. Fábio Abreu, até a sua primeira eleição de deputado federal, era um capitão de combate ao crime nas ruas, sem ter ocupado outros cargos mais relevantes na Polícia Militar e, de repente, foi alçado ao cargo de Secretário de Segurança, sem as qualidades para tanto, mas o governador precisava do seu lugar na Câmara dos Deputados para ajeitar a vida do seu suplente. E assim, até hoje, o capitão mantém o domínio sobre a polícia civil como parte do seu quinhão de deputado federal na condição de aliado político do governador. Com embargo da capacidade de gerenciamento de uns poucos delegados de polícia civil, a segurança pública do Piauí está desaparelhada enquanto o crime no Piauí, notadamente em Teresina cada vez mais se fortalece. Diante disso, tem-se formado quadrilhas tão perigosas que intimidam o próprio aparelho policial, como o Bonde dos 40, os braços armados do PCC, CV, AR-5 e outras gangs, com armamento mais pesado que as armas utilizadas pelos policiais. A população, apreensiva fica refém dos bandidos. Mas quem vai dar ouvidos a essa advertência do delegado se o governador do Estado está mais preocupado em fazer política partidária?

Deputada Teresa Britto denuncia mortes de bebês na maternidade Evangelina Rosa (Foto: divulgação)

Casa dos horrores

A deputada estadual Teresa Britto denunciou ontem que 30 bebês morreram em um mês na maternidade Evangelina Rosa.
Alguém do Ministério Público já apareceu por lá?

Sinal de prestígio

A impressão que se tem é que quanto mais ruim é o auxiliar de Wellington Dias, cada vez mais ele ganha prestígio junto ao chefe do governo.
Há anos se denuncia as supostas malfeitorias na maternidade. E todos seguem firmes, nos cargos.

Coisa de amigo

Amigo nunca deixa o outro no meio do caminho.
Bolsonaro acaba de nomear o general Eduardo Pazuello em cargo de segundo – ou terceiro? – escalão, para trabalhar próximo a ele, no Palácio do Planalto.

Dodô na Arsete

Adolfo Nunes deixará o cargo de secretário de Governo para se arranchar na chefia da Arsete, a agência de águas do município.
Pronto, pois, como engenheiro, no lugar certo.

Bons companheiros

Adolfo não ficará só. Vai encontrar velhos companheiros, como o também engenheiro e ex-chefe da agência, Dirceu Arcoverde Filho.
Vai ter muita prosa.

Mais um feriado

O feriado de Corpus Christi já foi antecipado pelo governo do Piauí, dias atrás, como forma de adotar medidas restritivas contra a covid-19.
Mas amanhã, o feriado será obedecido não só pela Igreja como pelos poderes públicos e classe comercial e empresarial.

Ponto facultativo

Não deixa de ser um feriadão, porque já na sexta-feira o governo – e certamente as prefeituras – decretarão ponto facultativo.
Devem aproveitar os quatro dias de folga para manter fechados principalmente bares e casas de eventos a partir das 22 horas.

Milicianos no Piauí

Policiais do Maranhão foram presos em Ribeiro Gonçalves em ações próprias de milicianos, invadindo fazendas, fazendo moradores de reféns, suspeitos de estarem a serviços grileiros de terras no sul do Piauí.
Eles encontram essa facilidade de invadir o Estado pela omissão da Policia piauiense que, aliás, é quase nada, em termos de contingente, no interior.

Carro Pipa, sim senhor!

Não há dúvidas entre os aliados do governador Wellington Dias, de que o decreto de calamidade em 36 municípios por falta de chuvas, vai permitir a volta da chamada ‘indústria do carro pipa’.
No que dá na sangria desenfreada de recursos públicos.

Ó tempora

Quando se elegeu pela primeira vez, Wellington Dias anunciou que poria um fim à ‘lata d’água na cabeça’ e aos carros pipa que transportavam água dos pontos de água para as casas dos sertanejos.
O negócio ficou tão bom que, com anuência ou omissão do governador, se transformou em verdadeira indústria.

Ó mores

E não precisa ir muito longe para saber quem ganha com isso: todos, do dono do carro, ou melhor, da frota ao contratante, o agente público.
O dinheiro usado para socorrer os flagelados da suposta seca faz a alegria de todo mundo.

Erro de expectativa

A coluna lembra que já no início do terceiro governo, Regina Sousa dizia, com entusiasmo, que Wellington Dias iria acabar com os carros pipa, definindo-os ‘indústria antiga essa que alimenta muita gente’.
Errou. Ele fez foi engordar.

Concurso da PM

Wellington Dias reuniu ontem a imprensa para lançar, oficialmente, o edital do concurso da Polícia Militar do Piauí. As inscrições iniciam no dia 26 de junho e vão até o dia 27 de julho.
Ao total, são 690 vagas disponibilizadas, sendo 650 para soldado e 40 para oficial.
Ainda é pouco. Muito pouco.

Seletivo da Semec

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) também lançou ontem edital para contratação de 340 professores substitutos na Educação Infantil e Ensino Fundamental, além de cadastro de reserva. As inscrições acontecem de 7 a 11 de junho, pelo site da Semec.
Salários de até R$ 3,7 mil com carga horária de 40h semanais.

Decreto

O prefeito de Cajueiro da Praia, Felipe Ribeiro (Republicanos), assinou novo decreto e permitiu a abertura do comércio até 4 de junho. Apesar da flexibilização, o gestor manteve o toque de recolher ativo a partir das 22h.

Acesso autorizado

Apenas servidores públicos, trabalhadores da iniciativa privadas, prestadores de serviço e casos de urgência poderão ter o acesso autorizado para a cidade de Cajueiro.

Cadê a vacina?

Até parece brincadeira de faz de conta. A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou a inclusão de jornalistas em prioridade para vacinação contra a covid-19.
O projeto é de autoria do deputado estadual Júlio Arcoverde (PP). Mas cadê as vacinas?

Critérios

Segundo a proposta, só serão vacinados os profissionais que não estejam em regime de home office. O Sindjor já está fazendo um levantamento sobre quantos jornalistas, incluindo estagiários, trabalham na capital e repassará à Secretaria de Saúde.

Inacreditável

A CPI do Transporte Público tem revelado histórias absurdas e até ‘inacreditáveis’ sobre o as empresas que gerenciam os ônibus na capital.
Ontem, o empresário da TransPremium, Claudionor Costa Silva, afirmou que a sua empresa participou da licitação em 2014, mas foi desclassificada e mesmo assim, atentai-bem leitor, foi convidada pelo Consórcio Poty para reforçar o serviço na zona norte da capital, que começou a atuar em 2018.
Você entendeu?

E disse mais...

O empresário explicou ainda que apenas em novembro, já operando com a disponibilização de veículos, a empresa foi inserida no consórcio de forma legalizada pela Strans.
O presidente da CPI, vereador Dudu, afirmou que a cada depoimento ouvido, vai surgindo a certeza da necessidade de uma repactuação.
Mas o que é isso mesmo, Dudu?

O namoro flopou

O presidente Jair Bolsonaro recebeu o convite oficial para se filiar ao Patriota. Ontem, ele recebeu no Palácio do Planalto o presidente nacional do partido, Adilson Barroso. O encontro foi mediado pelo seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (RJ), que se filiou a legenda.
Pelo visto o ‘namoro’ do presidente com o PP de Ciro Nogueira, ‘flopou’.
Mas Ciro continua no governo.

Ping-Pong
Más companhias

Viajam no mesmo avião para a cidade de Picos os deputados Kleber Eulálio, Warton Santos, Nerinho e Belê. Belê avisa ao tio Gil Paraibano para recebê-la no aeroporto. Só que ao chegar, a porta do avião emperra e não abre. Gil, preocupado, telefona para ela.

Gil: “E aí minha bichinha, onde você está?”.
Belê: “Tio faz é tempo que nós tamos aqui, mas o diabo da porta do avião não quer abrir...”.
Gil: “Ó minha bichinha, também com essas suas companhias não tem avião que aguente”.

Originalmente publicada em 7 de agosto de 2011.

Expressas

Teresina não registrou nenhuma morte em decorrência da covid-19 em um período de 24 horas, segundo dados divulgados ontem pela Sesapi.

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) voltou a registrar alta na quantidade de vítimas de acidentes de trânsito durante o mês de maio.

O Programa de Trainee 2021 da Equatorial Energia ainda está com vagas e inscrições abertas para as quatro distribuidoras do Grupo: Maranhão, Pará, Piauí e Alagoas. 

O bandido sim senhor! Marcando o dia