1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. De olho em 2022 e 2024
Publicidade

De olho em 2022 e 2024

Wellington Dias recepcionou o prefeito Dr. Pessoa anteontem com jantar num gesto de cordialidade do governador para com o prefeito da capital que diz muito sobre as tratativas da política. No discurso oficial, a reunião teve por finalidade discutir questões administrativas. Teve isso também, mas não só isso. O encontro do governador com o prefeito tem mais a ver com as eleições do ano que vem - e de 2024 - do que simplesmente com parcerias em obras e programas para a capital. Matreiro e escorregadio como ele só, Wellington põe curso a um movimento para garantir o apoio do prefeito ao seu candidato a governador em 2022, que tudo indica será o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, que estava presente ao encontro. Em troca, além de obras para a capital, Wellington sinaliza a Pessoa a possibilidade de ajudar o atual prefeito na reeleição de 2024. Ou seja, o cardápio do jantar foi, aparentemente, bom para os dois. Estrategista como ele só, o governador trabalha com a vaidade, o desconhecimento e as ambições de Dr. Pessoa. Além das promessas para 2024, oferece a possibilidade de ajudar na eleição de Pessoinha para a Assembleia Legislativa, uma ambição que o prefeito não consegue esconder. E, assim, Wellington não apenas garante votos e estrutura em Teresina para Rafael Fonteles no ano que vem, mas também pavimenta a estrada para por fim de vez ao que ainda resta de oposição ao Palácio de Karnak em Teresina – leiam-se os cacos do PSDB e o Progressistas de Ciro Nogueira – daqui a três anos. Lógico que isso tudo são cenários e possibilidades cuja concretização depende muito das circunstâncias e de como os fatos políticos se desenrolarão daqui para frente. Mas na caixa de ferramentas de produzir fatos e factoides do governador não custa nada tentar, porém.


Marina Bucar, a respeitada médica piauiense que mora na Espanha, dá entrevista à TV piauiense (Foto: reprodução)

Meus caros

Retorno ao trabalho, depois do susto que o velho e cansado coração nos pregou, no final de junho.
Mas, felizmente, graças a Deus e a toda a equipe do hospital São Marcos, os procedimentos cirúrgicos nos colocam de volta à  trincheira do bom jornalismo.

Obrigado

Os agradecimentos também a você que sofreu e torceu para que tudo desse certo.
E deu.

Novo desembargador

O novo desembargador do TRT-16, no Maranhão é o piauiense Francisco José de Carvalho Neto, juiz da Vara do Trabalho em Timon.
O ato foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, anteontem e publicado ontem, no Diário Oficial da União.

A vaga

Carvalho Neto assumirá a vaga decorrente da aposentadoria do desembargador Américo Bedé Freire, atingido pela compulsória dos 75 anos.
TRT-Piauí
No Piauí, assiste-se a uma batalha silenciosa que advogados travam pela vaga do desembargador Jim Boavista, também alcançado pela compulsória.
Além de brigarem para entrarem na lista, eles também correm a Brasília atrás de pistolões.

Fase crítica na polícia

Teresina esta vivendo aquela negra fase do Rio de Janeiro em que o policial, civil ou militar, anda disfarçado nas ruas para não ser identificado pelos bandidos.
Porque ou é assassinado ou assaltado. Enfim, desmoralizado.

Mais um assalto

Mais um militar foi assaltado pelos bandidos em Teresina. A vítima é o soldado De Oliveira, da Polícia do Maranhão, que saiu ferido com um tiro no pé ao reagir a uma tentativa de assalto na porta de sua casa, no Parque Brasil.

Indignação

Essa onda desmoralizante de o bandido fazer o que quer com os policiais no Piauí tem provocado reações de indignação na população. E o tema recorrente é a questão do armamento.
Por que não armar a população? Indagam.

Mesmo direito?

A advogada Martha Fernanda diz: “se até os militares treinados estão sendo dominados por que os cidadãos comuns não podem ter o direito de ter uma arma pra tentar manusear como o assaltante manuseia sem treinamento, sem porte e só na audácia?”. 

Ver se cola

É também da advogada Martha Fernanda essa sugestão: “Tão bom seria se quem defendesse o não porte de arma (e que já aceitou a ineficácia do Estado em protegê-lo) nunca congestionasse o 190 com suas ocorrências. Que jogasse sua lábia no meliante pra ver se cola”.
Pois é, quem sabe se não cola.

Sem cerca

A insegurança do teresinense parte do fato de que são poucos os policiais fazendo rondas. E, quando os assaltos ocorrem em suas casas, a polícia demora a chegar.
As quadrilhas estão entrando nas casas que tem cerca elétrica, câmeras, rendem os moradores e o que encontram.

Joel, traidor?

Nem bem terminou de ler a notícia de Raisa Brito, no GP1, de que o prefeito Joel Rodrigues, de Floriano, vai abandonar o grupo do senador Ciro Nogueira, um aliado dele não segurou a incontinência verbal: “lealdade parece não ser o forte do Joel”.

Nome impublicável

Esse aliado, muito próximo do ex-senador João Vicente Claudino, disse que Joel o traiu, lembrando que o prefeito de Floriano iniciou sua vida pública no PTB, com total apoio de JVC, saiu do partido sem dizer adeus e é impublicável o que seu antigo aliado JVC pensa a seu respeito.

Marina Bucar

A médica florianense Marina Bucar veio a Teresina e concedeu entrevista a Virgínia Fabris. Ela reside há anos na Espanha e, bem recentemente, se destacou por suas posições sobre a ação medicamentosa no combate à covid-19. Quando ainda não existia vacina.
Uma curiosidade: Marina confidenciou a um amigo que nem sempre fica nervosa dando entrevistas, mas no Piauí se sente desconfortável.

No ar!

A entrevista que Marina Bucar concedeu a sua conterrânea Virginia Fabris, na TV Meio Norte, vai ao ar hoje, às 22h15min.
Respeitadíssima na Espanha, Marina Bucar tem doutorado e três mestrados.

Conversa reservada

Ouviu-se ontem entre pessoas próximas ao Palácio de Karnak que o encontro entre Wellington Dias e Dr. Pessoa deveria evoluir de um jantar para uma conversa mais reservada.
Seria algo apenas entre o governador, o prefeito e mais um ou dois secretários, quando falariam das eleições.

Não deu pé

Mas Dr. Pessoa levou tanta gente com ele que Wellington achou melhor deixar a conversa reservada para outra ocasião.

Perdidos

E enquanto Wellington faz cortesias ao prefeito, naturalmente pensando nas eleições, a oposição segue mais perdida do que cachorro quando cai do caminhão de mudança. De um lado, os tucanos não sabem para onde vão.
De outro, Ciro Nogueira parece mais preocupado com o próprio futuro político em Brasília do que em carregar o fardo de enfrentar o ex-aliado no ano que vem.

Prisão domiciliar

A defesa do advogado Jefferson Moura Costa, preso em flagrante, suspeito de estuprar uma diarista em Teresina, entrou com um pedido de prisão domiciliar.
O advogado do caso, Lucas Ribeiro, afirmou ao Portal AZ, que é direito de Jefferson, como advogado, ficar em uma sala de Estado maior devido às suas prerrogativas.

Entenda

Jefferson atualmente está preso na penitenciária Irmão Guido. “Ele na condição de advogado tem a prerrogativa de estar em uma sala de Estado maior. O local que ele está é inapropriado”, alega Lucas.

O que diz a OAB?

A OAB reiterou o pedido e pediu a transferência do suspeito para o Comando da Polícia Militar ou para o Corpo de Bombeiros por entender que nos locais existem instalações que se assemelham à sala solicitada pela defesa.

Sorte grande

Rapaz, pelo visto a maré de sorte está no Piauí. Em menos de dois meses, quatro apostas realizadas no estado foram premiadas na Lotofácil.
Anteontem, uma aposta simples do município de Simplício Mendes levou o prêmio principal do concurso 2285 e faturou mais de R$ 1,4 milhão de reais.

Ataques

A disputa para 2022 já começou. Ontem, durante entrevistas simultâneas a diferentes rádios, o presidente Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva trocaram farpas e ofensas. Para o mandatário, o que o petista sabe fazer de melhor “é tomar cachaça”.
Já para Lula, Bolsonaro é ‘estúpido’.
O bom é que o brasileiro já os conhece.

Novos grupos

A Sesapi vai iniciar a vacinação de adolescentes entre 12 e 18 anos que possuem comorbidade no Piauí. O comunicado foi feito pelo secretário de Saúde, Florentino Neto.
Ele relatou que a Secretaria divulgará uma orientação aos municípios regulamentando a vacinação deste público.

Ping-Pong
Democracia e peru

Do livro Folclore Político, de Sebastião Nery:
Em 1968, durante o AI-5, o advogado Sobral Pinto é preso em Goiânia. O coronel que o interroga faz força para ser simpático.

Coronel: “Dr. Sobral, afinal de contas nós pensamos igual”.
Sobral Pinto: “Nada disso. Eu não quero tirar sua liberdade e o senhor está tirando a minha”.
Coronel: “Mas nós dois queremos democracia”.
Sobral Pinto: “Também não. A democracia que quero é um governo escolhido pela Nação. A democracia que o senhor quer é um governo escolhido pelo senhor e imposto à nação”.
Coronel: “Já entendi. A diferença é que o senhor que uma democracia liberal e eu quero uma democracia à brasileira”.
Sobral Pinto: “Meu senhor, à brasileira, só peru”.

Expressas

Nesta sexta (23), acontecerá no Teatro João Paulo II, o lançamento de um projeto que homenageia os oito anos da morte do músico e sanfoneiro Dominguinhos. 

O projeto que destaca umas das principais obras de Dominguinhos através de um vídeo, é uma parceria entre as orquestras sanfônicas dos municípios de Teresina (PI) e Rio de Janeiro (RJ).

O Secretário de Estado da Educação do Piauí, Ellen Gera, participou de reunião híbrida do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em Brasília, para debater sobre o retorno às aulas presenciais e vacinação de estudantes. 

Wellington Dias recepcionou o prefeito Dr. Pessoa anteontem com jantar num gesto de cordialidade do governador para com o prefeito da capital que diz muito sobre as tratativas da política. No discurso oficial, a reunião teve por finalidade discutir questões administrativas. Teve isso também, mas não só isso. O encontro do governador com o prefeito tem mais a ver com as eleições do ano que vem - e de 2024 - do que simplesmente com parcerias em obras e programas para a capital. Matreiro e escorregadio como ele só, Wellington põe curso a um movimento para garantir o apoio do prefeito ao seu candidato a governador em 2022, que tudo indica será o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, que estava presente ao encontro. Em troca, além de obras para a capital, Wellington sinaliza a Pessoa a possibilidade de ajudar o atual prefeito na reeleição de 2024. Ou seja, o cardápio do jantar foi, aparentemente, bom para os dois. Estrategista como ele só, o governador trabalha com a vaidade, o desconhecimento e as ambições de Dr. Pessoa. Além das promessas para 2024, oferece a possibilidade de ajudar na eleição de Pessoinha para a Assembleia Legislativa, uma ambição que o prefeito não consegue esconder. E, assim, Wellington não apenas garante votos e estrutura em Teresina para Rafael Fonteles no ano que vem, mas também pavimenta a estrada para por fim de vez ao que ainda resta de oposição ao Palácio de Karnak em Teresina – leiam-se os cacos do PSDB e o Progressistas de Ciro Nogueira – daqui a três anos. Lógico que isso tudo são cenários e possibilidades cuja concretização depende muito das circunstâncias e de como os fatos políticos se desenrolarão daqui para frente. Mas na caixa de ferramentas de produzir fatos e factoides do governador não custa nada tentar, porém.


Marina Bucar, a respeitada médica piauiense que mora na Espanha, dá entrevista à TV piauiense (Foto: reprodução)

Meus caros

Retorno ao trabalho, depois do susto que o velho e cansado coração nos pregou, no final de junho.
Mas, felizmente, graças a Deus e a toda a equipe do hospital São Marcos, os procedimentos cirúrgicos nos colocam de volta à  trincheira do bom jornalismo.

Obrigado

Os agradecimentos também a você que sofreu e torceu para que tudo desse certo.
E deu.

Novo desembargador

O novo desembargador do TRT-16, no Maranhão é o piauiense Francisco José de Carvalho Neto, juiz da Vara do Trabalho em Timon.
O ato foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, anteontem e publicado ontem, no Diário Oficial da União.

A vaga

Carvalho Neto assumirá a vaga decorrente da aposentadoria do desembargador Américo Bedé Freire, atingido pela compulsória dos 75 anos.
TRT-Piauí
No Piauí, assiste-se a uma batalha silenciosa que advogados travam pela vaga do desembargador Jim Boavista, também alcançado pela compulsória.
Além de brigarem para entrarem na lista, eles também correm a Brasília atrás de pistolões.

Fase crítica na polícia

Teresina esta vivendo aquela negra fase do Rio de Janeiro em que o policial, civil ou militar, anda disfarçado nas ruas para não ser identificado pelos bandidos.
Porque ou é assassinado ou assaltado. Enfim, desmoralizado.

Mais um assalto

Mais um militar foi assaltado pelos bandidos em Teresina. A vítima é o soldado De Oliveira, da Polícia do Maranhão, que saiu ferido com um tiro no pé ao reagir a uma tentativa de assalto na porta de sua casa, no Parque Brasil.

Indignação

Essa onda desmoralizante de o bandido fazer o que quer com os policiais no Piauí tem provocado reações de indignação na população. E o tema recorrente é a questão do armamento.
Por que não armar a população? Indagam.

Mesmo direito?

A advogada Martha Fernanda diz: “se até os militares treinados estão sendo dominados por que os cidadãos comuns não podem ter o direito de ter uma arma pra tentar manusear como o assaltante manuseia sem treinamento, sem porte e só na audácia?”. 

Ver se cola

É também da advogada Martha Fernanda essa sugestão: “Tão bom seria se quem defendesse o não porte de arma (e que já aceitou a ineficácia do Estado em protegê-lo) nunca congestionasse o 190 com suas ocorrências. Que jogasse sua lábia no meliante pra ver se cola”.
Pois é, quem sabe se não cola.

Sem cerca

A insegurança do teresinense parte do fato de que são poucos os policiais fazendo rondas. E, quando os assaltos ocorrem em suas casas, a polícia demora a chegar.
As quadrilhas estão entrando nas casas que tem cerca elétrica, câmeras, rendem os moradores e o que encontram.

Joel, traidor?

Nem bem terminou de ler a notícia de Raisa Brito, no GP1, de que o prefeito Joel Rodrigues, de Floriano, vai abandonar o grupo do senador Ciro Nogueira, um aliado dele não segurou a incontinência verbal: “lealdade parece não ser o forte do Joel”.

Nome impublicável

Esse aliado, muito próximo do ex-senador João Vicente Claudino, disse que Joel o traiu, lembrando que o prefeito de Floriano iniciou sua vida pública no PTB, com total apoio de JVC, saiu do partido sem dizer adeus e é impublicável o que seu antigo aliado JVC pensa a seu respeito.

Marina Bucar

A médica florianense Marina Bucar veio a Teresina e concedeu entrevista a Virgínia Fabris. Ela reside há anos na Espanha e, bem recentemente, se destacou por suas posições sobre a ação medicamentosa no combate à covid-19. Quando ainda não existia vacina.
Uma curiosidade: Marina confidenciou a um amigo que nem sempre fica nervosa dando entrevistas, mas no Piauí se sente desconfortável.

No ar!

A entrevista que Marina Bucar concedeu a sua conterrânea Virginia Fabris, na TV Meio Norte, vai ao ar hoje, às 22h15min.
Respeitadíssima na Espanha, Marina Bucar tem doutorado e três mestrados.

Conversa reservada

Ouviu-se ontem entre pessoas próximas ao Palácio de Karnak que o encontro entre Wellington Dias e Dr. Pessoa deveria evoluir de um jantar para uma conversa mais reservada.
Seria algo apenas entre o governador, o prefeito e mais um ou dois secretários, quando falariam das eleições.

Não deu pé

Mas Dr. Pessoa levou tanta gente com ele que Wellington achou melhor deixar a conversa reservada para outra ocasião.

Perdidos

E enquanto Wellington faz cortesias ao prefeito, naturalmente pensando nas eleições, a oposição segue mais perdida do que cachorro quando cai do caminhão de mudança. De um lado, os tucanos não sabem para onde vão.
De outro, Ciro Nogueira parece mais preocupado com o próprio futuro político em Brasília do que em carregar o fardo de enfrentar o ex-aliado no ano que vem.

Prisão domiciliar

A defesa do advogado Jefferson Moura Costa, preso em flagrante, suspeito de estuprar uma diarista em Teresina, entrou com um pedido de prisão domiciliar.
O advogado do caso, Lucas Ribeiro, afirmou ao Portal AZ, que é direito de Jefferson, como advogado, ficar em uma sala de Estado maior devido às suas prerrogativas.

Entenda

Jefferson atualmente está preso na penitenciária Irmão Guido. “Ele na condição de advogado tem a prerrogativa de estar em uma sala de Estado maior. O local que ele está é inapropriado”, alega Lucas.

O que diz a OAB?

A OAB reiterou o pedido e pediu a transferência do suspeito para o Comando da Polícia Militar ou para o Corpo de Bombeiros por entender que nos locais existem instalações que se assemelham à sala solicitada pela defesa.

Sorte grande

Rapaz, pelo visto a maré de sorte está no Piauí. Em menos de dois meses, quatro apostas realizadas no estado foram premiadas na Lotofácil.
Anteontem, uma aposta simples do município de Simplício Mendes levou o prêmio principal do concurso 2285 e faturou mais de R$ 1,4 milhão de reais.

Ataques

A disputa para 2022 já começou. Ontem, durante entrevistas simultâneas a diferentes rádios, o presidente Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva trocaram farpas e ofensas. Para o mandatário, o que o petista sabe fazer de melhor “é tomar cachaça”.
Já para Lula, Bolsonaro é ‘estúpido’.
O bom é que o brasileiro já os conhece.

Novos grupos

A Sesapi vai iniciar a vacinação de adolescentes entre 12 e 18 anos que possuem comorbidade no Piauí. O comunicado foi feito pelo secretário de Saúde, Florentino Neto.
Ele relatou que a Secretaria divulgará uma orientação aos municípios regulamentando a vacinação deste público.

Ping-Pong
Democracia e peru

Do livro Folclore Político, de Sebastião Nery:
Em 1968, durante o AI-5, o advogado Sobral Pinto é preso em Goiânia. O coronel que o interroga faz força para ser simpático.

Coronel: “Dr. Sobral, afinal de contas nós pensamos igual”.
Sobral Pinto: “Nada disso. Eu não quero tirar sua liberdade e o senhor está tirando a minha”.
Coronel: “Mas nós dois queremos democracia”.
Sobral Pinto: “Também não. A democracia que quero é um governo escolhido pela Nação. A democracia que o senhor quer é um governo escolhido pelo senhor e imposto à nação”.
Coronel: “Já entendi. A diferença é que o senhor que uma democracia liberal e eu quero uma democracia à brasileira”.
Sobral Pinto: “Meu senhor, à brasileira, só peru”.

Expressas

Nesta sexta (23), acontecerá no Teatro João Paulo II, o lançamento de um projeto que homenageia os oito anos da morte do músico e sanfoneiro Dominguinhos. 

O projeto que destaca umas das principais obras de Dominguinhos através de um vídeo, é uma parceria entre as orquestras sanfônicas dos municípios de Teresina (PI) e Rio de Janeiro (RJ).

O Secretário de Estado da Educação do Piauí, Ellen Gera, participou de reunião híbrida do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em Brasília, para debater sobre o retorno às aulas presenciais e vacinação de estudantes. 

Uma batalha interessante Novo código enfraquece a Justiça eleitoral