Publicidade

Falso brilhante

Nos últimos 20 anos, o Piauí viveu sob uma recorrente informação de aumento maior de seu Produto Interno Bruto (PIB) acima da média nacional – o que é verdade, mas não é algo que alere substancialmente as condições de vida da maioria da população. Em 2020, por exemplo, a renda do Piauí aumentou e isso tirou muita gente da linha da miséria, mas se tratou de falso brilhante, porque essa melhoria foi marcada pela sazonalidade do auxílio emergencial aprovado durante a pandemia da covid, de R$ 600, chegando a R$ 1,2 mil para famílias com mulheres como provedoras. Findado o auxílio emergencial, em 2021 se aprovou um valor menor e finalmente neste ano se iniciou o pagamento do Auxílio Brasil, sucedâneo do Bolsa Família. O pagamento é maior nominalmente que o programa anterior, porém não o bastante para garantir que as pessoas vivam em melhores condições. Assim, no frigir dos ovos, programas de ajuda financeira oficial podem e devem ser mantidos, mas é urgente que se tenham ações que favoreçam o crescimento local e regional. Não se poderá reduzir a pobreza sem que o Piauí, como de resto outros estados, tenham expansão de suas economias com bases na expansão produtiva. Esse pode e deve ser o ponto fundamental para dar aos piauienses bem mais que a incômoda posição de sempre estar entre os estados com maior proporção de famílias atendidas por programas oficiais de ajuda financeira – que muitos mencionam com transferência de renda. Sem que as atividades produtivas sejam levadas a gerar riqueza, ocupando a mão de obra, todo crescimento advindo de agregação de recursos financeiros decorrentes de transferências serão um falso brilhante na expansão do PIB do estado.

Senador Marcelo Castro vota contra  o teto de 17% do ICMS, devidamente acertado com Bolsonaro e faz discurso para agradar aos petistas com os quais é aliado (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

Magrelas armadas

Regina comprou 50 bicicletas para policiais militares agir no combate a bandidagem. 
O próximo passo, sem que precise de licitação, como tudo que se faz nesse governo, será adquirir baladeiras.

Baratinhas salientes

Restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias que fazem o serviço de ifood devem ter o acurado cuidado com as embalagens. 
Sempre aparece uma baratinha escondida acompanhando a comida. 

Baratinhas salientes 2

Isso significa simplesmente um desprazer, uma decepção para o consumidor. E, na maioria das vezes, a comida termina sendo jogada no lixo.
Não custa passar as caixas num processo de desinfestação, antes de colocar a comida dentro. 

Ah…

O dissabor de o cliente encontrar as baratinhas salientes nas caixas de comida diz respeito a todo tipo de fornecedor. 
Inclusive e principalmente os ditos maiores restaurantes e pizzarias da zona leste. 
Portanto, para o bem comum, todo cuidado nessa hora. 

Que bicho vai dar?

Hoje a Câmara Municipal vai escolher o presidente da Casa, com posse marcada para 1º de janeiro do ano que vem.
Até ontem no radar só havia o nome do vereador Enzo Samuel, do PDT, que, sendo eleito, será um presidente sem mandato numa casa legislativa com um presidente candidato a deputado estadual.

Os votos

Os colunistas substitutos estão se coçando de curiosidade para saber se deixarão seus cargos de secretário os vereadores Renato Berger (Esporte e Lazer), Luís André (Meio Ambiente) e Zé Nito (SAAD Sudeste) para exercer o direito a voto.

Sem notícia

Saiu na segunda-feira uma instrução normativa da Coordenadoria de Comunicação Social do Governo do Piauí com uma série de regras para a comunicação oficial no período da eleição.
Assim, a partir de 1º de julho e até a eleição, ficam suspensas as veiculações de conteúdos noticiosos dos órgãos e entidades integrantes da administração pública estadual.

Sem rede social

No mesmo período, deverão ser suspensos em redes sociais os perfis e páginas dos órgãos e entidades integrantes da administração pública do Piauí.

Xau, querido

Outra vedação feita pela CCOM recai sobre qualquer forma de divulgação da marca "Piauí Governo do Estado", bem como a utilização dos slogans "Piauí é Desenvolvimento" e ProPiauí, na publicidade ou em qualquer ação de comunicação, de igual modo nas propriedades digitais, tais como portais e sítios na internet, perfis em redes sociais, aplicativos móveis, dentre outros dispositivos digitais da administração pública estadual.

Absurdo 1

Pense num absurdo? No Piauí tem precedente.
Vejamos o caso das 270 motocicletas da BMW entregues pela governadora do Piauí, Regina Sousa (PT).
As possantes custaram R$ 80 mil cada, quatro vezes mais que uma motocicleta com as mesmas cilindradas da Honda, que é de R$ 20 mil. 

Alô! Alô!

Não custa nada alguém dos órgãos de controle darem uma olhadinha nessa compra. 
Os colunistas substitutos não estão acusando ninguém, mas soa estranho o Pobre Piauí optar logo por uma motocicleta que nem usada pode ser porque não há oficina especializada e nem peças de reposição. 

Nem piloto

Aliás, não existe nem piloto dentro da corporação militar para andar nessas bichonas. 

Absurdo 2

A falta de absurdo, como diz a linguagem non-sense piauiense segue pior quando declara o comandante-geral da Polícia Militar, Scheyvan Lopes, que as motos entregues ainda não estão nas ruas em serviço porque os policiais não têm treinamento para usar as motocicletas BMW.

Sem pós-venda

De absurdo em absurdo, um absurdo e meio. Diz o subcomandante da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), capitão Marconi Monteiro Martins que se as motos usadas em Picos, Floriano e Parnaíba terão que se trazidas a Teresina, já que somente na capital existe oficina para o conserto.

E agora Julinho?

Fica vermelha, cara sem-vergonha!!! (Como diz o jornalista preso)
Diz aí, deputado Júlio César, como ser agora depois que votou pelos 17% do ICMS porque acreditava que o Senado derrubaria o que a câmara decidiu? 

Coisa feia, Rejane!

Fica vermelha, cara sem-vergonha?
E agora, deputada Rejane, como vai encarar o eleitor depois que votou pelos 17% contra seu governo? 
Fingiu que estava a favor e deu errado, não foi? 

Ovo neles!!!

O eleitor precisa ficar atento: quando Fábio Abreu, Rejane, Flávio Nogueira, Marco Aurélio Sampaio, começarem a fobar que votaram pela redução do ICMS para 17% joguem ovo neles. 
Porque, devidamente combinados com Wellington Dias e Regina Dias, eles pensavam que o Senado vetaria. 

Hipocrisia

A decisão tomada por essa cambada de deputados em votar pela redução do ICMS só mostra a hipocrisia de Wellington e de sua substituta em afirmarem que o Estado terá prejuízo de R$ 1,5 bilhão

Marcelo, contra

O senador Marcelo Castro aparece entre os 12 senadores que votaram contra a redução do ICMS nos combustíveis. 
A reação contra o “especialista em estradas” é grande, a ponto de figuras como o professor José Nunes afirmar, em comentários na matéria do O Piauiense, no Instagram: “Vamos dar o troco pra ele na votação do seu filho para deputado federal”. 
Centenas de outros internautas batem forte no ex-médico psiquiatra.

Argumento desonesto

Marcelo Castro ocupou a tribuna do senado para justificar o voto. Desonestíssimo no argumento, disse que gasolina é para ricos. 
Esse come dos dois lados. Votou a favor de Bolsonaro (já já se saberá qual o valor da emenda) e discursa a favor do governo do Piauí.
Claro que fazendo média para seguir usando a máquina estadual em favor da campanha do filhote. 

Ping-pong 

Pílula para muriçoca 

Anos 90. Abelardo Carvalho compra uma fazenda na Cajaíba, zona rural leste de Teresina. Convida poucos amigos para inauguração. Um deles, R. Damásio. Este, precavido contra incômodos rurais, vai à farmácia comprar repelente. 
O vendedor: “Líquido ou comprimidos?”
Damásio: “Líquido. Não estou a fim de passar a noite inteira dando pílula pra muriçoca”.

Colaboração: Kenard Kruel

Expressas

A partir do segundo semestre deste ano, os pais de alunos da Rede Municipal de Teresina poderão realizar as matrículas sem sair de casa. A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), está implementando o Sigma Online, um sistema web para matrículas em Centros Municipais de Educação Infantil e escolas municipais.

O Sindicato dos Lojistas do Piauí informou que as lojas do centro e dos bairros estarão fechados durante o feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira (16). O comércio retoma as atividades normalmente na sexta-feira 17).

O Comitê de Operações Emergenciais do Piauí (COE) deliberou pela volta da obrigatoriedade da utilização de máscaras em ambientes fechados. A reunião ocorreu na noite desta, segunda-feira(13), quando foram estabelecidas outras medidas para contenção dos casos de Covid-19.

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Nos últimos 20 anos, o Piauí viveu sob uma recorrente informação de aumento maior de seu Produto Interno Bruto (PIB) acima da média nacional – o que é verdade, mas não é algo que alere substancialmente as condições de vida da maioria da população. Em 2020, por exemplo, a renda do Piauí aumentou e isso tirou muita gente da linha da miséria, mas se tratou de falso brilhante, porque essa melhoria foi marcada pela sazonalidade do auxílio emergencial aprovado durante a pandemia da covid, de R$ 600, chegando a R$ 1,2 mil para famílias com mulheres como provedoras. Findado o auxílio emergencial, em 2021 se aprovou um valor menor e finalmente neste ano se iniciou o pagamento do Auxílio Brasil, sucedâneo do Bolsa Família. O pagamento é maior nominalmente que o programa anterior, porém não o bastante para garantir que as pessoas vivam em melhores condições. Assim, no frigir dos ovos, programas de ajuda financeira oficial podem e devem ser mantidos, mas é urgente que se tenham ações que favoreçam o crescimento local e regional. Não se poderá reduzir a pobreza sem que o Piauí, como de resto outros estados, tenham expansão de suas economias com bases na expansão produtiva. Esse pode e deve ser o ponto fundamental para dar aos piauienses bem mais que a incômoda posição de sempre estar entre os estados com maior proporção de famílias atendidas por programas oficiais de ajuda financeira – que muitos mencionam com transferência de renda. Sem que as atividades produtivas sejam levadas a gerar riqueza, ocupando a mão de obra, todo crescimento advindo de agregação de recursos financeiros decorrentes de transferências serão um falso brilhante na expansão do PIB do estado.

Senador Marcelo Castro vota contra  o teto de 17% do ICMS, devidamente acertado com Bolsonaro e faz discurso para agradar aos petistas com os quais é aliado (Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)

Magrelas armadas

Regina comprou 50 bicicletas para policiais militares agir no combate a bandidagem. 
O próximo passo, sem que precise de licitação, como tudo que se faz nesse governo, será adquirir baladeiras.

Baratinhas salientes

Restaurantes, bares, lanchonetes, pizzarias que fazem o serviço de ifood devem ter o acurado cuidado com as embalagens. 
Sempre aparece uma baratinha escondida acompanhando a comida. 

Baratinhas salientes 2

Isso significa simplesmente um desprazer, uma decepção para o consumidor. E, na maioria das vezes, a comida termina sendo jogada no lixo.
Não custa passar as caixas num processo de desinfestação, antes de colocar a comida dentro. 

Ah…

O dissabor de o cliente encontrar as baratinhas salientes nas caixas de comida diz respeito a todo tipo de fornecedor. 
Inclusive e principalmente os ditos maiores restaurantes e pizzarias da zona leste. 
Portanto, para o bem comum, todo cuidado nessa hora. 

Que bicho vai dar?

Hoje a Câmara Municipal vai escolher o presidente da Casa, com posse marcada para 1º de janeiro do ano que vem.
Até ontem no radar só havia o nome do vereador Enzo Samuel, do PDT, que, sendo eleito, será um presidente sem mandato numa casa legislativa com um presidente candidato a deputado estadual.

Os votos

Os colunistas substitutos estão se coçando de curiosidade para saber se deixarão seus cargos de secretário os vereadores Renato Berger (Esporte e Lazer), Luís André (Meio Ambiente) e Zé Nito (SAAD Sudeste) para exercer o direito a voto.

Sem notícia

Saiu na segunda-feira uma instrução normativa da Coordenadoria de Comunicação Social do Governo do Piauí com uma série de regras para a comunicação oficial no período da eleição.
Assim, a partir de 1º de julho e até a eleição, ficam suspensas as veiculações de conteúdos noticiosos dos órgãos e entidades integrantes da administração pública estadual.

Sem rede social

No mesmo período, deverão ser suspensos em redes sociais os perfis e páginas dos órgãos e entidades integrantes da administração pública do Piauí.

Xau, querido

Outra vedação feita pela CCOM recai sobre qualquer forma de divulgação da marca "Piauí Governo do Estado", bem como a utilização dos slogans "Piauí é Desenvolvimento" e ProPiauí, na publicidade ou em qualquer ação de comunicação, de igual modo nas propriedades digitais, tais como portais e sítios na internet, perfis em redes sociais, aplicativos móveis, dentre outros dispositivos digitais da administração pública estadual.

Absurdo 1

Pense num absurdo? No Piauí tem precedente.
Vejamos o caso das 270 motocicletas da BMW entregues pela governadora do Piauí, Regina Sousa (PT).
As possantes custaram R$ 80 mil cada, quatro vezes mais que uma motocicleta com as mesmas cilindradas da Honda, que é de R$ 20 mil. 

Alô! Alô!

Não custa nada alguém dos órgãos de controle darem uma olhadinha nessa compra. 
Os colunistas substitutos não estão acusando ninguém, mas soa estranho o Pobre Piauí optar logo por uma motocicleta que nem usada pode ser porque não há oficina especializada e nem peças de reposição. 

Nem piloto

Aliás, não existe nem piloto dentro da corporação militar para andar nessas bichonas. 

Absurdo 2

A falta de absurdo, como diz a linguagem non-sense piauiense segue pior quando declara o comandante-geral da Polícia Militar, Scheyvan Lopes, que as motos entregues ainda não estão nas ruas em serviço porque os policiais não têm treinamento para usar as motocicletas BMW.

Sem pós-venda

De absurdo em absurdo, um absurdo e meio. Diz o subcomandante da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), capitão Marconi Monteiro Martins que se as motos usadas em Picos, Floriano e Parnaíba terão que se trazidas a Teresina, já que somente na capital existe oficina para o conserto.

E agora Julinho?

Fica vermelha, cara sem-vergonha!!! (Como diz o jornalista preso)
Diz aí, deputado Júlio César, como ser agora depois que votou pelos 17% do ICMS porque acreditava que o Senado derrubaria o que a câmara decidiu? 

Coisa feia, Rejane!

Fica vermelha, cara sem-vergonha?
E agora, deputada Rejane, como vai encarar o eleitor depois que votou pelos 17% contra seu governo? 
Fingiu que estava a favor e deu errado, não foi? 

Ovo neles!!!

O eleitor precisa ficar atento: quando Fábio Abreu, Rejane, Flávio Nogueira, Marco Aurélio Sampaio, começarem a fobar que votaram pela redução do ICMS para 17% joguem ovo neles. 
Porque, devidamente combinados com Wellington Dias e Regina Dias, eles pensavam que o Senado vetaria. 

Hipocrisia

A decisão tomada por essa cambada de deputados em votar pela redução do ICMS só mostra a hipocrisia de Wellington e de sua substituta em afirmarem que o Estado terá prejuízo de R$ 1,5 bilhão

Marcelo, contra

O senador Marcelo Castro aparece entre os 12 senadores que votaram contra a redução do ICMS nos combustíveis. 
A reação contra o “especialista em estradas” é grande, a ponto de figuras como o professor José Nunes afirmar, em comentários na matéria do O Piauiense, no Instagram: “Vamos dar o troco pra ele na votação do seu filho para deputado federal”. 
Centenas de outros internautas batem forte no ex-médico psiquiatra.

Argumento desonesto

Marcelo Castro ocupou a tribuna do senado para justificar o voto. Desonestíssimo no argumento, disse que gasolina é para ricos. 
Esse come dos dois lados. Votou a favor de Bolsonaro (já já se saberá qual o valor da emenda) e discursa a favor do governo do Piauí.
Claro que fazendo média para seguir usando a máquina estadual em favor da campanha do filhote. 

Ping-pong 

Pílula para muriçoca 

Anos 90. Abelardo Carvalho compra uma fazenda na Cajaíba, zona rural leste de Teresina. Convida poucos amigos para inauguração. Um deles, R. Damásio. Este, precavido contra incômodos rurais, vai à farmácia comprar repelente. 
O vendedor: “Líquido ou comprimidos?”
Damásio: “Líquido. Não estou a fim de passar a noite inteira dando pílula pra muriçoca”.

Colaboração: Kenard Kruel

Expressas

A partir do segundo semestre deste ano, os pais de alunos da Rede Municipal de Teresina poderão realizar as matrículas sem sair de casa. A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), está implementando o Sigma Online, um sistema web para matrículas em Centros Municipais de Educação Infantil e escolas municipais.

O Sindicato dos Lojistas do Piauí informou que as lojas do centro e dos bairros estarão fechados durante o feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira (16). O comércio retoma as atividades normalmente na sexta-feira 17).

O Comitê de Operações Emergenciais do Piauí (COE) deliberou pela volta da obrigatoriedade da utilização de máscaras em ambientes fechados. A reunião ocorreu na noite desta, segunda-feira(13), quando foram estabelecidas outras medidas para contenção dos casos de Covid-19.

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Pedaladas e irresponsabilidades Assédio judicial: Já são dois anos, viu?