1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Helicóptero caro
Publicidade

Helicóptero caro

Um contrato firmado em 26 de julho entre a Polícia Militar do Piauí e a empresa baiana Henrimar Táxi Aéreo Ltda. vai custar R$ R$ 5.631.600,00 aos cofres estaduais pela locação de “aeronave de asas rotativas multimissão”, ou como se explicita no extrato do contrato publicado na edição de 27 de julho do Diário Oficial do Estado, para aluguel de “aeronave multimissão tipo helicóptero monoturbina para atender demanda da Polícia Militar do Piauí”. Como o contrato é de 12 meses e foi assinado agora, valerá até julho de 2023, período em que o Tesouro Estadual terá que fazer desembolsos mensais de R$ 469,3 mil, para que a aeronave atenda uma demanda de 38 horas mensais de voo, podendo cumprir no mínimo 30 horas mensais de voo (uma hora por dia, com efeito). Pelo cálculo que a própria PM informa, cada hora de voo do contrato por demanda (38 horas mensais) custará a bagatela de R$ 12.350,00 – algo como dois meses e meio do salário de um soldado da PM queimados em uma hora de voo de helicóptero, alugado de uma empresa cujo site anuncia voos panorâmicos em Salvador; faz manutenção de aeronaves, projetos de helipontos e fotografias aéreas. O site informa ainda que a empresa opera os seguintes equipamentos: dois Helicópteros AS350 B3 Esquilo, um Robinson R44, dois helicópteros Helibrás. E, por fim, o leitor que for ao site dessa empresa que vai receber mais de R$  5,6 milhões do governo do Piauí, verá que “o passageiro ao contratar um voo com a Henrimar Táxi Aéreo Ltda., aceita e concorda com as condições do Termo de Contratação de Vôo. Com isto, a empresa Henrimar Táxi Aéreo Ltda. se isenta de responsabilidade sobre possível processo criminal ou cível a ser aberto pelo fato de o passageiro não cumprir ao disposto no referido termo.” Espera-se que o contrato com a PM não tenha a cláusula leonina de eximir a fornecedora dos serviços de suas responsabilidades.

Clique aqui e acesse o site da Henrimar Táxi Aéreo Ltda.

Simone Tebet, candidata à presidência da República não terá o apoio do MDB do Piauí (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Tu és o Sol

Veja que bela e significativa mensagem a leitora Carmen Dolôres encaminhou para ser publicada na coluna em intenção do jornalista Arimateia Azevedo que se encontra preso sofrendo verdadeiro assédio judicial no Piauí:
“Esperar em Deus é uma linda forma de dizer eu confio. E quando quiserem te apagar, lembra-te que és o sol, não uma vela”.

Assédio judicial

Arimateia Azevedo, até 2019, nunca havia sido denunciado por crimes do patrimônio. Respondeu em seus 50 anos de bom jornalismo a processos por crimes de imprensa. Comum em se tratando de jornalista destemido como ele. 
Foi mexer com quem ignora até a existência de Deus, o jornalista passou a contar tempos de cadeia. 
Juiz manda primeiro prender para depois ouvi-lo.  

Paulo Márcio

O médico Paulo Marcio, diretor do Hospital Universitário do Piauí, será condecorado pelo presidente da República Jair Bolsonaro com a  Medalha da Ordem no Mérito Médico. 
Dia cinco de agosto, em solenidade no Clube do Exército, em Brasília. 
Pelos relevantes serviços de Paulo Márcio e seus colaboradores à saúde pública brasileira.  

Extravagância

Afinal, para que a governadora Regina Sousa quer mesmo um helicóptero para a Polícia Militar do Piauí, a R$ 12.350 a hora de voo, se a própria PM as vezes não tem nem o da gasolina para suas viaturas, em terra? 

Voos da morte

Com as gangs armadas até os dentes, usando armas de potencial letal bem superior as usadas pelos soldados do Piauí, vai-se correr o risco de essa geringonça ser abatida nas zonas de guerra da cidade.
Francamente, Regina, os colunistas substitutos tem recebidos mensagens de gente achando isso muito desnecessário.

Bombas fechadas

São recorrentes as informações de que os postos de combustíveis se negam a fornecer para a Polícia Militar por falta de pagamento. 
São humilhantes também as cenas das viaturas empurradas nas ruas, exatamente pela falta do combustível. 
E a gestão da sempre comedida Regina vai jogar dinheiro fora. 

O governador

Pelos atos questionáveis praticados na gestão de Regina, a impressão que se tem é que Wellington Dias continua decidindo e mandando no governo. 
Porque negócios como esse ele sempre fez e faz sem piscar. E sem atentar para a os prejuízos para a administração.  

Vem cá?

Cadê aquela Catirina que um desses governos do PT recebeu em doação exatamente para ser usada pela PM? 
Poucos sabem, aquele pequeno helicóptero vivia mais no chão, sem combustível.

Te cuida, Wilsão!

Que se cuide o ex-governador Wilson Martins, neopetista que por duas vezes foi engolfado nas pretensões de ser senador pelo morubixaba petista Wellington Dias. 
Com candidatos que se cevam no calçamentismo exagerado, em tudo que é verba pública, tem gente alertando o ex-governador de que o páreo é difícil. 

Risco grande

No espectro chapa branca das disputas proporcionais, Wilson ocupa um lugar incômodo por enquanto.
Nas bolsas de apostas, a chapa da federação PT-PV tem como aqueles com maior chance eleitoral, mais ou menos nessa ordem, Flávio Nogueira, Francisco Costa, Rejane Dias, Jadyel da Farinha, Merlong Solano, Florentino Neto e Wilson Martins.
Não é segredo, essa gente tem dinheiro para comprar voto que o bilionário Elon Musk não conta.

Rabeira

Wilson Martins pode estar segurando a lanterna e ainda mais ameaçado porque ainda entre os candidatos chapa-branca, no PSD podem se eleger dois deputados, um dele Júlio César Lima. Os filhos de Marcelo Castro (Castro Neto) e de Themistocles Filho (Marcos Aurélio Sampaio) ficariam com uma terceira vaga.

Risco maior

A chapa branca proporcional tem ainda o pessoal do Solidariedade, que jura ter votos o bastante para garantir uma vaga de deputado federal – e isso torna ainda mais dura a vida do ex-governador Wilson Martins, que parece ter razão em dizer que deve primeiro cuidar de sua eleição.

Histórico

O MDB do Piauí vai repetir uma velha prática sua, a de abandonar seu candidato a presidente. Fez isso em 1989 com Ulysses Guimarães, depois em 1994, com Orestes Quércia. Posteriormente, unido ao PT, ficou quieto e sem a necessidade dessa traição fraterna. 
Mas em 2018, com um candidato a presidente, Henrique Meirelles, deixou-o na mão.

Tempo atual

Simone Tebet, oficializada candidata a presidente pelo partido, que se cuide. No Piauí não há quem a receba, conforme já declara o senador Marcelo Castro, cujo filho, Castro Neto, ele tirou do partido para abrigar no PSD como candidato a deputado federal.

Aliás

No Estado, o MDB nem candidato a deputado federal vai ter, porque não contabilizava votos o bastante para eleger um representante.
Além disso, com um vice na chapa do PT, o palanque emedebista no Piauí é todo lulista.

Fundo

Sem nomes na chapa para deputado federal, com seus candidatos abrigados no PSD, o MDB do Piauí não vai dispor do fundo eleitoral para o que realmente importa, que é a votação para a Câmara dos Deputados.
Assim, Marcelo Castro, tesoureiro do Diretório Nacional do partido, quer usar a grana para favorecer candidaturas a deputado estadual.

Segura aí

O MDB resolveu dar o dinheiro para candidatos a deputado estadual sem mandato, com maior prioridade para mulheres e negros.
O partido vai ter 22 candidatos à Assembleia, incluindo os que têm mandato.
A ideia parece boa: fortalece o pessoal que está chegando e as mulheres, aumenta a legenda e tem mais cadeiras no final.
A conferir.

Cuidado!!!

Mas como já ocorreu em eleições passadas, as mulheres candidatas devem ficar espertas para não serem usadas como cobaias. 
Ou seja, podem usá-las para desviar o dinheiro do fundo. Sem que elas saibam. 
Essa turma não deixa por menos. 

Poeirão

A Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi) vai torrar R$ 810.446,00 na construção de um campo de futebol na cidade de São José do Peixe.
Será que vai dar jogo? Rezar para que saia pelo menos um poeirão. 

Sem médicos

Um velho e recorrente problema do interior do Piauí, que andou sendo sanado no tempo do Programa Mais Médicos, dos governos Lula e Dilma, volta a ocorrer: a falta de médicos para atender as pessoas.
Em Francisco Macedo, a prefeitura publicou edital para contratar médico para atuar na Estratégia Saúde da Família, antigo PSF.
Esperar para ver quantos se habilitam.

Marc Jacob

Faleceu ontem, em São Paulo, Marc Theophile Jacob. 
Descendente de família francesa, Marc Jacob era industrial. Deixa esposa, cinco filhos, Roberto, Constance, Davi, Gustavo e Roger
e netos.

Ping-pong

A prova do crime

Em uma delegacia do interior do Piauí, pelos idos dos anos 50, o delegado convoca um rapaz que ‘mexeu’ com uma moça de família. Tal atitude teria que resultar em casamento. A moça também vai e conta sua história.
O delegado: “Tem como provar a sua história?”
A moça: “Tenho. Onde a gente fez o negócio tinha uma pedra”.
O delegado: “Pois vá pegar a pedra”.
O delegado (depois que a moça se afastou): “Você acha que ela traz a pedra?”
O rapaz: “Traz nada, doutor. Lá onde a gente ficou tinha um monte de pedras”
O delegado: “Moça, volte que ele já confessou o delito”.

Expressas

Três trabalhadores foram resgatados em situação análoga à escravidão em Cristino Castro, município do sul do Piauí, por meio da Operação Resgate II, uma ação conjunta realizada em 23 Estados e no Distrito Federal para combater o trabalho escravo e o tráfico de pessoas.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) divulgou um levantamento denominado “Painel Mulheres”, que apontou o número aproximado de processos diários referentes à violência doméstica contra as mulheres. De acordo com os dados, o Poder Judiciário piauiense recebe 71,74 processos por dia com esta temática. Em média, são registrados quase três processos de violência contra a mulher a cada hora.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) confirmou, nesta quinta-feira (28), que 15 municípios do Piauí já deram início à vacinação de crianças de 3 e 4 anos contra a Covid-19, após o Ministério da Saúde recomendar o uso da Coronavac para imunizar esta faixa etária, com intervalo de 28 dias entre as doses.

 

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Um contrato firmado em 26 de julho entre a Polícia Militar do Piauí e a empresa baiana Henrimar Táxi Aéreo Ltda. vai custar R$ R$ 5.631.600,00 aos cofres estaduais pela locação de “aeronave de asas rotativas multimissão”, ou como se explicita no extrato do contrato publicado na edição de 27 de julho do Diário Oficial do Estado, para aluguel de “aeronave multimissão tipo helicóptero monoturbina para atender demanda da Polícia Militar do Piauí”. Como o contrato é de 12 meses e foi assinado agora, valerá até julho de 2023, período em que o Tesouro Estadual terá que fazer desembolsos mensais de R$ 469,3 mil, para que a aeronave atenda uma demanda de 38 horas mensais de voo, podendo cumprir no mínimo 30 horas mensais de voo (uma hora por dia, com efeito). Pelo cálculo que a própria PM informa, cada hora de voo do contrato por demanda (38 horas mensais) custará a bagatela de R$ 12.350,00 – algo como dois meses e meio do salário de um soldado da PM queimados em uma hora de voo de helicóptero, alugado de uma empresa cujo site anuncia voos panorâmicos em Salvador; faz manutenção de aeronaves, projetos de helipontos e fotografias aéreas. O site informa ainda que a empresa opera os seguintes equipamentos: dois Helicópteros AS350 B3 Esquilo, um Robinson R44, dois helicópteros Helibrás. E, por fim, o leitor que for ao site dessa empresa que vai receber mais de R$  5,6 milhões do governo do Piauí, verá que “o passageiro ao contratar um voo com a Henrimar Táxi Aéreo Ltda., aceita e concorda com as condições do Termo de Contratação de Vôo. Com isto, a empresa Henrimar Táxi Aéreo Ltda. se isenta de responsabilidade sobre possível processo criminal ou cível a ser aberto pelo fato de o passageiro não cumprir ao disposto no referido termo.” Espera-se que o contrato com a PM não tenha a cláusula leonina de eximir a fornecedora dos serviços de suas responsabilidades.

Clique aqui e acesse o site da Henrimar Táxi Aéreo Ltda.

Simone Tebet, candidata à presidência da República não terá o apoio do MDB do Piauí (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Tu és o Sol

Veja que bela e significativa mensagem a leitora Carmen Dolôres encaminhou para ser publicada na coluna em intenção do jornalista Arimateia Azevedo que se encontra preso sofrendo verdadeiro assédio judicial no Piauí:
“Esperar em Deus é uma linda forma de dizer eu confio. E quando quiserem te apagar, lembra-te que és o sol, não uma vela”.

Assédio judicial

Arimateia Azevedo, até 2019, nunca havia sido denunciado por crimes do patrimônio. Respondeu em seus 50 anos de bom jornalismo a processos por crimes de imprensa. Comum em se tratando de jornalista destemido como ele. 
Foi mexer com quem ignora até a existência de Deus, o jornalista passou a contar tempos de cadeia. 
Juiz manda primeiro prender para depois ouvi-lo.  

Paulo Márcio

O médico Paulo Marcio, diretor do Hospital Universitário do Piauí, será condecorado pelo presidente da República Jair Bolsonaro com a  Medalha da Ordem no Mérito Médico. 
Dia cinco de agosto, em solenidade no Clube do Exército, em Brasília. 
Pelos relevantes serviços de Paulo Márcio e seus colaboradores à saúde pública brasileira.  

Extravagância

Afinal, para que a governadora Regina Sousa quer mesmo um helicóptero para a Polícia Militar do Piauí, a R$ 12.350 a hora de voo, se a própria PM as vezes não tem nem o da gasolina para suas viaturas, em terra? 

Voos da morte

Com as gangs armadas até os dentes, usando armas de potencial letal bem superior as usadas pelos soldados do Piauí, vai-se correr o risco de essa geringonça ser abatida nas zonas de guerra da cidade.
Francamente, Regina, os colunistas substitutos tem recebidos mensagens de gente achando isso muito desnecessário.

Bombas fechadas

São recorrentes as informações de que os postos de combustíveis se negam a fornecer para a Polícia Militar por falta de pagamento. 
São humilhantes também as cenas das viaturas empurradas nas ruas, exatamente pela falta do combustível. 
E a gestão da sempre comedida Regina vai jogar dinheiro fora. 

O governador

Pelos atos questionáveis praticados na gestão de Regina, a impressão que se tem é que Wellington Dias continua decidindo e mandando no governo. 
Porque negócios como esse ele sempre fez e faz sem piscar. E sem atentar para a os prejuízos para a administração.  

Vem cá?

Cadê aquela Catirina que um desses governos do PT recebeu em doação exatamente para ser usada pela PM? 
Poucos sabem, aquele pequeno helicóptero vivia mais no chão, sem combustível.

Te cuida, Wilsão!

Que se cuide o ex-governador Wilson Martins, neopetista que por duas vezes foi engolfado nas pretensões de ser senador pelo morubixaba petista Wellington Dias. 
Com candidatos que se cevam no calçamentismo exagerado, em tudo que é verba pública, tem gente alertando o ex-governador de que o páreo é difícil. 

Risco grande

No espectro chapa branca das disputas proporcionais, Wilson ocupa um lugar incômodo por enquanto.
Nas bolsas de apostas, a chapa da federação PT-PV tem como aqueles com maior chance eleitoral, mais ou menos nessa ordem, Flávio Nogueira, Francisco Costa, Rejane Dias, Jadyel da Farinha, Merlong Solano, Florentino Neto e Wilson Martins.
Não é segredo, essa gente tem dinheiro para comprar voto que o bilionário Elon Musk não conta.

Rabeira

Wilson Martins pode estar segurando a lanterna e ainda mais ameaçado porque ainda entre os candidatos chapa-branca, no PSD podem se eleger dois deputados, um dele Júlio César Lima. Os filhos de Marcelo Castro (Castro Neto) e de Themistocles Filho (Marcos Aurélio Sampaio) ficariam com uma terceira vaga.

Risco maior

A chapa branca proporcional tem ainda o pessoal do Solidariedade, que jura ter votos o bastante para garantir uma vaga de deputado federal – e isso torna ainda mais dura a vida do ex-governador Wilson Martins, que parece ter razão em dizer que deve primeiro cuidar de sua eleição.

Histórico

O MDB do Piauí vai repetir uma velha prática sua, a de abandonar seu candidato a presidente. Fez isso em 1989 com Ulysses Guimarães, depois em 1994, com Orestes Quércia. Posteriormente, unido ao PT, ficou quieto e sem a necessidade dessa traição fraterna. 
Mas em 2018, com um candidato a presidente, Henrique Meirelles, deixou-o na mão.

Tempo atual

Simone Tebet, oficializada candidata a presidente pelo partido, que se cuide. No Piauí não há quem a receba, conforme já declara o senador Marcelo Castro, cujo filho, Castro Neto, ele tirou do partido para abrigar no PSD como candidato a deputado federal.

Aliás

No Estado, o MDB nem candidato a deputado federal vai ter, porque não contabilizava votos o bastante para eleger um representante.
Além disso, com um vice na chapa do PT, o palanque emedebista no Piauí é todo lulista.

Fundo

Sem nomes na chapa para deputado federal, com seus candidatos abrigados no PSD, o MDB do Piauí não vai dispor do fundo eleitoral para o que realmente importa, que é a votação para a Câmara dos Deputados.
Assim, Marcelo Castro, tesoureiro do Diretório Nacional do partido, quer usar a grana para favorecer candidaturas a deputado estadual.

Segura aí

O MDB resolveu dar o dinheiro para candidatos a deputado estadual sem mandato, com maior prioridade para mulheres e negros.
O partido vai ter 22 candidatos à Assembleia, incluindo os que têm mandato.
A ideia parece boa: fortalece o pessoal que está chegando e as mulheres, aumenta a legenda e tem mais cadeiras no final.
A conferir.

Cuidado!!!

Mas como já ocorreu em eleições passadas, as mulheres candidatas devem ficar espertas para não serem usadas como cobaias. 
Ou seja, podem usá-las para desviar o dinheiro do fundo. Sem que elas saibam. 
Essa turma não deixa por menos. 

Poeirão

A Fundação de Esportes do Piauí (Fundespi) vai torrar R$ 810.446,00 na construção de um campo de futebol na cidade de São José do Peixe.
Será que vai dar jogo? Rezar para que saia pelo menos um poeirão. 

Sem médicos

Um velho e recorrente problema do interior do Piauí, que andou sendo sanado no tempo do Programa Mais Médicos, dos governos Lula e Dilma, volta a ocorrer: a falta de médicos para atender as pessoas.
Em Francisco Macedo, a prefeitura publicou edital para contratar médico para atuar na Estratégia Saúde da Família, antigo PSF.
Esperar para ver quantos se habilitam.

Marc Jacob

Faleceu ontem, em São Paulo, Marc Theophile Jacob. 
Descendente de família francesa, Marc Jacob era industrial. Deixa esposa, cinco filhos, Roberto, Constance, Davi, Gustavo e Roger
e netos.

Ping-pong

A prova do crime

Em uma delegacia do interior do Piauí, pelos idos dos anos 50, o delegado convoca um rapaz que ‘mexeu’ com uma moça de família. Tal atitude teria que resultar em casamento. A moça também vai e conta sua história.
O delegado: “Tem como provar a sua história?”
A moça: “Tenho. Onde a gente fez o negócio tinha uma pedra”.
O delegado: “Pois vá pegar a pedra”.
O delegado (depois que a moça se afastou): “Você acha que ela traz a pedra?”
O rapaz: “Traz nada, doutor. Lá onde a gente ficou tinha um monte de pedras”
O delegado: “Moça, volte que ele já confessou o delito”.

Expressas

Três trabalhadores foram resgatados em situação análoga à escravidão em Cristino Castro, município do sul do Piauí, por meio da Operação Resgate II, uma ação conjunta realizada em 23 Estados e no Distrito Federal para combater o trabalho escravo e o tráfico de pessoas.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) divulgou um levantamento denominado “Painel Mulheres”, que apontou o número aproximado de processos diários referentes à violência doméstica contra as mulheres. De acordo com os dados, o Poder Judiciário piauiense recebe 71,74 processos por dia com esta temática. Em média, são registrados quase três processos de violência contra a mulher a cada hora.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) confirmou, nesta quinta-feira (28), que 15 municípios do Piauí já deram início à vacinação de crianças de 3 e 4 anos contra a Covid-19, após o Ministério da Saúde recomendar o uso da Coronavac para imunizar esta faixa etária, com intervalo de 28 dias entre as doses.

 

*Esta coluna é de responsabilidade dos colaboradores do Portal AZ

Agora é pra valer Manoel Emílio, homem bom