1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Santa Cruz x Salgueiro: final do Pernambucano pode ter quebra de tabu de 75 anos
Publicidade

Santa Cruz x Salgueiro: final do Pernambucano pode ter quebra de tabu de 75 anos

Última vez que título estadual não terminou com Sport, Náutico ou Santa Cruz foi em 1944, com o América-PE; além disso, Carcará também pode ser primeiro campeão do interior

O Campeonato Pernambucano chega na sua fase mais decisiva a partir de domingo, com a primeira partida da final entre Santa Cruz e Salgueiro. E o duelo pode ter contornos históricos. Caso o Carcará saia-se melhor sobre o Tricolor, será o primeiro campeão estadual do interior, além de quebrar uma sina de 75 anos de títulos nas mãos dos três grandes do Recife (Santa, Sport e Náutico).

A última vitória de um clube sem ser do Trio de Ferro da capital foi em 1944, com o América-PE. O Mequinha, inclusive, é quem tem mais títulos depois deles, com seis. Depois, vêm os extintos Torre (3), Tramways (2) e Flamengo-PE (1).

Todos eles são do Recife. Os times do interior nunca venceram e só começaram a "gostar" da ideia recentemente. Com exceção de uma final entre Sport e Porto, em 1998, outro interiorano só decidiu novamente o título em 2015. Confira as ocasiões:

Na temporada 2015, foi justamente Salgueiro e Santa Cruz que disputaram o título. Na ocasião, após empate sem gols no Cornélio de Barros, o Tricolor venceu por 1 a 0 no Arruda.

O Salgueiro voltaria à final em 2017, desta vez contra o Sport. Depois de um empate em 1 a 1 na Ilha do Retiro, o Leão venceu por 1 a 0 no Cornélio de Barros, em jogo marcado por polêmica com o árbitro de vídeo.

No ano seguinte, o Central decidiu contra o Náutico, em sua primeira empreitada na final. Após empate sem gols no Lacerdão, o Timbu venceu por 2 a 1 na Arena de Pernambuco e quebrou jejum de 13 anos sem títulos.

O Campeonato Pernambucano chega na sua fase mais decisiva a partir de domingo, com a primeira partida da final entre Santa Cruz e Salgueiro. E o duelo pode ter contornos históricos. Caso o Carcará saia-se melhor sobre o Tricolor, será o primeiro campeão estadual do interior, além de quebrar uma sina de 75 anos de títulos nas mãos dos três grandes do Recife (Santa, Sport e Náutico).

A última vitória de um clube sem ser do Trio de Ferro da capital foi em 1944, com o América-PE. O Mequinha, inclusive, é quem tem mais títulos depois deles, com seis. Depois, vêm os extintos Torre (3), Tramways (2) e Flamengo-PE (1).

Todos eles são do Recife. Os times do interior nunca venceram e só começaram a "gostar" da ideia recentemente. Com exceção de uma final entre Sport e Porto, em 1998, outro interiorano só decidiu novamente o título em 2015. Confira as ocasiões:

Na temporada 2015, foi justamente Salgueiro e Santa Cruz que disputaram o título. Na ocasião, após empate sem gols no Cornélio de Barros, o Tricolor venceu por 1 a 0 no Arruda.

O Salgueiro voltaria à final em 2017, desta vez contra o Sport. Depois de um empate em 1 a 1 na Ilha do Retiro, o Leão venceu por 1 a 0 no Cornélio de Barros, em jogo marcado por polêmica com o árbitro de vídeo.

No ano seguinte, o Central decidiu contra o Náutico, em sua primeira empreitada na final. Após empate sem gols no Lacerdão, o Timbu venceu por 2 a 1 na Arena de Pernambuco e quebrou jejum de 13 anos sem títulos.