1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Atlético-MG comunica saída de Alexandre Mattos da direção de futebol
Publicidade

Atlético-MG comunica saída de Alexandre Mattos da direção de futebol

Decisão é tomada no primeiro dia da presidência de Sérgio Coelho; Mattos tinha contrato até o fim do ano com o Galo, e vínculo possuía multa por rescisão

O primeiro dia oficial de Sérgio Coelho à frente da presidência do Atlético-MG trouxe mudanças na diretoria do clube. Na manhã desta segunda-feira, o Galo anunciou a saída de Alexandre Mattos do cargo de diretor de futebol. Essa é apenas a primeira de algumas mudanças que estão previstas no organograma do Atlético.

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Atlético-MG — Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O diretor de futebol tinha contrato com o Galo até o fim de 2021, e o vínculo possuía uma multa por rescisão contratual, no valor de cerca de seis meses do salário do dirigente. Segundo apurou o ge, Sergio Coelho vinha fazendo contatos há algumas semanas, e Mattos foi um dos poucos que não foram procurados pela diretoria. Outros diretores devem ser desligados do Atlético no decorrer da semana.

Nome forte para assumir o cargo de Mattos no Atlético, Rodrigo Caetano, que deixou o Internacional no último mês, foi procurado pelo ge. Em rápido contato, o dirigente limitou-se a dizer que "não foi procurado pelo clube e que encontra-se no Rio de Janeiro, de folga, com a família".

Saída de Mattos

A decisão, de acordo com o clube, foi tomada pela diretoria junto do chamado colegiado, composto pelos conselheiros e investidores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin.

Optou-se por montar um time de dirigentes alinhados com o perfil administrativo e os propósitos deste recém-criado conselho - disse o comunicado do Galo
Mattos ficou pouco menos de um ano no Atlético. O dirigente foi anunciado em março do ano passado como novo diretor de futebol do clube, substituindo Rui Costa, demitido em fevereiro. Desde que foi eleito presidente do clube, Sérgio Coelho foi questionado sobre a permanência de Mattos e nunca cravou sua continuidade.

O primeiro dia oficial de Sérgio Coelho à frente da presidência do Atlético-MG trouxe mudanças na diretoria do clube. Na manhã desta segunda-feira, o Galo anunciou a saída de Alexandre Mattos do cargo de diretor de futebol. Essa é apenas a primeira de algumas mudanças que estão previstas no organograma do Atlético.

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Atlético-MG — Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O diretor de futebol tinha contrato com o Galo até o fim de 2021, e o vínculo possuía uma multa por rescisão contratual, no valor de cerca de seis meses do salário do dirigente. Segundo apurou o ge, Sergio Coelho vinha fazendo contatos há algumas semanas, e Mattos foi um dos poucos que não foram procurados pela diretoria. Outros diretores devem ser desligados do Atlético no decorrer da semana.

Nome forte para assumir o cargo de Mattos no Atlético, Rodrigo Caetano, que deixou o Internacional no último mês, foi procurado pelo ge. Em rápido contato, o dirigente limitou-se a dizer que "não foi procurado pelo clube e que encontra-se no Rio de Janeiro, de folga, com a família".

Saída de Mattos

A decisão, de acordo com o clube, foi tomada pela diretoria junto do chamado colegiado, composto pelos conselheiros e investidores Rubens Menin, Ricardo Guimarães, Renato Salvador e Rafael Menin.

Optou-se por montar um time de dirigentes alinhados com o perfil administrativo e os propósitos deste recém-criado conselho - disse o comunicado do Galo
Mattos ficou pouco menos de um ano no Atlético. O dirigente foi anunciado em março do ano passado como novo diretor de futebol do clube, substituindo Rui Costa, demitido em fevereiro. Desde que foi eleito presidente do clube, Sérgio Coelho foi questionado sobre a permanência de Mattos e nunca cravou sua continuidade.