1. Editorias
  2. Cidades
  3. Prefeitura faz mudanças na Feira livre do Dirceu I para evitar aglomeração
Publicidade

Prefeitura faz mudanças na Feira livre do Dirceu I para evitar aglomeração

Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste, explica que as medidas são necessárias para evitar a formação de aglomerações.

A Prefeitura de Teresina fez mudanças na feira livre do Dirceu I, na zona Sudeste de Teresina, em razão da pandemia de coronavírus. A atividade que, tradicionalmente, ocorria nos domingo, ocorrerá no sábado. 

Prefeitura faz mudanças na Feira livre do Dirceu I (Foto: PMT)

Hoje (22), equipes da Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste e da Guarda Municipal farão delimitações de espaços onde as barracas deverão ser montadas, respeitando o distanciamento recomendado para evitar contaminações. 

Além das novas medidas, também devem ser cumpridas as normas de uso obrigatório de máscara de proteção, distanciamento social de no mínimo dois metros e higienização das mãos e superfícies.

Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste, explica que as medidas são necessárias para evitar a formação de aglomerações. 

“Para que o funcionamento das feiras livres seja mantido como atividade essencial, é muito importante que haja o cumprimento rígido das normas pelos barraqueiros e consumidores. A SDU Sudeste está trabalhando para tornar esse comércio o mais organizado e seguro possível e vai atuar intensivamente na sua fiscalização”, informa o superintendente.

Atualmente, são cadastrados 128 barraqueiros no local. 

A Prefeitura de Teresina fez mudanças na feira livre do Dirceu I, na zona Sudeste de Teresina, em razão da pandemia de coronavírus. A atividade que, tradicionalmente, ocorria nos domingo, ocorrerá no sábado. 

Prefeitura faz mudanças na Feira livre do Dirceu I (Foto: PMT)

Hoje (22), equipes da Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste e da Guarda Municipal farão delimitações de espaços onde as barracas deverão ser montadas, respeitando o distanciamento recomendado para evitar contaminações. 

Além das novas medidas, também devem ser cumpridas as normas de uso obrigatório de máscara de proteção, distanciamento social de no mínimo dois metros e higienização das mãos e superfícies.

Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste, explica que as medidas são necessárias para evitar a formação de aglomerações. 

“Para que o funcionamento das feiras livres seja mantido como atividade essencial, é muito importante que haja o cumprimento rígido das normas pelos barraqueiros e consumidores. A SDU Sudeste está trabalhando para tornar esse comércio o mais organizado e seguro possível e vai atuar intensivamente na sua fiscalização”, informa o superintendente.

Atualmente, são cadastrados 128 barraqueiros no local.