1. Editorias
  2. Geral
  3. Wellington Dias assina termo de construção de 500 apartamentos para servidores
Publicidade

Wellington Dias assina termo de construção de 500 apartamentos para servidores

A Caixa Econômica Federal será responsável por financiar até 80% do valor do imóvel

O governador Wellington Dias assinou, nesta quarta-feira (29), o termo de compromisso para o projeto de Parceria Público-Privada (PPP) responsável pela contrução de 500 novos apartamentos para servidores públicos do estado.

Governador Wellington Dias (Foto: Lucas Sousa/ Portal AZ)

O residencial será localizado na zona Leste de Teresina próximo ao Parque Zoobotânico. Segundo a Agência de Desenvolvimento Habitacional do Piauí, atualmente pelo menos 10 mil servidores militares não possuem casa própria. Por isso a prioridade de venda será para essa demanda. 

De acordo com o cronograma estabelecido pela agência, o projeto agora será encaminhado para a Prefeitura Municipal de Teresina, que irá submetê-lo a estudos de viabilidade técnica e ambiental, além da Caixa Econômica Federal, que viabilizará o financiamento da iniciativa. Vencidos os trâmites burocráticos, o site oficial do projeto será lançado para que, sejam realizadas as inscrições dos interessados. 

A Caixa Econômica Federal vai financiar até 80% do valor do imóvel, cabendo ao beneficiário negociar os 20% restantes com a construtora.

“Nosso objetivo é proporcionar uma formatação que contemple a realidade financeira dos servidores estaduais militares. Ofertaremos valores diferenciados e condições especiais de financiamento dos imóveis. O Governo do Estado, por meio da ADH, está em busca constante para diminuir o déficit habitacional no Piauí e projetos semelhantes a esse ainda estão por vir”, explica a diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso.

Este é o primeiro projeto formatado em Parceria Público Privada (PPP) do Governo do Estado na área da habitação. O destaque na modelagem adotada fica por conta da capitalização do Fundo de Previdência do Estado, com a destinação de 5,2% do valor de cada imóvel.

A construtora responsável pelo empreendimento será a empresa Macedo Fortes Empreendimentos, que venceu o processo licitatório via chamamento público. A análise foi feita por um comitê técnico formado pela Agência de Desenvolvimento Habitacional, Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc) e Caixa Econômica Federal.

O resultado do processo licitatório foi publicado no Diário Oficial do Estado e os trâmites da contratação da construtora já foram finalizados junto à Caixa Econômica Federal.

O governador Wellington Dias assinou, nesta quarta-feira (29), o termo de compromisso para o projeto de Parceria Público-Privada (PPP) responsável pela contrução de 500 novos apartamentos para servidores públicos do estado.

Governador Wellington Dias (Foto: Lucas Sousa/ Portal AZ)

O residencial será localizado na zona Leste de Teresina próximo ao Parque Zoobotânico. Segundo a Agência de Desenvolvimento Habitacional do Piauí, atualmente pelo menos 10 mil servidores militares não possuem casa própria. Por isso a prioridade de venda será para essa demanda. 

De acordo com o cronograma estabelecido pela agência, o projeto agora será encaminhado para a Prefeitura Municipal de Teresina, que irá submetê-lo a estudos de viabilidade técnica e ambiental, além da Caixa Econômica Federal, que viabilizará o financiamento da iniciativa. Vencidos os trâmites burocráticos, o site oficial do projeto será lançado para que, sejam realizadas as inscrições dos interessados. 

A Caixa Econômica Federal vai financiar até 80% do valor do imóvel, cabendo ao beneficiário negociar os 20% restantes com a construtora.

“Nosso objetivo é proporcionar uma formatação que contemple a realidade financeira dos servidores estaduais militares. Ofertaremos valores diferenciados e condições especiais de financiamento dos imóveis. O Governo do Estado, por meio da ADH, está em busca constante para diminuir o déficit habitacional no Piauí e projetos semelhantes a esse ainda estão por vir”, explica a diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso.

Este é o primeiro projeto formatado em Parceria Público Privada (PPP) do Governo do Estado na área da habitação. O destaque na modelagem adotada fica por conta da capitalização do Fundo de Previdência do Estado, com a destinação de 5,2% do valor de cada imóvel.

A construtora responsável pelo empreendimento será a empresa Macedo Fortes Empreendimentos, que venceu o processo licitatório via chamamento público. A análise foi feita por um comitê técnico formado pela Agência de Desenvolvimento Habitacional, Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc) e Caixa Econômica Federal.

O resultado do processo licitatório foi publicado no Diário Oficial do Estado e os trâmites da contratação da construtora já foram finalizados junto à Caixa Econômica Federal.