1. Editorias
  2. Justiça
  3. Saída do Dia das Mães: 13 detentos ainda não retornaram às unidades prisionais

Saída do Dia das Mães: 13 detentos ainda não retornaram às unidades prisionais

Segundo a Secretaria de Justiça, indulto foi dado a 322 internos

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) informou ao Portal AZ que 13 detentos ainda não retornaram para os presídios depois de ganharem a saída temporária do Dia das Mães. 

Os presos beneficiados eram da Colônia Agrícola Major César, em Altos, e da Penitenciária Feminina de Teresina. Eles deixaram as unidades prisionais no sábado e deveriam ter retornado até a quinta-feira (12).

Saída do Dia das Mães: 13 detentos ainda não retornaram às unidades prisionais (Foto: Ilustrativa/Divulgação)

No total 322 detentos em regime semiaberto, que receberam indulto e saíram temporariamente das unidades prisionais.

A Sejus informou ainda ao Portal AZ que, como não foi cumprido o prazo de retorno, os 13 detentos que ainda não se apresentaram em suas unidades prisionais passam a ser considerados foragidos da Justiça.

De acordo com a Lei de Execuções Penais, o direito à saída temporária é dado aos detentos que cumprem pena em regime semiaberto. É necessário ainda ter cumprido, pelo menos, um terço (primários) ou um quarto da pena (reincidentes); ter boa conduta carcerária e compatibilidade entre o benefício e os objetivos da pena.
 

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) informou ao Portal AZ que 13 detentos ainda não retornaram para os presídios depois de ganharem a saída temporária do Dia das Mães. 

Os presos beneficiados eram da Colônia Agrícola Major César, em Altos, e da Penitenciária Feminina de Teresina. Eles deixaram as unidades prisionais no sábado e deveriam ter retornado até a quinta-feira (12).

Saída do Dia das Mães: 13 detentos ainda não retornaram às unidades prisionais (Foto: Ilustrativa/Divulgação)

No total 322 detentos em regime semiaberto, que receberam indulto e saíram temporariamente das unidades prisionais.

A Sejus informou ainda ao Portal AZ que, como não foi cumprido o prazo de retorno, os 13 detentos que ainda não se apresentaram em suas unidades prisionais passam a ser considerados foragidos da Justiça.

De acordo com a Lei de Execuções Penais, o direito à saída temporária é dado aos detentos que cumprem pena em regime semiaberto. É necessário ainda ter cumprido, pelo menos, um terço (primários) ou um quarto da pena (reincidentes); ter boa conduta carcerária e compatibilidade entre o benefício e os objetivos da pena.