1. Editorias
  2. Municípios
  3. Moradores encontram ossada humana em terreno no interior do Piauí
Publicidade

Moradores encontram ossada humana em terreno no interior do Piauí

A polícia ainda não sabe se a pessoa morreu na região ou se foi apenas desovada no terreno

Moradores da localidade Lagoa da Rosa, no município de Olho D’água do Piauí, encontraram uma ossada humana na manhã de quarta-feira (22).

Segundo informações do Tenente Gonçalves, os ossos foram encontrados por trabalhadores em uma área que havia sido desmatada e queimada recentemente para plantio de capim.

Moradores encontram ossos humanos em terreno desmatado no interior do Piauí (Foto Ilustrativa Ascom/ SSPPI)

“Eles entraram em contato com a Polícia Militar para comunicar o fato. Então acionamos a Polícia Civil de Água Branca para a coleta do material, que serão enviados ao Instituto de Medicina Legal em Teresina, para ser periciado”, relatou o policial.

A polícia ainda não sabe se a pessoa morreu na região ou se foi apenas desovada no terreno. Apenas através de perícia será possível verificar a identidade da pessoa morta. 

“Ainda não podemos afirmar se foi homicídio, apenas as investigações podem apontar isso. O que sabemos é que existem várias pessoas desaparecidas na região, mas não podemos afirmar que os ossos encontrados tem alguma relação com isso”, concluiu o tenente.

Moradores da localidade Lagoa da Rosa, no município de Olho D’água do Piauí, encontraram uma ossada humana na manhã de quarta-feira (22).

Segundo informações do Tenente Gonçalves, os ossos foram encontrados por trabalhadores em uma área que havia sido desmatada e queimada recentemente para plantio de capim.

Moradores encontram ossos humanos em terreno desmatado no interior do Piauí (Foto Ilustrativa Ascom/ SSPPI)

“Eles entraram em contato com a Polícia Militar para comunicar o fato. Então acionamos a Polícia Civil de Água Branca para a coleta do material, que serão enviados ao Instituto de Medicina Legal em Teresina, para ser periciado”, relatou o policial.

A polícia ainda não sabe se a pessoa morreu na região ou se foi apenas desovada no terreno. Apenas através de perícia será possível verificar a identidade da pessoa morta. 

“Ainda não podemos afirmar se foi homicídio, apenas as investigações podem apontar isso. O que sabemos é que existem várias pessoas desaparecidas na região, mas não podemos afirmar que os ossos encontrados tem alguma relação com isso”, concluiu o tenente.