1. Editorias
  2. Municípios
  3. Suspeito de estuprar adolescente com Síndrome de Down é preso no Piauí
Publicidade

Suspeito de estuprar adolescente com Síndrome de Down é preso no Piauí

Homem foi preso em flagrante depois que foi reconhecido pela própria vítima

Um lavrador de 51 anos, de identidade não revelada, foi preso nesta quarta-feira (12) no município de Campo Maior, região Norte do estado. Segundo a polícia, ele é o principal suspeito de estuprar um adolescente de 13 anos que tem síndrome de Down. O crime ocorreu na terça-feira (11). 

Caso está sendo investigado pela delegacia de Campo Maior (Foto: reprodução Google Maps)

Ao Portal AZ, o delegado Aldely Fontinele, informou que o adolescente estaria na porta de casa quando foi abordado pelo lavrador que teria convidado o menor para um passeio.

“Ele relatou que estava sob efeito de álcool e que tinha bebido o dia inteiro. Nas proximidades de um bairro ele encontrou o adolescente, ofereceu uma carona, já que ele estava de bicicleta e depois levou o menino até um matagal onde teria cometido o crime de estupro. O menor voltou chorando para casa e contou aos pais o que tinha acontecido”, disse.

Ainda segundo o delegado, no dia seguinte o suspeito passou em frente à casa do adolescente e foi reconhecido pela vítima. “Os pais acionaram imediatamente a polícia e ele foi levado para a Central de Flagrantes. Ele negou tudo, mas depois se enrolou na história e confessou a autoria”, contou. 

O suspeito já passou por uma audiência de custódia e deverá ser transferido para penitenciária nesta sexta-feira (14), onde ficará à disposição da Justiça para os procedimentos cabíveis do caso.

Um lavrador de 51 anos, de identidade não revelada, foi preso nesta quarta-feira (12) no município de Campo Maior, região Norte do estado. Segundo a polícia, ele é o principal suspeito de estuprar um adolescente de 13 anos que tem síndrome de Down. O crime ocorreu na terça-feira (11). 

Caso está sendo investigado pela delegacia de Campo Maior (Foto: reprodução Google Maps)

Ao Portal AZ, o delegado Aldely Fontinele, informou que o adolescente estaria na porta de casa quando foi abordado pelo lavrador que teria convidado o menor para um passeio.

“Ele relatou que estava sob efeito de álcool e que tinha bebido o dia inteiro. Nas proximidades de um bairro ele encontrou o adolescente, ofereceu uma carona, já que ele estava de bicicleta e depois levou o menino até um matagal onde teria cometido o crime de estupro. O menor voltou chorando para casa e contou aos pais o que tinha acontecido”, disse.

Ainda segundo o delegado, no dia seguinte o suspeito passou em frente à casa do adolescente e foi reconhecido pela vítima. “Os pais acionaram imediatamente a polícia e ele foi levado para a Central de Flagrantes. Ele negou tudo, mas depois se enrolou na história e confessou a autoria”, contou. 

O suspeito já passou por uma audiência de custódia e deverá ser transferido para penitenciária nesta sexta-feira (14), onde ficará à disposição da Justiça para os procedimentos cabíveis do caso.