1. Editorias
  2. Municípios
  3. Veículos que chegam de SP trazem preocupação para piauienses e MP pede fechamento do comércio
Publicidade

Veículos que chegam de SP trazem preocupação para piauienses e MP pede fechamento do comércio

São Raimundo Nonato se prepara para receber viajantes fazendo exames e bloqueios nas estradas

Uma série de ônibus chamados de “clandestinos”, grande parte deles com origem em São Paulo, região metropolitana e interior, além de Brasília e Goiânia, entre outras capitais, estão previstos para chegar na cidade de São Raimundo Nonato (525 km da capital, Teresina), nas próximas horas e com a expansão da Covid-19 trazem uma preocupação maior para as autoridades municipais. 

Veículos que chegam de SP trazem preocupação para população piauiense (Foto: André Pessoa / Portal AZ)

Muitos deles estão lotados com piauienses que perderam seus empregos e precisam voltar de imediato para as suas cidades de origem. São Raimundo Nonato é uma especie de capital da microrregião, representando a chegada imediata para 13 outros municípios, inclusive alguns nos limites com a Bahia. 

A preocupação é maior sabendo que quase ninguém passou por exames antes de embarcar em São Paulo e que grande parte dos municípios piauienses não terão a capacidade de realizar essa triagem, apesar de toda a mobilização, numa verdadeira ação de “guerra”.

Para o arqueólogo de formação e repórter freelancer Luan Castro, do Portal O Sertão, as empresas de Turismo continuam trafegando e fazendo a linha entre São Paulo e São Raimundo Nonato desrespeitando decretos assinados pelos prefeitos do Território Serra da Capivara trazendo cerca de 40 ou até 50 passageiros em cada ônibus. “O estado de São Paulo já contabiliza 15 mortes provocadas pelo coronavírus e 396 casos infectados, sendo 34 deles internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Ao todo, são 9 mil casos suspeitos”, explica.

São Raimundo Nonato se prepara para receber viajantes (Foto: André Pessoa / Portal AZ)

Luan avisa que o apelo de secretários municipais, prefeitos, vereadores, políticos, autoridades e da população em geral do Território Serra da Capivara, pedem para que essa linha seja parada imediatamente, haja vista o risco de colapso e disseminação do vírus em meio ao sertão do Piauí, onde o sistema de saúde é fragilizado e não tem a mínima condição de suportar um surto como este.

MP sugere fechamento do comércio

O Ministério Público na cidade de São Raimundo Nonato (MP-PI), através do promotor Leonardo Dantas, divulgou no inicio da noite deste sábado (21/03) uma recomendação administrativa que pede o fechamento de todo o comércio da cidade de São Raimundo Nonato pelo prazo de 15 dias podendo ser prorrogável quantas vezes se fizer necessário.

A preocupação é maior sabendo que quase ninguém passou por exames antes de embarcar em São Paulo (Foto: André Pessoa / Portal AZ)

A medida visa evitar a propagação do vírus COVID-19. O Piauí já possui quatro casos confirmados da covid-19. O documento pede o fechamento, dentre algumas atividades econômicas, o comércio. 

Farmácias, postos de gasolina, supermercados e os serviços de saúde vão permanecer abertos, assim como os deliverys. 

O funcionamento de bancos e loterias não será afetado por enquanto. A Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato ainda não se manifestou sobre a recomendação.

Uma série de ônibus chamados de “clandestinos”, grande parte deles com origem em São Paulo, região metropolitana e interior, além de Brasília e Goiânia, entre outras capitais, estão previstos para chegar na cidade de São Raimundo Nonato (525 km da capital, Teresina), nas próximas horas e com a expansão da Covid-19 trazem uma preocupação maior para as autoridades municipais. 

Veículos que chegam de SP trazem preocupação para população piauiense (Foto: André Pessoa / Portal AZ)

Muitos deles estão lotados com piauienses que perderam seus empregos e precisam voltar de imediato para as suas cidades de origem. São Raimundo Nonato é uma especie de capital da microrregião, representando a chegada imediata para 13 outros municípios, inclusive alguns nos limites com a Bahia. 

A preocupação é maior sabendo que quase ninguém passou por exames antes de embarcar em São Paulo e que grande parte dos municípios piauienses não terão a capacidade de realizar essa triagem, apesar de toda a mobilização, numa verdadeira ação de “guerra”.

Para o arqueólogo de formação e repórter freelancer Luan Castro, do Portal O Sertão, as empresas de Turismo continuam trafegando e fazendo a linha entre São Paulo e São Raimundo Nonato desrespeitando decretos assinados pelos prefeitos do Território Serra da Capivara trazendo cerca de 40 ou até 50 passageiros em cada ônibus. “O estado de São Paulo já contabiliza 15 mortes provocadas pelo coronavírus e 396 casos infectados, sendo 34 deles internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Ao todo, são 9 mil casos suspeitos”, explica.

São Raimundo Nonato se prepara para receber viajantes (Foto: André Pessoa / Portal AZ)

Luan avisa que o apelo de secretários municipais, prefeitos, vereadores, políticos, autoridades e da população em geral do Território Serra da Capivara, pedem para que essa linha seja parada imediatamente, haja vista o risco de colapso e disseminação do vírus em meio ao sertão do Piauí, onde o sistema de saúde é fragilizado e não tem a mínima condição de suportar um surto como este.

MP sugere fechamento do comércio

O Ministério Público na cidade de São Raimundo Nonato (MP-PI), através do promotor Leonardo Dantas, divulgou no inicio da noite deste sábado (21/03) uma recomendação administrativa que pede o fechamento de todo o comércio da cidade de São Raimundo Nonato pelo prazo de 15 dias podendo ser prorrogável quantas vezes se fizer necessário.

A preocupação é maior sabendo que quase ninguém passou por exames antes de embarcar em São Paulo (Foto: André Pessoa / Portal AZ)

A medida visa evitar a propagação do vírus COVID-19. O Piauí já possui quatro casos confirmados da covid-19. O documento pede o fechamento, dentre algumas atividades econômicas, o comércio. 

Farmácias, postos de gasolina, supermercados e os serviços de saúde vão permanecer abertos, assim como os deliverys. 

O funcionamento de bancos e loterias não será afetado por enquanto. A Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato ainda não se manifestou sobre a recomendação.