1. Editorias
  2. Polícia
  3. Polícia deflagra operação e cumpre mais de 50 mandados contra facções criminosas
Publicidade

Polícia deflagra operação e cumpre mais de 50 mandados contra facções criminosas

Além de tráfico de drogas, há pessoas suspeitas de homicídios de e roubos

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (14) a operação Codinomes com o objetivo de cumprir 26 mandados de prisão e 28 de busca e apreensão, contra o tráfico de drogas em Teresina. 

Sede da Delegacia Civil em Teresina (Foto:Wilson Nanaia/Portal AZ)

De acordo com informações da polícia, as investigações iniciaram ainda em 2019, através da Delegacia de Prevenção e Repreensão à Entorpecentes- DEPRE em parceria com a Diretoria de Inteligência – DINT/SSPPI.

“Durante o ano de 2019, a Depre deu início as investigações de tráfico de drogas cometido por integrantes de facções criminosas, e com a troca de informações com a DINT-Sejus e outras Delegacias de Polícia Civil do Piauí e Maranhão e foram verificadas conexões entre investigados por tráfico de drogas nos Estados do Piauí, Maranhão e São Paulo, sendo que suas relações convergiram para facções criminosas, tendo como as principais o Primeiro Comando da Capital – PCC e o Bonde dos 40 – B40”, explica nota da Secretaria de Segurança. 

Ainda segundo a polícia, durante as investigações foi apontado que os alvos eram envolvidos direta ou indiretamente com o tráfico de drogas e que se utilizavam da facção criminosa para ter apoio, não apenas para esse crime, mas para vários outros, como homicídio e roubos.

A operção leva o nome de Codinomes porque os alvos utilizam-se de outros “nomes” para esconderem as verdadeiras identidades.

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (14) a operação Codinomes com o objetivo de cumprir 26 mandados de prisão e 28 de busca e apreensão, contra o tráfico de drogas em Teresina. 

Sede da Delegacia Civil em Teresina (Foto:Wilson Nanaia/Portal AZ)

De acordo com informações da polícia, as investigações iniciaram ainda em 2019, através da Delegacia de Prevenção e Repreensão à Entorpecentes- DEPRE em parceria com a Diretoria de Inteligência – DINT/SSPPI.

“Durante o ano de 2019, a Depre deu início as investigações de tráfico de drogas cometido por integrantes de facções criminosas, e com a troca de informações com a DINT-Sejus e outras Delegacias de Polícia Civil do Piauí e Maranhão e foram verificadas conexões entre investigados por tráfico de drogas nos Estados do Piauí, Maranhão e São Paulo, sendo que suas relações convergiram para facções criminosas, tendo como as principais o Primeiro Comando da Capital – PCC e o Bonde dos 40 – B40”, explica nota da Secretaria de Segurança. 

Ainda segundo a polícia, durante as investigações foi apontado que os alvos eram envolvidos direta ou indiretamente com o tráfico de drogas e que se utilizavam da facção criminosa para ter apoio, não apenas para esse crime, mas para vários outros, como homicídio e roubos.

A operção leva o nome de Codinomes porque os alvos utilizam-se de outros “nomes” para esconderem as verdadeiras identidades.