1. Editorias
  2. Polícia
  3. Polícia prende paulista acusado de praticar o "golpe do motoboy" no Piauí
Publicidade

Polícia prende paulista acusado de praticar o "golpe do motoboy" no Piauí

O jovem de 21 anos é membro de uma quadrilha que atua em todo o Brasil

A Polícia Civil do Piauí prendeu um homem, natural de São Paulo, acusado de praticar o "golpe do falso motoboy" no Piauí. Com ele foram apreendidas 10 máquinas de cartão de crédito usadas no crime.

As vítimas do golpe eram principalmente idosos (Foto: Divulgação SSP)

O golpe do motoboy consiste em ligar para a vítima, se apresentando como funcionário de banco, afirmando que o cartão de crédito foi clonado e precisa ser substituído. Logo depois é solicitado a digitação da senha no celular e que o usuário quebre ao meio o cartão supostamente clonado. O falso funcionário, então diz que um motoboy irá buscar o cartão inutilizado para bloqueá-lo. Com o chip e os dados do cartão em mãos, os criminosos fazem compras em nome da vítima.

O delegado Anchieta Nery explicou ao Portal AZ que a quadrilha a qual o acusado identificado apenas como Patrick, de 21 anos, faz parte opera em todo o Brasil agindo principalmente contra idosos. 

"Ele é de São Paulo e veio para Teresina exclusivamente para aplicar esses golpes. Ele viaja o país todo efetuando esse crime, junto a outras pessoas. É uma quadrilha, mas ainda estamos trabalhando para localizar os outros envolvidos. Esse rapaz estava fazendo vítimas durante toda essa semana. A Polícia Civil começou o trabalho baseado nessas vítimas. Nós monitoramos ele durante o sábado a tarde, tentamos acompanhar ele ingressando nas residências das vítimas, quando ele foi para Altos nós efetuamos a prisão em flagrante", relatou o delegado.

Máquinas apreendidas com o acusado (Foto: divulgação)

Anchieta Nery ainda aconselhou a população a ficar alerta porque instituições financeiras não entram em contato com clientes através de SMS. "Bancos e demais instituições financeiras não entram em contato por meio de SMS ou e-mail. E quando fazem contato telefônico, não solicitam entrega de cartões ou quaisquer documentos. A população deve ficar alerta", destacou. 

Segundo o delegado do Mateus Zanatta, é importante que as vítimas denunciem o crime. "O Patrick estava em Teresina há algumas semanas e fez diversas vítimas, principalmente idosos. Conseguimos apreender 10 máquinas de cartão de crédito porque logo após pegarem o cartão da vítima eles faziam o saque e passavam nas máquinas. Também é importante que as vítimas façam o reconhecimento e venham à delegacia registar o boletim", concluiu.

O suspeito foi levado para a Central de Flagrantes de Teresina. A  prisão ocorreu por meio da Gerência de Polícia do Interior (GPE) e Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) com apoio do Greco e Delegacia de Altos. A polícia segue com investigações para localizar os outros membros da quadrilha. 

A Polícia Civil do Piauí prendeu um homem, natural de São Paulo, acusado de praticar o "golpe do falso motoboy" no Piauí. Com ele foram apreendidas 10 máquinas de cartão de crédito usadas no crime.

As vítimas do golpe eram principalmente idosos (Foto: Divulgação SSP)

O golpe do motoboy consiste em ligar para a vítima, se apresentando como funcionário de banco, afirmando que o cartão de crédito foi clonado e precisa ser substituído. Logo depois é solicitado a digitação da senha no celular e que o usuário quebre ao meio o cartão supostamente clonado. O falso funcionário, então diz que um motoboy irá buscar o cartão inutilizado para bloqueá-lo. Com o chip e os dados do cartão em mãos, os criminosos fazem compras em nome da vítima.

O delegado Anchieta Nery explicou ao Portal AZ que a quadrilha a qual o acusado identificado apenas como Patrick, de 21 anos, faz parte opera em todo o Brasil agindo principalmente contra idosos. 

"Ele é de São Paulo e veio para Teresina exclusivamente para aplicar esses golpes. Ele viaja o país todo efetuando esse crime, junto a outras pessoas. É uma quadrilha, mas ainda estamos trabalhando para localizar os outros envolvidos. Esse rapaz estava fazendo vítimas durante toda essa semana. A Polícia Civil começou o trabalho baseado nessas vítimas. Nós monitoramos ele durante o sábado a tarde, tentamos acompanhar ele ingressando nas residências das vítimas, quando ele foi para Altos nós efetuamos a prisão em flagrante", relatou o delegado.

Máquinas apreendidas com o acusado (Foto: divulgação)

Anchieta Nery ainda aconselhou a população a ficar alerta porque instituições financeiras não entram em contato com clientes através de SMS. "Bancos e demais instituições financeiras não entram em contato por meio de SMS ou e-mail. E quando fazem contato telefônico, não solicitam entrega de cartões ou quaisquer documentos. A população deve ficar alerta", destacou. 

Segundo o delegado do Mateus Zanatta, é importante que as vítimas denunciem o crime. "O Patrick estava em Teresina há algumas semanas e fez diversas vítimas, principalmente idosos. Conseguimos apreender 10 máquinas de cartão de crédito porque logo após pegarem o cartão da vítima eles faziam o saque e passavam nas máquinas. Também é importante que as vítimas façam o reconhecimento e venham à delegacia registar o boletim", concluiu.

O suspeito foi levado para a Central de Flagrantes de Teresina. A  prisão ocorreu por meio da Gerência de Polícia do Interior (GPE) e Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) com apoio do Greco e Delegacia de Altos. A polícia segue com investigações para localizar os outros membros da quadrilha.