1. Editorias
  2. Polícia
  3. Acusado de assassinar ex-cunhado a tiros é preso pela polícia no litoral do Piauí
Publicidade

Acusado de assassinar ex-cunhado a tiros é preso pela polícia no litoral do Piauí

Contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto

Um homem identificado apenas pelas iniciais D.A.S. foi preso por policiais da Delegacia de Combate a Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL) de Parnaíba, na quarta-feira (22). Contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto. 

Acusado de assassinar ex-cunhado a tiros é preso pela polícia no litoral do Piauí (Foto: divulgação)

De acordo com a polícia, D.A.S. é o principal acusado de assassinar a tiros o ex-cunhado Luan Gomes Sousa. O crime ocorreu em 16 de abril no bairro Piauí, em Parnaíba, litoral do estado. 

Segundo a polícia, Luan Gomes foi morto por engano. Na realidade, D.A.S. queria matar a ex-companheira, irmã da vítima. As investigações apontaram que quando Luan abriu o portão de sua casa, o acusado já foi realizando vários disparos, sem saber de quem se tratava. 

O acusado foi encaminhado para a Central de Flagrantes e ficará à disposição da justiça. 

Um homem identificado apenas pelas iniciais D.A.S. foi preso por policiais da Delegacia de Combate a Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL) de Parnaíba, na quarta-feira (22). Contra ele havia um mandado de prisão preventiva em aberto. 

Acusado de assassinar ex-cunhado a tiros é preso pela polícia no litoral do Piauí (Foto: divulgação)

De acordo com a polícia, D.A.S. é o principal acusado de assassinar a tiros o ex-cunhado Luan Gomes Sousa. O crime ocorreu em 16 de abril no bairro Piauí, em Parnaíba, litoral do estado. 

Segundo a polícia, Luan Gomes foi morto por engano. Na realidade, D.A.S. queria matar a ex-companheira, irmã da vítima. As investigações apontaram que quando Luan abriu o portão de sua casa, o acusado já foi realizando vários disparos, sem saber de quem se tratava. 

O acusado foi encaminhado para a Central de Flagrantes e ficará à disposição da justiça.