1. Editorias
  2. Polícia
  3. Idoso suspeito de comercializar munições é preso em Lagoa do Sítio
Publicidade

Idoso suspeito de comercializar munições é preso em Lagoa do Sítio

Outras pessoas suspeitas de participar do crime são monitoradas pela Polícia Civil

Um homem de 60 anos suspeito de administrar um comércio ilegal de munições e outros artefatos para armas foi preso na tarde desta terça-feira (18) no município de Lagoa do Sítio. O idoso identificado apenas pelas iniciais M.P.S era monitorado e supervisionado há mais de um mês pela Polícia Civil.

Idoso suspeito de comercializar munições é preso em Lagoa do Sítio (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

As equipes da Força Tática e Polícia Civil de Valença passaram meses trabalhando na coleta de informações e rastreamento do material. No local, localizado no centro da cidade, foram encontradas uma grande quantidade de cartuchos e outros objetos usados em armas.

"O estabelecimento era utilizado pelo proprietário de 60 anos, para a prática do comércio ilegal de cartuchos, pólvora, espoletas e demais artefatos associados. No interior da residência do comerciante, as equipes encontraram uma farta quantidade do produto ilícito, além de uma espingarda calibre 28", disse a polícia.

O material está sendo catalogado e o proprietário do estabelecimento foi encaminhado para a delegacia do município. Outras pessoas com suposto envolvimento no crime também são investigadas. 

Um homem de 60 anos suspeito de administrar um comércio ilegal de munições e outros artefatos para armas foi preso na tarde desta terça-feira (18) no município de Lagoa do Sítio. O idoso identificado apenas pelas iniciais M.P.S era monitorado e supervisionado há mais de um mês pela Polícia Civil.

Idoso suspeito de comercializar munições é preso em Lagoa do Sítio (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

As equipes da Força Tática e Polícia Civil de Valença passaram meses trabalhando na coleta de informações e rastreamento do material. No local, localizado no centro da cidade, foram encontradas uma grande quantidade de cartuchos e outros objetos usados em armas.

"O estabelecimento era utilizado pelo proprietário de 60 anos, para a prática do comércio ilegal de cartuchos, pólvora, espoletas e demais artefatos associados. No interior da residência do comerciante, as equipes encontraram uma farta quantidade do produto ilícito, além de uma espingarda calibre 28", disse a polícia.

O material está sendo catalogado e o proprietário do estabelecimento foi encaminhado para a delegacia do município. Outras pessoas com suposto envolvimento no crime também são investigadas.