1. Editorias
  2. Saúde
  3. Enfermeira do Samu de Teresina retorna ao trabalho depois de ser curada da covid-19
Publicidade

Enfermeira do Samu de Teresina retorna ao trabalho depois de ser curada da covid-19

Laurimary apresentou sintomas leves e recebeu o tratamento pela rede pública de saúde de Teresina

A enfermeira Laurimary Caminha Veloso retornou às atividades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina, depois de se recuperar da covid-19. Ao ser diagnosticada, a profissional foi afastada das atividades e passou 14 dias em isolamento domiciliar. 

“Estou feliz por estar de volta (ao SAMU). Tive que ficar em casa, porém não me senti sozinha. Agradeço o ‘bom dia’, ‘como você está?’, ‘se alimente bem’, e ‘boa noite’. Não tem preço, a qualquer hora o cuidado e o carinho estavam presentes”, afirma.

Enfermeira Laurimary Caminha Veloso (Foto: divulgação/PMT)

Laurimary apresentou sintomas leves e recebeu o tratamento pela rede pública de saúde de Teresina. Ela relata que sentiu dor de cabeça, tosse seca e desconforto na garganta e foi atendida na própria Unidade Básica de Saúde do Mocambinho, onde trabalha, mas depois foi direcionada para outro estabelecimento.

Ontem (21), a enfermeira retornou ao trabalho e foi recebida pelos aplausos dos colegas. “Fiquei em isolamento domiciliar por 14 dias e fazendo o tratamento indicado. Hoje, eu me sinto bem e tranquila para retornar ao trabalho. Peço que todos se cuidem e cumpram as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde”.

A diretora do SAMU, Francina Amorim, conta que a equipe de socorristas ficou emocionada com o caso. “Todos estávamos preocupados com a servidora. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, temos implementado várias medidas para proteger servidores e cuidar de quem precisa. A gestão da Fundação Municipal de Saúde (FMS) não tem medido esforços para nos dar todo o suporte necessário nessa missão”, declara.
 

A enfermeira Laurimary Caminha Veloso retornou às atividades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina, depois de se recuperar da covid-19. Ao ser diagnosticada, a profissional foi afastada das atividades e passou 14 dias em isolamento domiciliar. 

“Estou feliz por estar de volta (ao SAMU). Tive que ficar em casa, porém não me senti sozinha. Agradeço o ‘bom dia’, ‘como você está?’, ‘se alimente bem’, e ‘boa noite’. Não tem preço, a qualquer hora o cuidado e o carinho estavam presentes”, afirma.

Enfermeira Laurimary Caminha Veloso (Foto: divulgação/PMT)

Laurimary apresentou sintomas leves e recebeu o tratamento pela rede pública de saúde de Teresina. Ela relata que sentiu dor de cabeça, tosse seca e desconforto na garganta e foi atendida na própria Unidade Básica de Saúde do Mocambinho, onde trabalha, mas depois foi direcionada para outro estabelecimento.

Ontem (21), a enfermeira retornou ao trabalho e foi recebida pelos aplausos dos colegas. “Fiquei em isolamento domiciliar por 14 dias e fazendo o tratamento indicado. Hoje, eu me sinto bem e tranquila para retornar ao trabalho. Peço que todos se cuidem e cumpram as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde”.

A diretora do SAMU, Francina Amorim, conta que a equipe de socorristas ficou emocionada com o caso. “Todos estávamos preocupados com a servidora. Desde o início da pandemia do novo coronavírus, temos implementado várias medidas para proteger servidores e cuidar de quem precisa. A gestão da Fundação Municipal de Saúde (FMS) não tem medido esforços para nos dar todo o suporte necessário nessa missão”, declara.