1. Editorias
  2. Saúde
  3. Piauí registra mais seis óbitos por coronavírus e casos confirmados chegam a 3258
Publicidade

Piauí registra mais seis óbitos por coronavírus e casos confirmados chegam a 3258

De acordo com a secretaria, as vítimas são de seis municípios do estado

(Atualizada às 20h)

O Piauí registrou mais seis óbitos por coronavírus e 184 novos casos confirmados da doença, segundo boletim epidemiológico divulgado na noite desta sexta-feira (22) pela Secretaria de Estado da Saúde. Agora, são 99 mortes por covid-19 e 3258 casos positivos em 130 municípios do estado. 

Piauí registra mais seis óbitos por coronavírus e casos confirmados chegam a 3258

Segundo a Sesapi, entre os pacientes que não resistiram aos sintomas da doença estão cinco homens e uma mulher. As vítimas: um homem de 57 anos, de Campo Maior, um de 62 anos de Inhuma, um de 72 anos de Belém do Piauí, um de 77 anos de Esperantina e um de 79 anos de Nazária. Ambos tinham doenças pré-existentes como diabetes, hipertensão e cardiopatia. Já a idosa de 92 anos, de Teresina, sofria do mal de Alzheimer.

De acordo com o boletim, dos 184 novos casos confirmados de hoje, são 102 mulheres e 82 homens, com idades que variam de um mês a 92 anos. Os municípios de Bocaina e Campo Largo entraram na lista de municípios com os primeiros casos confirmados do novo coronavírus. 

Ainda de acordo com a secretaria, 4658 casos da doença já foram descartados no estado, 350 pacientes já receberam alta médica, 476 estão internadas, sendo 311 em leitos clínicos, 155 na UTI e 10 em leitos de estabilização. Na quinta-feira (21) o órgão havia registrado 3074 casos confirmados e 93 óbitos. 

A pandemia no Piauí

Teresina lidera com o maior número de casos de coronavírus, são 1626 pessoas infectadas com a doença, em seguida Parnaíba (223), Picos (146) e Campo Maior (96). Clique aqui e confira o painel da covid-19 no Piauí. 

Sobre os casos 

Os números apresentados pela Sesapi - e atualizados diariamente - fazem referência à confirmação no dia por meio de testes, podendo não corresponder necessariamente à data exata da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Mortes por coronavírus no Piauí

  • 21 de maio: as duas novas vítimas são do sexo feminino, sendo uma de 37 anos de Teresina, que tinha obesidade e a outra de 70 anos de Parnaíba, sem comorbidades. 
  • 20 de maio: quatro pessoas do sexo masculino, sendo três deles de Teresina. O mais velho, de 82 anos e o mais jovem, de 46 anos, além de outro homem de 67 anos.  A quarta vítima, também de 67 anos, era de São Julião. Todos possuíam doenças pré-existentes.
  • 19 de maio: as duas vítimas são de Teresina, um idoso de 82 anos, que tinha diabetes e uma mulher de 60 anos, que também tinha comorbidades. Segundo a Sesapi, ela era técnica de enfermagem do HUT e estava afastada do trabalho desde o dia 23 de março porque fazia parte do grupo de risco.
  • 18 de maio: o Piauí registrou mais cinco óbitos por coronavírus. Um idoso de 73 anos, de Matias Olímpio era cardiopata, o de Uruçuí, de 53 anos (diabético), o de Teresina, 67 anos (cardiopata) e o de Pavussu, 75 anos (septicemia). Já a mulher de Água Branca, que tinha 65 anos, era diabética. Das 85 mortes registradas até agora, há 53 homens e 32 mulheres, com idades entre 13 e 97 anos de idade. A vítima mais nova era de Pedro II e a mais velha de Teresina. Ambas do sexo feminino.
  • 17 de maio: morreram quatro mulheres de 58 anos, 62 anos, 63 anos e 85 anos, além de um homem de 55 anos. Todos os pacientes tinham algum tipo de comorbidade como cardiopatia, diabetes e hipertensão. Uma mulher de 78 anos de Água Branca. As cidades de José de Freitas e Barras registraram as primeiras mortes pela doença. Um homem de 72 anos e uma mulher de 77 anos, respectivamente.
  • 16 de maio:  quatro óbitos de Teresina (63 anos, 65 anos, 73 anos e 95 anos) e um de Batalha (41 anos), além de uma mulher de Parnaíba (68 anos). Com exceção dos pacientes de 41 e 63 anos, os demais possuíam doenças relacionadas como cardiopatia, diabetes e hipertensão. 
  • 15 de maio: um idoso de 90 anos de Água Branca, um homem de 62 anos de Teresina, ambos não possuíam comorbidades. O outro de 80 anos, também de Teresina, era diabético e hipertenso. Entre as mulheres, a de Teresina, de 84 anos, não tinha doenças relacionadas, já a de São Gonçalo do Piauí, de 80 anos, segundo a Sesapi possuía histórico de hipertensão, fato negado pela família da vítima. 
  • 13 de maio: os idosos, de 66 anos natural do município de Socorro do Piauí, de 57 anos natural de Manoel Emídio e de 76 anos do município de Júlio Borges, sendo este o segundo óbito registrado na cidade, possuiam comorbidades como cardiopatia, diabetes e hipertensão, respectivamente. Todos estavam internados no Hospital Tibério Nunes, em Floriano. 
  • 12 de maio: oito mortes. Cinco homens com idades de 23 anos (Teresina), 30 anos (Piripiri), 36 anos (Elesbão Veloso), 41 anos (Teresina) e 78 anos (Uruçuí). Apenas o jovem de 23 anos (imunosuprimido) e o idoso (cardíaco) apresentavam comorbidades. As três mulheres, uma em Parnaíba, de 36 anos, em Água Branca de 89 anos e Teresina, de 97 anos apresentavam doenças relacionadas. A mais nova era diabética e as duas mais idosas tinham problemas cardíacos e diabetes. 
  • 11 de maio: uma mulher de Teresina, de 48 anos, não tinha comorbidades e a outra de Rio Grande do Piauí, de 77 anos, era cardiopata. Já o homem de 51 anos, natural de Picos, também não tinha doenças relacionadas e o de Água Branca, de 87 anos, sofria de problemas cardíacos. 
  • 10 de maio: um homem, de  48 anos, natural de Monsenhor Hipólito, sem comorbidades e uma mulher de 64 anos, de Picos, que sofria de diabetes, faleceram no Hospital Regional Justino Luz, em Picos. O terceiro óbito foi registrado em Valença, um paciente de 82 anos que estava internado no Hospital Natan Portela, em Teresina e tinha histórico de cardiopata. 
  • 09 de maio: duas mulheres, uma de 81 anos, de Ilha Grande (que faleceu no HEDA) e a outra, de 76 anos, natural de Palmeirais, mas que morava em Teresina, faleceu em hospital particular da capital. Ambas tinham hipertensão. Dois homens, ambos de Teresina, um de 90 anos, tinha histórico de diabetes e o outro, de 36 anos, era imunosuprimido.    
  • 08 de maio: uma idosa de 89 anos faleceu em um hospital particular de Teresina. A vítima tinha hipertensão e diabetes.
  • 07 de maio: um idoso de 74 anos, com problema pulmonar, faleceu no Hospital Getúlio Vargas em Teresina. A outra vítima foi uma mulher de 52 anos, natural do município de Baixa Grande do Ribeiro. Ela faleceu no Hospital Tibério Nunes, em Floriano.
  • 06 de maio: uma idosa de 74 anos, de Teresina. Ela tinha comorbidades para câncer de mama e estava internada no Hospital São Marcos; Uma idosa de 87 anos, também de Teresina, faleceu no Hospital Santa Maria; um idoso de 72 anos, de Teresina, sofria de pneumopatia e faleceu em casa; um outro homem de 67 anos, natural de Cocal e com histórico de diabetes e hipertensão; um idoso de 92 anos com diabetes. Ele era natural da cidade de Santa Luz e faleceu em um hospital de Bom Jesus.
  • 05 de maio: um idoso de 73 anos, natural de Colônia do Gurguéia. A vítima aleceu no Hospital Tibério Nunes, em Floriano e tinha histórico de hipertensão.
  • 04 de maio: um idoso de 69 anos, natural de Luzilândia, com histórico de diabetes. A vitíma faleceu no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina.
  • 02 de maio: Um idoso de 69 anos, cardiopata e natural de Júlio Borges, faleceu no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. O segundo óbito é de Teresina. Ele tinha 46 anos e sofria de hipertensão.
  • 01 de maio: Um homem de 59 anos faleceu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e tinha histórico de cardiopatia e pneumopatia. A segunda vítima foi uma idosa de 91 anos que faleceu em um hospital particular da capital. Não foi informada comorbidade.
  • 28 de abril: Uma idosa, de 73 anos, de Teresina. A vítima tinha histórico de neuropatia. O outro óbito confirmado foi de um idoso, de 77 anos que sofria de cardiopatia crônica, também da capital.
  • 27 de abril: uma idosa de 83 anos, natural do município de Canto do Buriti, faleceu no hospital Tibério Nunes em Floriano e tinha hipertensão e artrose.
  • 26 de abril: uma idosa de 70 anos, da localidade Estreito em Buriti dos Lopes, com histórico de diabetes e hipertensão. Um homem de 79 anos, de São Francisco do Piauí, faleceu no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. Ele tinha problemas cardíacos. Um senhor, de 95 anos, hipertenso, residente na zona norte de Teresina e que estava internado no Hospital Universitário.
  • 25 de abril: Jovem de 21 anos, do município de Itaueiras e fazia tratamento para tuberculose.
  • 24 de abril: uma idosa de 99 anos, de Teresina. A vítima tinha histórico de hipertensão.
  • 23 de abril: um idoso de 64 anos, natural de Parnaíba. A vítima faleceu no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde e fazia tratamento para o câncer.
  • 21 de abril: um idoso de 79 anos faleceu no Hospital Chagas Rodrigues. A vítima era natural de Piracuruca e tinha histórico de doenças cardíacas
  • 20 de abril: um idoso de 85 anos faleceu em um hospital particular de Teresina e tinha histórico de diabetes e doença cardiovascular.
  • 19 de abril: três óbitos foram registrados. Uma adolescente, de 13 anos, natural de Pedro II, faleceu no Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina. Ela tinha sequela de paralisia cerebral e desnutrição. O outro foi um idoso de 98 anos, natural de Teresina. A vítima estava internada em um hospital particular e não tinha doenças crônicas. O outro óbito registrado é de um homem de 61 anos, que estava internado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, com histórico de hipertensão.
  • 18 de abril: uma idosa de 79 anos, natural de Picos. Ela faleceu no Hospital Regional Justino Luz e tinha histórico de hipertensão.
  • 17 de abril: um idoso de 72 anos, natural de Bom Princípio. A vítima faleceu no Hospital Dirceu Arcoverde, no município de Parnaíba e tinha histórico de hipertensão.
  • 13 de abril: um idoso de 63 anos, natural de Piracuruca. A vítima estava internada no Hospital Getúlio Vargas em Teresina.
  • 09 de abril: uma jovem de 22 anos de Teresina.
  • 08 de abril: um homem de 56 anos de Teresina.
  • 07 de abril: o empresário Nogueira Neto, de 62 anos, presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Piauí (Creci-PI).
  • 30 de março: o diretor da empresa Delta Laticínios, Oderman Bittencourt, de 45 anos. O paciente apresentava histórico de viagem ao Ceará e tinha comorbidades como obesidade e hipertensão.
  • 27 de março: o prefeito de São José do Divino, Antônio Felícia (PT). Ele tinha 57 anos.
  • 26 de março: um casal de idosos de Teresina de 88 anos e de 73 anos, que estavam internados em um hospital privado da capital. Os dois tinham hipertensão arterial e diabetes mellitus, um deles também tinha pneumopatia crônica.

Medicamentos no protocolo da covid-19    

O Ministério Público Federal (MPF) fechou um acordo parcial com o Governo do Piauí e a Prefeitura de Teresina para garantir a disponibilização da medicação do protocolo covid-19, cujo tratamento prescreve a utilização de hidroxicloroquina, azitromicina e outras medicações na fase inicial da doença, na rede pública de saúde. 

MPF firma acordo parcial com governo e prefeitura sobre medicamentos do protocolo da covid-19 (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

O procurador da República Kelston Pinheiro Lages avaliou como positiva o resultado das duas audiências, haja vista que o principal pedido da ação restou atendido pela União, com a publicação de informativo dando diretrizes para que a medicação seja disponibilizada na rede pública de saúde, e a informação apresentada por Estado e Município de que já estão oferecendo tais fármacos em suas redes de saúde. Contudo, quanto a esse aspecto, o MPF exigiu a comprovação nos próximos cinco dias.

Coronavírus no Brasil

O Brasil registrou 1.001 novas mortes, chegando ao total de 21.048. O resultado representou um aumento de 4,9% em relação a ontem(21), quando foram contabilizados 20.047 mil falecimentos por covid-19. Os números foram divulgados no balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (22).

Covid-19: Brasil tem mil novas mortes e total chega a 21.048 (Foto: Agência Petrobras)

Foram registradas 20.803 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 330.890. O resultado marcou um acréscimo de 6,7% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 310.087.

*Fonte: Agência Brasil

Matérias relacionadas:

MPF firma acordo parcial com governo e prefeitura sobre uso de medicamentos no protocolo da covid-19    

Piauí registra mais 222 casos confirmados de coronavírus e dois óbitos em 24 horas    

(Atualizada às 20h)

O Piauí registrou mais seis óbitos por coronavírus e 184 novos casos confirmados da doença, segundo boletim epidemiológico divulgado na noite desta sexta-feira (22) pela Secretaria de Estado da Saúde. Agora, são 99 mortes por covid-19 e 3258 casos positivos em 130 municípios do estado. 

Piauí registra mais seis óbitos por coronavírus e casos confirmados chegam a 3258

Segundo a Sesapi, entre os pacientes que não resistiram aos sintomas da doença estão cinco homens e uma mulher. As vítimas: um homem de 57 anos, de Campo Maior, um de 62 anos de Inhuma, um de 72 anos de Belém do Piauí, um de 77 anos de Esperantina e um de 79 anos de Nazária. Ambos tinham doenças pré-existentes como diabetes, hipertensão e cardiopatia. Já a idosa de 92 anos, de Teresina, sofria do mal de Alzheimer.

De acordo com o boletim, dos 184 novos casos confirmados de hoje, são 102 mulheres e 82 homens, com idades que variam de um mês a 92 anos. Os municípios de Bocaina e Campo Largo entraram na lista de municípios com os primeiros casos confirmados do novo coronavírus. 

Ainda de acordo com a secretaria, 4658 casos da doença já foram descartados no estado, 350 pacientes já receberam alta médica, 476 estão internadas, sendo 311 em leitos clínicos, 155 na UTI e 10 em leitos de estabilização. Na quinta-feira (21) o órgão havia registrado 3074 casos confirmados e 93 óbitos. 

A pandemia no Piauí

Teresina lidera com o maior número de casos de coronavírus, são 1626 pessoas infectadas com a doença, em seguida Parnaíba (223), Picos (146) e Campo Maior (96). Clique aqui e confira o painel da covid-19 no Piauí. 

Sobre os casos 

Os números apresentados pela Sesapi - e atualizados diariamente - fazem referência à confirmação no dia por meio de testes, podendo não corresponder necessariamente à data exata da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Mortes por coronavírus no Piauí

  • 21 de maio: as duas novas vítimas são do sexo feminino, sendo uma de 37 anos de Teresina, que tinha obesidade e a outra de 70 anos de Parnaíba, sem comorbidades. 
  • 20 de maio: quatro pessoas do sexo masculino, sendo três deles de Teresina. O mais velho, de 82 anos e o mais jovem, de 46 anos, além de outro homem de 67 anos.  A quarta vítima, também de 67 anos, era de São Julião. Todos possuíam doenças pré-existentes.
  • 19 de maio: as duas vítimas são de Teresina, um idoso de 82 anos, que tinha diabetes e uma mulher de 60 anos, que também tinha comorbidades. Segundo a Sesapi, ela era técnica de enfermagem do HUT e estava afastada do trabalho desde o dia 23 de março porque fazia parte do grupo de risco.
  • 18 de maio: o Piauí registrou mais cinco óbitos por coronavírus. Um idoso de 73 anos, de Matias Olímpio era cardiopata, o de Uruçuí, de 53 anos (diabético), o de Teresina, 67 anos (cardiopata) e o de Pavussu, 75 anos (septicemia). Já a mulher de Água Branca, que tinha 65 anos, era diabética. Das 85 mortes registradas até agora, há 53 homens e 32 mulheres, com idades entre 13 e 97 anos de idade. A vítima mais nova era de Pedro II e a mais velha de Teresina. Ambas do sexo feminino.
  • 17 de maio: morreram quatro mulheres de 58 anos, 62 anos, 63 anos e 85 anos, além de um homem de 55 anos. Todos os pacientes tinham algum tipo de comorbidade como cardiopatia, diabetes e hipertensão. Uma mulher de 78 anos de Água Branca. As cidades de José de Freitas e Barras registraram as primeiras mortes pela doença. Um homem de 72 anos e uma mulher de 77 anos, respectivamente.
  • 16 de maio:  quatro óbitos de Teresina (63 anos, 65 anos, 73 anos e 95 anos) e um de Batalha (41 anos), além de uma mulher de Parnaíba (68 anos). Com exceção dos pacientes de 41 e 63 anos, os demais possuíam doenças relacionadas como cardiopatia, diabetes e hipertensão. 
  • 15 de maio: um idoso de 90 anos de Água Branca, um homem de 62 anos de Teresina, ambos não possuíam comorbidades. O outro de 80 anos, também de Teresina, era diabético e hipertenso. Entre as mulheres, a de Teresina, de 84 anos, não tinha doenças relacionadas, já a de São Gonçalo do Piauí, de 80 anos, segundo a Sesapi possuía histórico de hipertensão, fato negado pela família da vítima. 
  • 13 de maio: os idosos, de 66 anos natural do município de Socorro do Piauí, de 57 anos natural de Manoel Emídio e de 76 anos do município de Júlio Borges, sendo este o segundo óbito registrado na cidade, possuiam comorbidades como cardiopatia, diabetes e hipertensão, respectivamente. Todos estavam internados no Hospital Tibério Nunes, em Floriano. 
  • 12 de maio: oito mortes. Cinco homens com idades de 23 anos (Teresina), 30 anos (Piripiri), 36 anos (Elesbão Veloso), 41 anos (Teresina) e 78 anos (Uruçuí). Apenas o jovem de 23 anos (imunosuprimido) e o idoso (cardíaco) apresentavam comorbidades. As três mulheres, uma em Parnaíba, de 36 anos, em Água Branca de 89 anos e Teresina, de 97 anos apresentavam doenças relacionadas. A mais nova era diabética e as duas mais idosas tinham problemas cardíacos e diabetes. 
  • 11 de maio: uma mulher de Teresina, de 48 anos, não tinha comorbidades e a outra de Rio Grande do Piauí, de 77 anos, era cardiopata. Já o homem de 51 anos, natural de Picos, também não tinha doenças relacionadas e o de Água Branca, de 87 anos, sofria de problemas cardíacos. 
  • 10 de maio: um homem, de  48 anos, natural de Monsenhor Hipólito, sem comorbidades e uma mulher de 64 anos, de Picos, que sofria de diabetes, faleceram no Hospital Regional Justino Luz, em Picos. O terceiro óbito foi registrado em Valença, um paciente de 82 anos que estava internado no Hospital Natan Portela, em Teresina e tinha histórico de cardiopata. 
  • 09 de maio: duas mulheres, uma de 81 anos, de Ilha Grande (que faleceu no HEDA) e a outra, de 76 anos, natural de Palmeirais, mas que morava em Teresina, faleceu em hospital particular da capital. Ambas tinham hipertensão. Dois homens, ambos de Teresina, um de 90 anos, tinha histórico de diabetes e o outro, de 36 anos, era imunosuprimido.    
  • 08 de maio: uma idosa de 89 anos faleceu em um hospital particular de Teresina. A vítima tinha hipertensão e diabetes.
  • 07 de maio: um idoso de 74 anos, com problema pulmonar, faleceu no Hospital Getúlio Vargas em Teresina. A outra vítima foi uma mulher de 52 anos, natural do município de Baixa Grande do Ribeiro. Ela faleceu no Hospital Tibério Nunes, em Floriano.
  • 06 de maio: uma idosa de 74 anos, de Teresina. Ela tinha comorbidades para câncer de mama e estava internada no Hospital São Marcos; Uma idosa de 87 anos, também de Teresina, faleceu no Hospital Santa Maria; um idoso de 72 anos, de Teresina, sofria de pneumopatia e faleceu em casa; um outro homem de 67 anos, natural de Cocal e com histórico de diabetes e hipertensão; um idoso de 92 anos com diabetes. Ele era natural da cidade de Santa Luz e faleceu em um hospital de Bom Jesus.
  • 05 de maio: um idoso de 73 anos, natural de Colônia do Gurguéia. A vítima aleceu no Hospital Tibério Nunes, em Floriano e tinha histórico de hipertensão.
  • 04 de maio: um idoso de 69 anos, natural de Luzilândia, com histórico de diabetes. A vitíma faleceu no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina.
  • 02 de maio: Um idoso de 69 anos, cardiopata e natural de Júlio Borges, faleceu no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. O segundo óbito é de Teresina. Ele tinha 46 anos e sofria de hipertensão.
  • 01 de maio: Um homem de 59 anos faleceu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e tinha histórico de cardiopatia e pneumopatia. A segunda vítima foi uma idosa de 91 anos que faleceu em um hospital particular da capital. Não foi informada comorbidade.
  • 28 de abril: Uma idosa, de 73 anos, de Teresina. A vítima tinha histórico de neuropatia. O outro óbito confirmado foi de um idoso, de 77 anos que sofria de cardiopatia crônica, também da capital.
  • 27 de abril: uma idosa de 83 anos, natural do município de Canto do Buriti, faleceu no hospital Tibério Nunes em Floriano e tinha hipertensão e artrose.
  • 26 de abril: uma idosa de 70 anos, da localidade Estreito em Buriti dos Lopes, com histórico de diabetes e hipertensão. Um homem de 79 anos, de São Francisco do Piauí, faleceu no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. Ele tinha problemas cardíacos. Um senhor, de 95 anos, hipertenso, residente na zona norte de Teresina e que estava internado no Hospital Universitário.
  • 25 de abril: Jovem de 21 anos, do município de Itaueiras e fazia tratamento para tuberculose.
  • 24 de abril: uma idosa de 99 anos, de Teresina. A vítima tinha histórico de hipertensão.
  • 23 de abril: um idoso de 64 anos, natural de Parnaíba. A vítima faleceu no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde e fazia tratamento para o câncer.
  • 21 de abril: um idoso de 79 anos faleceu no Hospital Chagas Rodrigues. A vítima era natural de Piracuruca e tinha histórico de doenças cardíacas
  • 20 de abril: um idoso de 85 anos faleceu em um hospital particular de Teresina e tinha histórico de diabetes e doença cardiovascular.
  • 19 de abril: três óbitos foram registrados. Uma adolescente, de 13 anos, natural de Pedro II, faleceu no Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina. Ela tinha sequela de paralisia cerebral e desnutrição. O outro foi um idoso de 98 anos, natural de Teresina. A vítima estava internada em um hospital particular e não tinha doenças crônicas. O outro óbito registrado é de um homem de 61 anos, que estava internado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, com histórico de hipertensão.
  • 18 de abril: uma idosa de 79 anos, natural de Picos. Ela faleceu no Hospital Regional Justino Luz e tinha histórico de hipertensão.
  • 17 de abril: um idoso de 72 anos, natural de Bom Princípio. A vítima faleceu no Hospital Dirceu Arcoverde, no município de Parnaíba e tinha histórico de hipertensão.
  • 13 de abril: um idoso de 63 anos, natural de Piracuruca. A vítima estava internada no Hospital Getúlio Vargas em Teresina.
  • 09 de abril: uma jovem de 22 anos de Teresina.
  • 08 de abril: um homem de 56 anos de Teresina.
  • 07 de abril: o empresário Nogueira Neto, de 62 anos, presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Piauí (Creci-PI).
  • 30 de março: o diretor da empresa Delta Laticínios, Oderman Bittencourt, de 45 anos. O paciente apresentava histórico de viagem ao Ceará e tinha comorbidades como obesidade e hipertensão.
  • 27 de março: o prefeito de São José do Divino, Antônio Felícia (PT). Ele tinha 57 anos.
  • 26 de março: um casal de idosos de Teresina de 88 anos e de 73 anos, que estavam internados em um hospital privado da capital. Os dois tinham hipertensão arterial e diabetes mellitus, um deles também tinha pneumopatia crônica.

Medicamentos no protocolo da covid-19    

O Ministério Público Federal (MPF) fechou um acordo parcial com o Governo do Piauí e a Prefeitura de Teresina para garantir a disponibilização da medicação do protocolo covid-19, cujo tratamento prescreve a utilização de hidroxicloroquina, azitromicina e outras medicações na fase inicial da doença, na rede pública de saúde. 

MPF firma acordo parcial com governo e prefeitura sobre medicamentos do protocolo da covid-19 (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

O procurador da República Kelston Pinheiro Lages avaliou como positiva o resultado das duas audiências, haja vista que o principal pedido da ação restou atendido pela União, com a publicação de informativo dando diretrizes para que a medicação seja disponibilizada na rede pública de saúde, e a informação apresentada por Estado e Município de que já estão oferecendo tais fármacos em suas redes de saúde. Contudo, quanto a esse aspecto, o MPF exigiu a comprovação nos próximos cinco dias.

Coronavírus no Brasil

O Brasil registrou 1.001 novas mortes, chegando ao total de 21.048. O resultado representou um aumento de 4,9% em relação a ontem(21), quando foram contabilizados 20.047 mil falecimentos por covid-19. Os números foram divulgados no balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (22).

Covid-19: Brasil tem mil novas mortes e total chega a 21.048 (Foto: Agência Petrobras)

Foram registradas 20.803 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 330.890. O resultado marcou um acréscimo de 6,7% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 310.087.

*Fonte: Agência Brasil

Matérias relacionadas:

MPF firma acordo parcial com governo e prefeitura sobre uso de medicamentos no protocolo da covid-19    

Piauí registra mais 222 casos confirmados de coronavírus e dois óbitos em 24 horas