1. Editorias
  2. Saúde
  3. Firmino Filho anuncia planejamento para reabertura de setores nos dias 6 e 13 de julho
Publicidade

Firmino Filho anuncia planejamento para reabertura de setores nos dias 6 e 13 de julho

Todas as fases são sucessivas e têm níveis de restrição diferenciados

A Prefeitura de Teresina divulgou na tarde desta segunda-feira (30), a proposta das atividades que farão parte da primeira fase de reabertura de comércio na capital. De acordo com o planejamento, a reabertura está marcada para o próximo dia 6 de julho e vai começar pelos setores da indústria, agropecuária e construção civil. A segunda etapa, com início previsto para 13 de julho, atende as empresas ligadas aos setores de concessionárias, vendas de peças e automotivo.

Firmino Filho anuncia retomada das atividades - Foto: reprodução

Durante a videoconferência, o técnico da PMT, Washington Bonfim, informou que o processo completo será feito em quatro fases. Nessa primeira fase, será feita a classificação C e D para os setores que irão reabrir. Classificados no setor C, indústria, agropecuária e construção civil serão reabertos no dia 6 de julho com funcionamento de 50%, em quatro dias da semana, com horário de seis horas por dia e com ocupação máxima de uma pessoa a cada dois metros quadrados.

Parte dos setores que irão reabrir - Foto: reprodução

Já os que estavam no setor D, como concessionárias, vendas de peças e automotivos, poderão funcionar a partir do dia 13 dentro da classificação C, seguindo os mesmos critérios de funcionamento dos setores já abertos.

Parte dos setores que irão reabrir - Foto: reprodução

Com isso o prefeito Firmino Filho, afirmou que, de acordo com o planejamento, todas as fases são sucessivas e têm níveis de restrição diferenciados. Será verificada ainda, a cada 14 dias, os dados epidemiológicos na cidade antes de definir qualquer avanço para a etapa seguinte.

“Cada passo vai depender do cenário da pandemia. Havendo crescimento do número de infectados e a sobrecarga no sistema de saúde, não podemos avançar”, alertou Firmino Filho.

Os protocolos de cada setor e o protocolo sanitário geral já vêm sendo discutidos entre a Fundação Municipal de Saúde e os setores. O decreto regulará os protocolos para preparação da sociedade. Foi anunciado também que permanece o decreto de testagem para reabrir, e além isso, as empresas devem apresentar plano de segurança disponível para fiscalização e para os clientes.

Segundo informou Washington Bonfim, será definido também um horário disciplinado de abertura e fechamento dos negócios para distribuir melhor o funcionamento da cidade, levando em conta principalmente a demanda do transporte público.  

Bloqueio de quatro dias

Durante a transmissão, foi reforçado ainda que a capital segue o planejamento de bloqueio para restrição de funcionamento das atividades na próxima quinta-feira (02), sexta-feira (03), sábado (04) e domingo (05). Um novo decreto sobre essa decisão será divulgada nos próximos dias. 

Esse bloqueio segue sendo um dos pontos para a reabertura do comércio na capital. A prefeitura informou ainda que o índice de transmissibilidade, o número de leitos de UTI, índice de óbitos e internações e testagem são alguns dos critérios avaliados. O hospital de campanha do anexo do Hospital de Terapia Intensiva poderá ser liberado para funcionamento ainda está semana.

Matérias relacionadas:

Piauí registra 19.158 casos confirmados e 615 mortes por covid-19    

Prefeito Firmino Filho anuncia retomada das atividades econômicas em Teresina; assista!

Wellington Dias decreta lockdown parcial e anuncia retomada das atividades para 6 de julho no Piauí

Wellington Dias se reúne com Firmino Filho para definir medidas mais restritivas contra o coronavírus

Presidente do TJ derruba decisão que autorizava o funcionamento de supermercados em Teresina    

“Falta de solidariedade com a população”, diz Firmino Filho sobre abertura de supermercados    

Juíza derruba decreto da prefeitura e autoriza funcionamento de supermercados em Teresina

 

A Prefeitura de Teresina divulgou na tarde desta segunda-feira (30), a proposta das atividades que farão parte da primeira fase de reabertura de comércio na capital. De acordo com o planejamento, a reabertura está marcada para o próximo dia 6 de julho e vai começar pelos setores da indústria, agropecuária e construção civil. A segunda etapa, com início previsto para 13 de julho, atende as empresas ligadas aos setores de concessionárias, vendas de peças e automotivo.

Firmino Filho anuncia retomada das atividades - Foto: reprodução

Durante a videoconferência, o técnico da PMT, Washington Bonfim, informou que o processo completo será feito em quatro fases. Nessa primeira fase, será feita a classificação C e D para os setores que irão reabrir. Classificados no setor C, indústria, agropecuária e construção civil serão reabertos no dia 6 de julho com funcionamento de 50%, em quatro dias da semana, com horário de seis horas por dia e com ocupação máxima de uma pessoa a cada dois metros quadrados.

Parte dos setores que irão reabrir - Foto: reprodução

Já os que estavam no setor D, como concessionárias, vendas de peças e automotivos, poderão funcionar a partir do dia 13 dentro da classificação C, seguindo os mesmos critérios de funcionamento dos setores já abertos.

Parte dos setores que irão reabrir - Foto: reprodução

Com isso o prefeito Firmino Filho, afirmou que, de acordo com o planejamento, todas as fases são sucessivas e têm níveis de restrição diferenciados. Será verificada ainda, a cada 14 dias, os dados epidemiológicos na cidade antes de definir qualquer avanço para a etapa seguinte.

“Cada passo vai depender do cenário da pandemia. Havendo crescimento do número de infectados e a sobrecarga no sistema de saúde, não podemos avançar”, alertou Firmino Filho.

Os protocolos de cada setor e o protocolo sanitário geral já vêm sendo discutidos entre a Fundação Municipal de Saúde e os setores. O decreto regulará os protocolos para preparação da sociedade. Foi anunciado também que permanece o decreto de testagem para reabrir, e além isso, as empresas devem apresentar plano de segurança disponível para fiscalização e para os clientes.

Segundo informou Washington Bonfim, será definido também um horário disciplinado de abertura e fechamento dos negócios para distribuir melhor o funcionamento da cidade, levando em conta principalmente a demanda do transporte público.  

Bloqueio de quatro dias

Durante a transmissão, foi reforçado ainda que a capital segue o planejamento de bloqueio para restrição de funcionamento das atividades na próxima quinta-feira (02), sexta-feira (03), sábado (04) e domingo (05). Um novo decreto sobre essa decisão será divulgada nos próximos dias. 

Esse bloqueio segue sendo um dos pontos para a reabertura do comércio na capital. A prefeitura informou ainda que o índice de transmissibilidade, o número de leitos de UTI, índice de óbitos e internações e testagem são alguns dos critérios avaliados. O hospital de campanha do anexo do Hospital de Terapia Intensiva poderá ser liberado para funcionamento ainda está semana.

Matérias relacionadas:

Piauí registra 19.158 casos confirmados e 615 mortes por covid-19    

Prefeito Firmino Filho anuncia retomada das atividades econômicas em Teresina; assista!

Wellington Dias decreta lockdown parcial e anuncia retomada das atividades para 6 de julho no Piauí

Wellington Dias se reúne com Firmino Filho para definir medidas mais restritivas contra o coronavírus

Presidente do TJ derruba decisão que autorizava o funcionamento de supermercados em Teresina    

“Falta de solidariedade com a população”, diz Firmino Filho sobre abertura de supermercados    

Juíza derruba decreto da prefeitura e autoriza funcionamento de supermercados em Teresina