1. Editorias
  2. Data AZ
  3. Data AZ: prefeito de Novo Oriente é rejeitado por 9 em cada 10 eleitores
Publicidade

Data AZ: prefeito de Novo Oriente é rejeitado por 9 em cada 10 eleitores

Os que aprovam a administração atual do município somam apenas 3,67%

A expressão de mal a pior é o que de melhor se pode ter para definir avaliação do prefeito de Novo Oriente do Piauí, Arnilton Nogueira: 93,67% dos eleitores desaprovam a administração dele, segundo apurou pesquisa do Instituto Data AZ realizada no dia 8 de fevereiro. Numa eventual disputa da prefeitura, o candidato melhor avaliado é Afonso Sobreira, com 29% na pesquisa estimulada.

Arnilton Nogueira, atual prefeito de Novo Oriente do Piauí (Foto: divulgação)

Os que aprovam a administração atual de Novo Oriente somam apenas 3,67%, havendo 2% de não sabem ou não opinam e 0,67% indiferente ao que o prefeito faz ou deixa de fazer.

Quando solicitados a emitir conceitos para avaliar a gestão municipal, 73,67% dos entrevistados disseram considerar péssima a administração do prefeito. Os que consideram o governo municipal ruim somaram 18,67%. A soma de conceitos negativos chega a impressionantes 92,34%.

A avaliação positiva do governo municipal é de 2,66%, enquanto 3,67% avaliam como regular e 1,33% não sabe ou não opinam.

A má avaliação do prefeito possivelmente explique o grau de insatisfação dos eleitores com a política local: 52% dos eleitores se declaram muito insatisfeitos, enquanto 36,67% se declaram insatisfeitos e 6% se declaram indiferentes. Os que estão satisfeitos ou muito satisfeitos com a política local chegam a 6,67% e os que não sabem ou não opinam somam 1,67%.

Afonso Sobreira lidera intenções de voto para prefeito de Novo Oriente

A pesquisa Data AZ indicou que Afonso Sobreira lidera as intenções de voto para prefeito de Novo Oriente, tanto na sondagem espontânea (20,67%) quanto na estimulada (29%), seguido por Rita Lopes, que tem 11,33% na espontânea, e 22% na pesquisa estimulada.

Numa eventual disputa da prefeitura, o candidato melhor avaliado é Afonso Sobreira (Foto: V1)

Rita Lopes disputou a eleição para prefeito em 2016, obtendo 36,84% dos votos, perdendo para Arnilton Nogueira, eleito prefeito com 54,3% dos votos.

Ela aparece em segundo, mas está tecnicamente empatada, dentro da margem de erro da pesquisa, com a Professora Odeni, que tem 11% das intenções de voto em sondagem espontânea e 19% na estimulada.

Na pesquisa espontânea há 39% de eleitores indecisos e 11,33% são indiferentes, ou sejam, declaram não votar em nenhum candidato. A margem de indecisos cai para 14%, enquanto os indiferentes ficam em 12%.

O atual prefeito, com avaliação negativa astronômica, tem 1,33% das intenções de voto em sondagem espontânea. Na estimulada ele nem pontua. O ex-prefeito Marcos Vinícius é citado na pesquisa espontânea com 4,33% das intenções de voto e não aparecem na sondagem estimulada.

Há outro dado ruim para o ex-prefeito, segundo apurou a pesquisa Data AZ: 39,67% dos eleitores dizem que diminui muito as chances de votar em um candidato indicado por Marcos Vinícius.

Os que dizem que as chances diminuem somam 23%, o que na soma dessas duas condicionantes negativas fazem chegar a 62,67% de eleitores indispostos a dar um voto em candidato apoiado pelo ex-prefeito.

Rejeição a candidatos é pequena

Os candidatos melhor situados na pesquisa têm baixa rejeição. Afonso Sobreira, que aparece em primeiro lugar nas intenções de voto estimuladas e espontâneas tem é rejeitado por 7,67% dos eleitores.

Somam 9% os eleitores de Novo Oriente do Piauí que dizem não votar de maneira alguma em Rita Lopes, segunda colocada nas intenções de voto.

A terceira colocada, professora Odeni, tem uma rejeição de 4,%, enquanto Amanda Sobreira, citada com 2% das intenções de voto em sondagem estimulada, aparece com  4,67% de rejeição.

A não rejeição a candidatos soma 34,33%, enquanto 30% dizem que não rejeitam nenhum candidato e há 10,33% que não sabem ou não opinam sobre em quem não votariam de jeito nenhum.  Na soma desses percentuais, tem-se 74,66%, ou seja, de cada quatro eleitores consultados, três não rejeitam candidatos.

Ficha técnica da pesquisa

Número de entrevistados: 300 (sendo 156 na zona urbana e 144 na zona rural). 
Margem de erro: 5,7% para mais ou para menos.
período de realização: 08 de fevereiro de 2020.
Registro na Justiça Eleitoral: PI-07506/2020
Realização Data AZ.
Estatístico responsável: Laércio de Sousa Araújo (CONRE 9356).

Veja abaixo os gráficos da pesquisa:

A expressão de mal a pior é o que de melhor se pode ter para definir avaliação do prefeito de Novo Oriente do Piauí, Arnilton Nogueira: 93,67% dos eleitores desaprovam a administração dele, segundo apurou pesquisa do Instituto Data AZ realizada no dia 8 de fevereiro. Numa eventual disputa da prefeitura, o candidato melhor avaliado é Afonso Sobreira, com 29% na pesquisa estimulada.

Arnilton Nogueira, atual prefeito de Novo Oriente do Piauí (Foto: divulgação)

Os que aprovam a administração atual de Novo Oriente somam apenas 3,67%, havendo 2% de não sabem ou não opinam e 0,67% indiferente ao que o prefeito faz ou deixa de fazer.

Quando solicitados a emitir conceitos para avaliar a gestão municipal, 73,67% dos entrevistados disseram considerar péssima a administração do prefeito. Os que consideram o governo municipal ruim somaram 18,67%. A soma de conceitos negativos chega a impressionantes 92,34%.

A avaliação positiva do governo municipal é de 2,66%, enquanto 3,67% avaliam como regular e 1,33% não sabe ou não opinam.

A má avaliação do prefeito possivelmente explique o grau de insatisfação dos eleitores com a política local: 52% dos eleitores se declaram muito insatisfeitos, enquanto 36,67% se declaram insatisfeitos e 6% se declaram indiferentes. Os que estão satisfeitos ou muito satisfeitos com a política local chegam a 6,67% e os que não sabem ou não opinam somam 1,67%.

Afonso Sobreira lidera intenções de voto para prefeito de Novo Oriente

A pesquisa Data AZ indicou que Afonso Sobreira lidera as intenções de voto para prefeito de Novo Oriente, tanto na sondagem espontânea (20,67%) quanto na estimulada (29%), seguido por Rita Lopes, que tem 11,33% na espontânea, e 22% na pesquisa estimulada.

Numa eventual disputa da prefeitura, o candidato melhor avaliado é Afonso Sobreira (Foto: V1)

Rita Lopes disputou a eleição para prefeito em 2016, obtendo 36,84% dos votos, perdendo para Arnilton Nogueira, eleito prefeito com 54,3% dos votos.

Ela aparece em segundo, mas está tecnicamente empatada, dentro da margem de erro da pesquisa, com a Professora Odeni, que tem 11% das intenções de voto em sondagem espontânea e 19% na estimulada.

Na pesquisa espontânea há 39% de eleitores indecisos e 11,33% são indiferentes, ou sejam, declaram não votar em nenhum candidato. A margem de indecisos cai para 14%, enquanto os indiferentes ficam em 12%.

O atual prefeito, com avaliação negativa astronômica, tem 1,33% das intenções de voto em sondagem espontânea. Na estimulada ele nem pontua. O ex-prefeito Marcos Vinícius é citado na pesquisa espontânea com 4,33% das intenções de voto e não aparecem na sondagem estimulada.

Há outro dado ruim para o ex-prefeito, segundo apurou a pesquisa Data AZ: 39,67% dos eleitores dizem que diminui muito as chances de votar em um candidato indicado por Marcos Vinícius.

Os que dizem que as chances diminuem somam 23%, o que na soma dessas duas condicionantes negativas fazem chegar a 62,67% de eleitores indispostos a dar um voto em candidato apoiado pelo ex-prefeito.

Rejeição a candidatos é pequena

Os candidatos melhor situados na pesquisa têm baixa rejeição. Afonso Sobreira, que aparece em primeiro lugar nas intenções de voto estimuladas e espontâneas tem é rejeitado por 7,67% dos eleitores.

Somam 9% os eleitores de Novo Oriente do Piauí que dizem não votar de maneira alguma em Rita Lopes, segunda colocada nas intenções de voto.

A terceira colocada, professora Odeni, tem uma rejeição de 4,%, enquanto Amanda Sobreira, citada com 2% das intenções de voto em sondagem estimulada, aparece com  4,67% de rejeição.

A não rejeição a candidatos soma 34,33%, enquanto 30% dizem que não rejeitam nenhum candidato e há 10,33% que não sabem ou não opinam sobre em quem não votariam de jeito nenhum.  Na soma desses percentuais, tem-se 74,66%, ou seja, de cada quatro eleitores consultados, três não rejeitam candidatos.

Ficha técnica da pesquisa

Número de entrevistados: 300 (sendo 156 na zona urbana e 144 na zona rural). 
Margem de erro: 5,7% para mais ou para menos.
período de realização: 08 de fevereiro de 2020.
Registro na Justiça Eleitoral: PI-07506/2020
Realização Data AZ.
Estatístico responsável: Laércio de Sousa Araújo (CONRE 9356).

Veja abaixo os gráficos da pesquisa: