1. Editorias
  2. Maranhão
  3. Dono de bar é detido por manter estabelecimento aberto em Timon
Publicidade

Dono de bar é detido por manter estabelecimento aberto em Timon

O homem resistiu ao pedido da Guarda Municipal, descumprindo as medidas preventivas ao vírus

Um homem foi detido por descumprir medidas restritivas para combater o coronavírus na cidade de Timon. Ele foi encaminhado por equipes da Guarda Municipal, juntamente com uma equipe da Polícia Militar para a Central de Flagrantes.

Nos últimos dois dias, mais de 200 estabelecimentos foram flagrados pela fiscalização na cidade. Neste sábado (21), foram fechados 79 estabelecimentos e 140 estabelecimentos no domingo (22).

Fiscalização da Polícia Militar (Foto: Divulgação / Prefeitura de Timon)

Durante as abordagens, os proprietários foram orientados a fecharem as portas, obedecendo ao decreto e contribuindo com a medida, que visa conter a proliferação do coronavírus.

“Eles receberam as orientações e atenderam ao pedido de fechamento. Apenas um ofereceu resistência e teve que ser conduzido pela Guarda Municipal até a central de flagrantes”, conta João Batista Pontes, secretário municipal de Segurança Pública.

O decreto assinado pelo prefeito Luciano Leitoa segue as recomendações do Governo do Estado e da Organização Mundial de Saúde (OMS) quanto à proibição de atividades não essenciais que levam a aglomerações.

Estão proibidos de funcionar: bares, restaurantes (exceto delivery), cinemas, shoppings, clubes, festas, recepção em buffet, academias, casas de espetáculo, clínicas de estética, lojas de roupas, de bolsas e de calçados, material de construção e qualquer outro serviço não essencial.

“Nós estamos pedindo a colaboração e compreensão das pessoas e pedimos para fechar estabelecimentos desse gênero”, completa o secretário João Batista.   Vale lembrar que estão autorizados a funcionar: serviços funerários, farmácias, padarias, mercados e supermercados, petshop, postos de combustível e distribuidoras de gás e água, desde que obedeçam às orientações de higiene e assepsia, bem como o controle do fluxo de pessoas.

“Vamos continuar com as fiscalizações e a população pode fazer denúncias, comunicando os estabelecimentos que não cumprirem as regras, principalmente no que tange a aglomeração”, afirma a comandante da Guarda Municipal de Timon, Kelly Veras.

A população de Timon pode realizar a denúncia ligando para os números (99) 3212-1078 e (99) 3212-2970, da Polícia Militar, ou ainda para (99)98836-4800, da Guarda Municipal.

*Com informações da Prefeitura de Timon

Um homem foi detido por descumprir medidas restritivas para combater o coronavírus na cidade de Timon. Ele foi encaminhado por equipes da Guarda Municipal, juntamente com uma equipe da Polícia Militar para a Central de Flagrantes.

Nos últimos dois dias, mais de 200 estabelecimentos foram flagrados pela fiscalização na cidade. Neste sábado (21), foram fechados 79 estabelecimentos e 140 estabelecimentos no domingo (22).

Fiscalização da Polícia Militar (Foto: Divulgação / Prefeitura de Timon)

Durante as abordagens, os proprietários foram orientados a fecharem as portas, obedecendo ao decreto e contribuindo com a medida, que visa conter a proliferação do coronavírus.

“Eles receberam as orientações e atenderam ao pedido de fechamento. Apenas um ofereceu resistência e teve que ser conduzido pela Guarda Municipal até a central de flagrantes”, conta João Batista Pontes, secretário municipal de Segurança Pública.

O decreto assinado pelo prefeito Luciano Leitoa segue as recomendações do Governo do Estado e da Organização Mundial de Saúde (OMS) quanto à proibição de atividades não essenciais que levam a aglomerações.

Estão proibidos de funcionar: bares, restaurantes (exceto delivery), cinemas, shoppings, clubes, festas, recepção em buffet, academias, casas de espetáculo, clínicas de estética, lojas de roupas, de bolsas e de calçados, material de construção e qualquer outro serviço não essencial.

“Nós estamos pedindo a colaboração e compreensão das pessoas e pedimos para fechar estabelecimentos desse gênero”, completa o secretário João Batista.   Vale lembrar que estão autorizados a funcionar: serviços funerários, farmácias, padarias, mercados e supermercados, petshop, postos de combustível e distribuidoras de gás e água, desde que obedeçam às orientações de higiene e assepsia, bem como o controle do fluxo de pessoas.

“Vamos continuar com as fiscalizações e a população pode fazer denúncias, comunicando os estabelecimentos que não cumprirem as regras, principalmente no que tange a aglomeração”, afirma a comandante da Guarda Municipal de Timon, Kelly Veras.

A população de Timon pode realizar a denúncia ligando para os números (99) 3212-1078 e (99) 3212-2970, da Polícia Militar, ou ainda para (99)98836-4800, da Guarda Municipal.

*Com informações da Prefeitura de Timon